Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Fluoreto e gravidez

O fluoreto é um mineral encontrado geralmente em nascentes de água naturais e em alimento de mar. Considera-se um nutriente importante para o funcionamento saudável de vários órgãos tais como os dentes, os ossos, e o cérebro.

A presença de fluoreto na água depende pela maior parte da geologia de uma área dada, como lixívias do fluoreto para fora das rochas e o solo para alcançar os corpos da água. Conseqüentemente, o fluorosis (a circunstância caracterizada mottling marcado do esmalte dos dentes) é limitado principalmente a determinadas áreas geográficas onde a água contem uma quantidade muito alta de fluoreto. Pelo contrário, naqueles indivíduos que vivem nas áreas onde os nascentes de água não contêm o suficiente fluoreto, os produtos tópicos externos que contêm o fluoreto são frequentemente necessários suplementar a entrada deste mineral.

As várias organizações publicaram escalas recomendadas para a entrada óptima do fluoreto pela classe etária. Para um adulto, a entrada usual de 3-4 mg/day é recomendada, com um limite superior de 10 mg/day.

Crédito de imagem: Cristão/Shutterstock de Caruso
Crédito de imagem: Cristão/Shutterstock de Caruso

Cárie dental

De acordo com a associação dental americana, o fluoreto joga um papel vital na re-mineralização do esmalte de dente. Isto ajuda na prevenção da cárie dental e da deterioração de dente causadas por determinados alimentos açúcar-ricos que aumentam o crescimento bacteriano.

Devido ao significado do fluoreto na revelação e na protecção dos dentes, muita pesquisa foi realizada sobre a entrada óptima do fluoreto durante a gravidez e nos anos primeiros após o nascimento.

Estabelece-se que o fluoreto passa da fêmea grávida ao feto através da placenta, embora a concentração fetal de fluoreto permanece muito mais baixa (25% menos) do que aquela na matriz. Muitos estudos foram conduzidos para compreender os benefícios possíveis da entrada pré-natal do fluoreto na saúde dental da criança. Um grupo de teste de crianças cujas as matrizes receberam o fluoreto pré-natal foi comparado às crianças que receberam somente o fluoreto pós-natal. Os resultados não eram consistentes através dos estudos. Não obstante, uma conclusão geral foi tirada por uma maioria dos pesquisadores que a entrada pré-natal do fluoreto não era do benefício significativo na prevenção da cárie dental nos infantes. Isto pode em parte ser atribuído a baixa transferência da concentração do fluoreto ao feto, e igualmente ao facto de que a maior peça do dente está formada recentemente após o nascimento e não pode ser beneficiado pela entrada pré-natal do fluoreto.

A entrada do fluoreto para o tratamento de doenças dentais em fêmeas grávidas durante os segundos e terceiros trimestres foi encontrada pela maior parte para ser segura para o feto, embora alguns estudos onde a entrada alta do fluoreto foi recomendada para finalidades terapêuticas durante a gravidez mostraram que conduziu ao fluorosis suave nas crianças.

Efeitos no cérebro

Os cientistas igualmente estudaram o impacto de níveis altos do fluoreto no cérebro fetal em vários estudos.

Um sofrimento fêmea grávido do fluorosis crônico transfere uma quantidade significativa de fluoreto ao feto transplacentally. Isto aumenta o risco de envenenamento do fluoreto. A acumulação de fluoreto no cérebro fetal foi mostrada para conduzir aos efeitos negativos significativos na revelação dos neurônios. Os estudos revelaram sinais de dano e do desequilíbrio neurológicos em determinados neurotransmissor em tais crianças, especialmente um nível diminuído do norepinephrine. Estas mudanças podem manifestar como a incapacidade dos neurônios centrais manter a activação, e um retardamento total do crescimento intelectual.

Fontes:

  1. http://fluoridealert.org/studies/brain05_/
  2. https://www.livestrong.com/article/133760-side-effects-fluoride/
  3. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3530971/
  4. http://medcraveonline.com/JDHODT/JDHODT-01-00010.php
  5. http://www.ijohmr.com/upload/Re-Examining%20the%20Fluoride%20Intake%20During%20Pregnancy.pdf

Further Reading

Last Updated: Feb 26, 2019

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Patel, HH. (2019, February 26). Fluoreto e gravidez. News-Medical. Retrieved on July 29, 2021 from https://www.news-medical.net/health/Fluoride-and-Pregnancy.aspx.

  • MLA

    Patel, HH. "Fluoreto e gravidez". News-Medical. 29 July 2021. <https://www.news-medical.net/health/Fluoride-and-Pregnancy.aspx>.

  • Chicago

    Patel, HH. "Fluoreto e gravidez". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Fluoride-and-Pregnancy.aspx. (accessed July 29, 2021).

  • Harvard

    Patel, HH. 2019. Fluoreto e gravidez. News-Medical, viewed 29 July 2021, https://www.news-medical.net/health/Fluoride-and-Pregnancy.aspx.

Comments

  1. Chris Cooke Snr Chris Cooke Snr United Kingdom says:

    " .... It is considered an important nutrient for the healthy functioning of various organs such as teeth, bones, and the brain.  ...."  What a load of phoney baloney! There is NOT a single cell in the human body that requires fluoride. It is NOT a nutrient in any sense. On the other hand very many studies around the world show adverse effects of this registered poison - to skin, bone, brain and other organs ... even at very low levels.

  2. K Spencer K Spencer United States says:

    Four out of the five references in this article actually say the opposite, that prenatal fluoride is dangerous to the brain and does not offer any dental benefit.

    Fluoride Alert especially is in the forefront of protesting fluoridation policy as neurotoxic. FAN is part of current multi organization lawsuit in federal court to remove fluoride from water due to neurotoxicity. The dental position of dental benefit is based on dental dogma and discredited data. That over half of American teens have dental fluorosis per government 2011-12 records is beyond alarming. DF is visible evidence of overdose during early childhood and is positively correlated with increased learning disabilities and broken bones. Moreover, these teeth are brittle so DF predicts high dental costs in early adulthood.

    Fluoride is a poison that permanently damages teeth, bones and brains as well as causing damage to other organs and systems.

    • K Spencer K Spencer United States says:

      On closer reading of this article, it seems the author is supportive of modern science opposing fluoride use as unsafe. It's odd that the the article is written the way it is giving the impression in the first few paragraphs that fluoride is a mineral with a bonafide credentials.

      Typically, authors write make their thesis clear in the opening rather than bury it in lots of confusing language towards the end after clearly stating the opposing view.

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.