História da doença de transmissão sexual

As doenças de transmissão sexual (STD) foram sabidas à humanidade há séculos. Antes do advento da medicina moderna, a falta do pessoa da consciência e a compreensão dos STD contribuíram à transmissão difundida das infecções quando poucas ou nenhum tratamento estavam disponíveis para tratar as circunstâncias.

Em épocas medievais, a sífilis e a gonorréia eram dois dos STD os mais predominantes em Europa. Uma teoria sugere que a sífilis esteja espalhada pelos membros de grupo que pegararam a doença nas viagens conduzidas por Cristóvão Colombo. Forem pensados para estar com a sífilis contratante quando nos Americas e para tê-la espalhado então em seu retorno ao entrar em portas em Europa. Os marinheiros são igualmente provavelmente responsáveis para a propagação da gonorréia de Tahiti a Nova Zelândia durante as viagens do cozinheiro.

Alguns STD podem ter conseqüências severas, vida-em mudança; a sífilis, por exemplo, pode eventualmente causar a destruição progressiva do cérebro e a medula espinal, conduzindo à deficiência orgânica e alucinação mentais, problemas do discurso e paralisia geral.

Tratamento sobre os séculos

Nos 18os e 19os séculos, o mercúrio, o arsênico e o enxofre eram de uso geral tratar a doença venéreo, que conduziu frequentemente aos efeitos secundários sérios e muitos povos morreram do envenenamento de mercúrio. O tratamento eficaz primeiramente conhecido para a sífilis chamou salvarsan ou o arsphenamine foi introduzido em 1910.

No século XX, o advento da penicilina e outros antibióticos conduziram a uma cura eficaz de STD bacterianos. Isto conduziu ao público que percebe as doenças como menos de uma ameaça e de uma conduta promíscuo continuou. No final do século XX, a transmissão de STD virais tais como o VIH e a herpes elevararam, as infecções que não são curáveis e em alguns casos não podem ser fatais.

Tratamento de hospital de doenças venéreos

Devido ao estigma anexado aos STD, pessoa hesitaria frequentemente procurar a ajuda quando a doença estava em suas fases iniciais, ao continuar a transmitir a infecção aos sócios sexuais confiantes. Em 1746, no hospital de fechamento de Londres, o primeiro tratamento para a doença venéreo foi feito disponível para aqueles que procuraram a ajuda.

Na segunda metade do século XIX, o acto das doenças contagiosos foi passado a fim prender e para tratar suspeitou prostituta.

Sócios sexuais de seguimento com STD

Realizava-se no de finais do século dezanove e no início do século XX que a importância de seguir os sócios sexuais de uma pessoa contaminada com um STD foi reconhecida. Logo, as clínicas de saúde sexuais estabeleceram-se para identificar e tratar indivíduos com os STD e seus sócios, para impedir a propagação na população geral.

Um outro problema grave que elevarasse era um aumento na actividade sexual adolescente nos mediados do século XIX. Isto conduziu a infecção difundida entre uns grupos de idade mais novos e igualmente mudou os fabricantes de política dos cuidados médicos da maneira tentados aumentar a consciência com as campanhas.

Fontes

  1. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23007208
  2. http://www.faqs.org/childhood/Th-W/Venereal-Disease.html
  3. http://www.evolve360.co.uk/Data/10/Docs/10/10Plumb.pdf
  4. http://www.nhs.uk/conditions/Sexually-transmitted-infections/Pages/Introduction.aspx

[Leitura adicional: Doença de transmissão sexual (STD)]

Last Updated: Aug 23, 2018

Ananya Mandal

Written by

Ananya Mandal

Ananya is a doctor by profession, lecturer by vocation and a medical writer by passion. She specialized in Clinical Pharmacology after her bachelor's (MBBS). For her, health communication is not just writing complicated reviews for professionals but making medical knowledge understandable and available to the general public as well.

Advertisement

Comments

  1. John Carter John Carter Canada says:

    Native Americans died by a common cold by Europeans and you think they will live while infected by an STD? You are out of your mind, there is no proof of this. Do your research.

    • Sjoerd Knobben Sjoerd Knobben Netherlands says:

      your logic is invalid. It was/were "COMMON" virus(es) for europeans, so their immune systems were capable of defending itself. It doesnt mean it was a simple and harmless virus and will be destructive to a immune system that has no similar experience. I don't know about proof, but it's plausible, that this STD originates from native Americans. Not all NA died + you can give the STD in the incubation period of the 'cold' virus.

  2. John Carter John Carter Canada says:

    Our non-human ancestors had STIs. Animals have STIs. Insects have STIs. You can pick up chlamydia from animals like horses and birds (just by handling them, not by having sex with them). Syphilis evolved in sheep and made the jump to humans. HIV is a mutation of a monkey disease, simian immunodeficiency virus, that jumped to humans when hunters hunting monkeys for meat (yes, that's a thing people do) came in contact with the blood of infected monkeys. syphilis is from sheep Native Americans didn't own or Farm Sheep. That would be in the middle East or India.)

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post