Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Anestesia local

A perda localizada de sensação com redução resultante em estímulos da dor é o resultado final da anestesia local. Este modo de anestesia é considerado ser mais seguro do que a anestesia geral, porque contorneia (isto é) os efeitos corpo-largos sistemáticos considerados com anestesia geral, tal como uma perda de consciência e de alterações hemodynamic.

A anestesia local, como um mecanismo da acção, inibe os nervos na pergunta de passar seus sinais ao sistema nervoso central. Quando os pacientes não sentirem a dor na área durante um procedimento cirúrgico, podem ainda ter a sensação do movimento ou da alguma pressão.

Ferida da dilaceração que injeta anestésicos locais. Crédito de imagem: Anukool Manoton/Shutterstock
Ferida da dilaceração que injeta anestésicos locais. Crédito de imagem: Anukool Manoton/Shutterstock

Classificação

Os anestésicos locais são classificados em dois grupos principais baseados na estrutura química da corrente intermediária: um que é um grupo de amido e outro ser um grupo do éster. Este tipo de classificação baseado em uma diferença na estrutura é clìnica útil, porque ajuda a prever a resposta alérgica potencial, assim como o caminho por que o anestésico é esperado ser metabolizado.

Os anestésicos locais do amido são metabolizados geralmente pelas enzimas microsomal que são encontradas dentro do fígado, especialmente, as enzimas microsomal do citocromo P-450. Ao contrário, os anestésicos locais do éster são metabolizados pelas enzimas do plasma conhecidas como pseudocholinesterases, em um processo chamado hidrólise. Os defeitos no sistema da hidrólise do pseudocholinesterase conduzem a uma incapacidade cancelar anestésicos locais do éster do corpo. Igualmente, a patologia do fígado diminui o afastamento de anestésicos do local do amido. Conseqüentemente, uma ou outra categoria de anestésicos locais deve ser evitada nas situações onde são prováveis se acumular no corpo e produzir efeitos tóxicos.  

Propriedades

Geralmente um anestésico local toma apenas algumas actas para produzir o início da dormência ou a perda de sentimento. A sensação completa retorna algumas horas mais tarde, depois que o anestésico veste fora. A potência de um anestésico local é pela maior parte dependente de sua solubilidade do lipido, que é determinada por seu anel aromático assim como pelas substituições dos grupos anexados a sua amina terciária. Esta amina terciária e o anel aromático, junto com a corrente intermediária do amido ou do éster, constituem os três componentes moleculars principais na estrutura de um anestésico local.

A solubilidade do lipido determina não somente a potência do anestésico local, mas igualmente estabelece a velocidade do início. Quando a maior solubilidade do lipido dever teòrica significar um início mais rápido da anestesia devido a uma difusão mais rápida, parece que diversos outros factores jogam um papel. Isto é porque in vitro os estudos podem ter resultados diferentes daqueles obtidos pela pesquisa clínica, pela maior parte devido à interferência de muitos factores biológicos que estão no trabalho em um ambiente vivo. Assim em encenações clínicas reais, a maior solubilidade do lipido retarda o início da anestesia local. Contudo desta observação, o número total de moléculas lipido-solúveis no anestésico local é uma causa determinante crucial do início anestésico, e deve ser maior do que o número de suas contrapartes solúveis em água.

Efeitos secundários

É importante notar que alguma dor está sentida geralmente quando o anestésico local está sendo injectado. Os pacientes podem experimentar esta dor em conseqüência da técnica usada ao injetar o agente. Os pacientes sensíveis podem igualmente desenvolver uma reacção alérgica ao anestésico local. Adicionalmente, um hematoma pode formar em alguns casos. Há igualmente o risco para a infecção e a dilaceração do nervo no local, mas estas são felizmente ocorrências raras.

Se os anestésicos locais são injectados inadvertidamente em um vaso sanguíneo ou dados em doses excessivas, a toxicidade sistemática pode ocorrer. Estes efeitos são manifestados como o sistema nervoso central e insanidades cardiovasculares, tais como relatórios da soada nas orelhas, na náusea, no vômito, no gosto metálico na boca, na depressão respiratória, nas alucinação e nas apreensões.

Referências

Further Reading

Last Updated: Feb 26, 2019

Dr. Damien Jonas Wilson

Written by

Dr. Damien Jonas Wilson

Dr. Damien Jonas Wilson is a medical doctor from St. Martin in the Carribean. He was awarded his Medical Degree (MD) from the University of Zagreb Teaching Hospital. His training in general medicine and surgery compliments his degree in biomolecular engineering (BASc.Eng.) from Utrecht, the Netherlands. During this degree, he completed a dissertation in the field of oncology at the Harvard Medical School/ Massachusetts General Hospital. Dr. Wilson currently works in the UK as a medical practitioner.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Wilson, Damien Jonas. (2019, February 26). Anestesia local. News-Medical. Retrieved on May 17, 2021 from https://www.news-medical.net/health/Local-Anesthesia.aspx.

  • MLA

    Wilson, Damien Jonas. "Anestesia local". News-Medical. 17 May 2021. <https://www.news-medical.net/health/Local-Anesthesia.aspx>.

  • Chicago

    Wilson, Damien Jonas. "Anestesia local". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Local-Anesthesia.aspx. (accessed May 17, 2021).

  • Harvard

    Wilson, Damien Jonas. 2019. Anestesia local. News-Medical, viewed 17 May 2021, https://www.news-medical.net/health/Local-Anesthesia.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.