História da Talidomida

Pelo Dr. Ananya Mandal, DM

A Talidomida foi desenvolvida primeiramente por uma companhia farmacéutica Alemão chamada Grünenthal em Stolberg perto de Aix-la-Chapelle. A empresa fixou sua patente para a droga em 1954, que durou vinte anos.

Os Ensaios clínicos começaram pela empresa conduzida à promoção da talidomida para tratar infecções respiratórias 1956. A droga foi introduzida no mercado sob o nome de Grippex, que conteve uma combinação de talidomida, de vitamina C, de ácido acetilsalicílico, de quinino e de phenactin.

Os Pesquisadores em Grünenthal igualmente descobriram que a talidomida poderia aliviar a doença de manhã nas mulheres gravidas, que a droga foi introduzida no mercado então para em 1957 sob o nome de Contergan.

No Reino Unido, a droga foi licenciada em 1958. Contudo, a talidomida foi encontrada para causar a deformidade nas crianças carregadas às matrizes que tomaram a droga e foi retirada no REINO UNIDO durante o princípios dos anos 60.

A Talidomida causou os defeitos congénitos através de mais de 46 nações e afetados sobre 10.000 bebês. Estes bebês eram nascidos com falta ou os membros, os pés ou as mãos anormais. Outro defects as orelhas anormais ou ausentes incluídas, os problemas do coração e do rim, a fenda palatina, os defeitos da medula espinal e as desordens do sistema digestivo

A Talidomida era o primeiro exemplo de uma droga que passasse especificações e regulamentos legais sem avaliação completa de sua segurança para o uso em matrizes grávidas e da amamentação. Depois de 1961, drogue autoridades reguladoras apertou suas leis de modo que toda a droga nova seja seleccionada para que o potencial cause o dano ao bebê por nascer.

Embora a droga fosse retirada em 1961, não era até 1968 que um pagamento da compensação para as vítimas BRITÂNICAS estêve alcançado com a Empresa dos Destiladores Limitada. Então, ao redor 460 bebês estavam vivendo com esta circunstância no REINO UNIDO e em Alemanha, respectivamente.

Devido à publicidade negativa imensa associada com a droga, pesquisa em seu uso potencial cessou por um momento. Contudo, as propriedades terapêuticas desta droga foram estudadas ainda em algumas partes do mundo. Em 1964, o Professor Jacob Sheskin do Hospital da Universidade de Hadassah usou a talidomida para tratar um paciente com o leprosum do nodosum da eritema (ENL), uma complicação da lepra. O tratamento conduziu aos resultados favoráveis e aos ensaios clínicos subseqüentes conduzidos ao FDA que aprova o uso da talidomida para o tratamento de ENL em 1998.

Revisto por , BSc

Fontes

  1. http://www.royalsurrey.nhs.uk/Default.aspx?DN=a7bfd83b-2bcb-4621-adce-068b4f0ff06c
  2. http://www.who.int/lep/research/Thalidomide.pdf
  3. http://www.fda.gov/downloads/Drugs/DrugSafety/PostmarketDrugSafetyInformationforPatientsandProviders/UCM222649.pdf
  4. http://www.ptei.org/docs/TheThalidomideTragedy.pdf
  5. http://web.unife.it/utenti/giampaolo.garani/Shock/Thalidomide.pdf

[Leitura Adicional: Talidomida]

Last Updated: Jan 11, 2015

Read in | English | Español | Français | Deutsch | Português | Italiano | 日本語 | 한국어 | 简体中文 | 繁體中文 | Nederlands | Русский | Svenska | Polski
Comments
The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post