Advertisement

Que é uma Histerectomia?

Pelo Dr. Ananya Mandal, DM

A Histerectomia é um procedimento cirúrgico usado para tratar condições do sistema reprodutivo fêmea. É uma das cirurgias as mais comuns realizadas hoje, com as ao redor 30.000 histerectomia executadas em Inglaterra entre 2012 e 2013. Uma Vez Que o útero é removido, uma mulher pode já não ter períodos ou tornar-se grávida, independentemente de sua idade.

As Histerectomia são executadas para resolver várias circunstâncias diferentes, algumas de que inclua períodos pesados, a dor pélvica persistente, fibroids uterinas, e cancro do ovário, da cerviz, da câmara de ar de Falopio ou do ventre.

A Histerectomia é uma cirurgia principal, de que pode tomar pelo menos seis semanas para recuperar de. Em alguns casos, pode ser necessário remover a cerviz, as câmaras de ar de Falopio, os ovário ou outras estruturas circunvizinhas, assim como o ventre. Há diversos tipos de histerectomia e o tipo de procedimento escolhido depende da condição do paciente e quanto de seus ventre e estruturas circunvizinhas precisam de ser removidas e quanto o cirurgião está tentando deixar no lugar.

Tipos de histerectomia

Os tipos principais de histerectomia incluem:

  • Histerectomia Total - Aqui, o ventre e a cerviz são removidos. Este é o formulário o mais comum da histerectomia.
  • Histerectomia do Subtotal - Esta cirurgia envolve a remoção do corpo principal do ventre, mas das folhas a cerviz no lugar.
  • Histerectomia Total com salpingo-oophorectomy bilateral - Neste procedimento, todos o ventre, a cerviz, as câmaras de ar de Falopio e os ovário são removidos.
  • Histerectomia Radical - Esta cirurgia envolve remover o ventre, a cerviz, as câmaras de ar e os ovário de Falopio, assim como a peça da vagina, do tecido adiposo e das glândulas de linfa.

Aproximação à histerectomia

Há três aproximações diferentes a realizar uma histerectomia e estes são descritos abaixo.  

  • Em uma histerectomia vaginal, o útero é removido através de uma incisão feita na parte superior da vagina.
  • Em uma histerectomia abdominal, uma incisão feita no abdômen mais baixo é usada para remover o ventre
  • Na histerectomia laparoscopic, diversas incisão pequenas são feitas no abdômen para remover o útero.

Revisto por , BSc

Fontes

  1. http://www.nhs.uk/conditions/Hysterectomy/pages/introduction.aspx
  2. http://womenshealth.gov/publications/our-publications/fact-sheet/hysterectomy.pdf
  3. http://www.ouh.nhs.uk/patient-guide/leaflets/files%5C100709hysterectomy.pdf
  4. http://obgyn.ucla.edu/workfiles/da_Vinci_Robot/Hysterectomy_Benign.pdf
  5. http://www.gacguidelines.ca/site/GAC_Guidelines/assets/pdf/HYST04-Summary.pdf
  6. http://www.irishhealth.com/clin/documents/Hysterectomy.pdf

[Leitura Adicional: Histerectomia]

Last Updated: Oct 16, 2014

Read in | English | Español | Français | Deutsch | Português | Italiano | 日本語 | 한국어 | 简体中文 | 繁體中文 | Nederlands | Русский | Svenska | Polski
Comments
  1. Anna Maurer Anna Maurer Germany says:

    Meine Hysterektomie hatte ich vor einem Jahr. Grundsätzlich fühle ich mich ganz gut. Nach der OP konnte ich auch schon früh wieder nach Hause. Allein der Darm bzw. der Stuhlgang bereitete mir noch etwas Schwierigkeiten, aber wie ich gelesen habe, ist das ja "normal". Mein Arzt hatte mir dahingehend ausreichend Bewegung, ballaststofferreiche Bewegung und einen Toilettenhocker (Hoca) empfohlen (dadurch wird der Darm schneller entleert ohne pressen). Ich muss ehrlich sagen, dass sich schon eine deutliche Verbesserung meiner Beschwerden durch diese Maßnahmen eingestellt hat. Der Stuhlgang läuft wieder!

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post