A distrofia de Fuchs

A distrofia de Fuchs é uma doença progressiva da córnea, que é a abóbada clara, redonda que cobre a íris e o aluno do olho. A córnea joga um papel chave na visão, porque ajuda a focalizar a luz no olho para permitir a visão afiada clara.

Os indivíduos afetados distrofia por Fuchs' têm menos pilhas endothelial na camada interna da córnea do que o normal. Estas pilhas são importantes processar a água na estrutura celular da córnea.

Em conseqüência, os povos com absorção inadequada da experiência de distrofia de Fuchs' deste líquido, e lá podem ser um acúmulo da água. Isto conduz eventualmente ao engrossamento e à inflamação do tecido córneo, que pode afectar a visão. A membrana de Descemet, que envolve as conseqüências conhecidas como o guttata na camada secundário-endothelial da pilha, é igualmente evidente nos indivíduos com distrofia de Fuchs'.

Causas

A causa preliminar distrofia de Fuchs' é hereditária, com a herança de uma mutação genética. Esta susceptibilidade genética faz com que o número de pilhas endothelial córneas diminua, assim reduzindo sua capacidade para processar a água.

Segue um teste padrão dominante autosomal da herança, assim que significa que somente um pai precisa de ser um portador do gene para que uma criança tenha uma possibilidade de herdar a doença. Se um pai é afectado doença por Fuchs', cada criança terá uma possibilidade de 50% de herdar a mutação genética e a doença.

Contudo, alguns indivíduos sem uns antecedentes familiares a distrofia de Fuchs' podem igualmente ser afetados, que sugere que outros factores possam igualmente ser envolvidos em causar a circunstância.

Progressão da doença

Nas fases iniciais da doença, os pacientes não podem observar sintomas particulares. Pode haver algum inchamento da córnea que afecta a visão um tanto, que é mais ruim na manhã mas a melhora ao longo do dia.

Os sintomas distrofia de Fuchs' variam frequentemente na intensidade de acordo com a umidade no ar. Enquanto os sintomas são ligados ao acúmulo fluido na córnea, tendem a melhorar em climas secos e a agravar-se em dias chuvosos.

Ao longo do tempo, as mudanças às pilhas córneas têm o potencial causar os distúrbios visuais que cessam de se tornar intermitentes e estão constantemente actuais. Isto é devido à revelação do tecido da cicatriz, que pode conduzir à cegueira. Esta progressão ocorre frequentemente gradualmente sobre várias décadas. Em alguns casos, um procedimento cirúrgico é exigido para remover o tecido da cicatriz e para melhorar a visão.

Gestão

O tratamento distrofia de Fuchs' depende da progressão da condição e da severidade dos sintomas na altura do diagnóstico.

Para os pacientes diagnosticados nas fases iniciais da doença, as nomeações anuais do controle são geralmente suficientes para monitorar a progressão e fazer intervenções adequadas, se for necessário. Os pacientes diagnosticados nos estados avançados de doença já têm algumas mudanças na visão. Exigem geralmente uns controles mais freqüentes e regimes de tratamento complexos.

Porque não é possível curar a doença, o tratamento da circunstância centra-se sobre a gestão sintomático de mudanças e da dor visuais. Isto pode incluir a coleção do líquido ou do uso de pomadas médicas, gotas ou lentes de contacto aplicadas aos olhos. Em casos severos, um procedimento cirúrgico tal como uma transplantação córnea pode ser recomendado.

Referências

[Leitura adicional: A distrofia de Fuchs]

Last Updated: Feb 26, 2019

Yolanda Smith

Written by

Yolanda Smith

Yolanda graduated with a Bachelor of Pharmacy at the University of South Australia and has experience working in both Australia and Italy. She is passionate about how medicine, diet and lifestyle affect our health and enjoys helping people understand this. In her spare time she loves to explore the world and learn about new cultures and languages.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Smith, Yolanda. (2019, February 26). A distrofia de Fuchs. News-Medical. Retrieved on August 25, 2019 from https://www.news-medical.net/health/Fuchs-Dystrophy.aspx.

  • MLA

    Smith, Yolanda. "A distrofia de Fuchs". News-Medical. 25 August 2019. <https://www.news-medical.net/health/Fuchs-Dystrophy.aspx>.

  • Chicago

    Smith, Yolanda. "A distrofia de Fuchs". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Fuchs-Dystrophy.aspx. (accessed August 25, 2019).

  • Harvard

    Smith, Yolanda. 2019. A distrofia de Fuchs. News-Medical, viewed 25 August 2019, https://www.news-medical.net/health/Fuchs-Dystrophy.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post