Alimentos que contêm Prebiotics

Prebiotics é os polisacáridos e os oligosaccharides nondigestible que estimulam o crescimento das bactérias benéficas no sistema digestivo. Prebiotics é considerado ser alimentos funcionais que fornecem benefícios de saúde numerosos e os ajudam na prevenção e no tratamento das doenças e das normas sanitárias.

Uma substância dietética deve satisfazer as seguintes propriedades fisiológicos a fim ser definido como um prebiotic:

  • Resista a degradação pelo ácido gástrica e a degradação enzimático por enzimas pancreáticos e intestinais.
  • Deve selectivamente ser fermentado pelas bactérias benéficas intestinais gostam de lactobacilos e de bifidobacteria, assim promovendo suas proliferação e/ou actividade metabólica.

A lactulose e a maioria de fibras solúveis encontram estes critérios e são consideradas prebiotics. Um outro grupo de prebiotics é inulina-como o prebiotics. Estes oligosaccharides (igualmente chamados inulina-como fructans) incluem a inulina, os fructo-oligosaccharides (FOS), e os galactooligosaccharides (GOS).

Em um artigo de revisão 2012, o jornal 3 Biotech indicou que “a introdução de compostos funcionais como o prebiotics na dieta parece ser uma alternativa atractiva para melhorar a qualidade de vida montada com obesidade, cancro, hipersensibilidade, doenças vasculares, e doenças degenerativos.” Os exemplos das fontes do alimento ricas no prebiotics são raiz de chicória, farelo das cebolas, da farinha de aveia, de trigo, verdes do aspargo, de dente-de-leão, tupinambo, bananas, cevada, e maçãs.

Raiz de chicória

A raiz de chicória é uma fonte extraordinária de inulina prebiotic da fibra. A inulina promove as bactérias do intestino, que ajuda à digestão e reduz a constipação. As raizes de chicória foram relatadas para induzir o hypocholesterolemia, protegê-lo contra dano hepatocelular e para inibir o peroxidation do lipido. Igualmente tem um efeito antihyperglycemic, regula o apetite e o metabolismo do hidrato de carbono e de lipido.

Raizes secas de flores da chicória e do cichorium. Crédito de imagem: Estúdio/Shutterstock de Nata
Raizes secas de flores da chicória e do cichorium. Crédito de imagem: Estúdio/Shutterstock de Nata

Cebolas

As cebolas imune-estão impulsionando os alimentos ricos nos fructans. Consistem na inulina e no FOS, que reforçam a flora digestiva e a ajudam com divisão gorda. As cebolas cruas igualmente contêm o cromo. Isto impulsiona a produção da insulina, a vitamina C, e a quercetina, que luta fora radicais livres.  As cebolas são acreditadas ter propriedades anticancerosas e antibióticas e podem provar benéfico nas doenças cardíacas.

Farinha de aveia

A aveia inteira é rica em fibras do beta-glucan e no amido resistente, e é uma grande fonte de prebiotics. A aveia aumenta as bactérias saudáveis do intestino, que melhora a digestão total. Igualmente abaixam os níveis de colesterol de LDL e estabilizam níveis da glicemia. Peso do controle da ajuda da aveia promovendo a saciedade.

Farelo de trigo

O farelo de trigo contem arabinoxylan-oligosaccharides (AXOS), que induz o efeito prebiotic. A fibra de AXOS modula a fermentação intestinal e propriedades gastrintestinais totais em seres humanos saudáveis. O consumo do farelo de trigo foi associado com um aumento nos níveis fecais do bifidobacteria, que ajudam em melhorar a digestão e em reforçar o sistema imunitário.

Aspargo

O aspargo é uma grande fonte de inulina e promove o crescimento das bactérias saudáveis no intestino. O aspargo tem uma capacidade radical forte da limpeza e daqui pôde ser usado para diminuir radicais no corpo e para impedir conseqüentemente determinados cancros, assim como envelhecimento.

Verdes de dente-de-leão

Flora do intestino do apoio dos verdes de dente-de-leão como contem os componentes, tais como a inulina que actuam como um prebiotic. O dente-de-leão igualmente tem as actividades antioxidantes e anti-inflamatórios que conduzem aos efeitos biológicos diversos. Os estudos mostraram-nos para possuir a lipido-redução e actividades anticancerosas demasiado.

Um grupo de verdes de dente-de-leão frescos. Crédito de imagem: Andris Tkacenko/Shutterstock
Um grupo de verdes de dente-de-leão frescos. Crédito de imagem: Andris Tkacenko/Shutterstock

Tupinambo

Sabido popular como o sunroot ou o sunchoke, o tupinambo tem o índice impressionante da fibra e foi associado com as populações aumentadas de Bifidobacterium nos dois pontos. Os estudos igualmente mostraram-no para ter um uso potencial na prevenção do tipo - diabetes 2 e infecção hepática gorda não alcoólica.  O efeito positivo no perfil do lipido e na tolerância da glicose pode ser atribuído a seu índice da inulina.

Tupinambo. Crédito de imagem: Valentyn Volkov/Shutterstock
Tupinambo. Crédito de imagem: Valentyn Volkov/Shutterstock

Bananas

As bananas são embaladas com uma grande variedade de vitaminas, de minerais, de fibra, e de prebiotics. A variedade ligeira verde de bananas contem a concentração a mais alta de amido e de prebiotics resistentes, que impulsionam as bactérias saudáveis e a ajuda do intestino para obter livradas da inchação.

Cevada

A cevada é um cereal com níveis altos do β-glucan, que impulsionam os níveis de bactérias benéficas em nosso intestino. os β-glucans foram provados igualmente possuir propriedades demodulação e efeitos benéficos na obesidade, em doenças cardiovasculares, em diabetes, e em níveis de colesterol.

Maçãs

O efeito prebiotic das maçãs é devido à pectina, que é benéfica para a revelação de processos fermentative no grande intestino.

O índice alto de compostos fenólicos em cascas da maçã faz-lhes uma fonte valiosa dos antioxidantes. Consumo regular de umas ou várias maçãs que um dia pode ajudar a reduzir o risco de pulmão e de cancro do cólon.

Fontes

[Leitura adicional: Prebiotics]

Last Updated: Oct 21, 2018

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    NM, Ratan. (2018, October 21). Alimentos que contêm Prebiotics. News-Medical. Retrieved on July 22, 2019 from https://www.news-medical.net/health/Foods-That-Contain-Prebiotics.aspx.

  • MLA

    NM, Ratan. "Alimentos que contêm Prebiotics". News-Medical. 22 July 2019. <https://www.news-medical.net/health/Foods-That-Contain-Prebiotics.aspx>.

  • Chicago

    NM, Ratan. "Alimentos que contêm Prebiotics". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Foods-That-Contain-Prebiotics.aspx. (accessed July 22, 2019).

  • Harvard

    NM, Ratan. 2018. Alimentos que contêm Prebiotics. News-Medical, viewed 22 July 2019, https://www.news-medical.net/health/Foods-That-Contain-Prebiotics.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post