Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Aproximações novas para lutar ácaros de Demodex

By Keynote ContributorBy Dr. Kathryn Najafi-Tagol, MDFounder and Medical Director of the Eye Institute of Marin

Pelo Dr. Kathryn Najafi-Tagol, DM, fundador e director médico do instituto do olho de Marín

Os ácaros de Demodex são um dos problemas os mais desafiantes que os oftalmologista e os optometristas enfrentam no cuidado rotineiro de seus pacientes.

© Kalcutta/Shutterstock.com

Estes ácaros são os parasita microscópicos que vivem nas pálpebras e nas outras partes da face. Uma das duas espécies, folliculorum de Demodex, enterra-se face para baixo perto das raizes das pestanas. Usa um órgão sete-agarrado (um “palpus ") para agarrar a posse das pilhas. Então deleita-se nas pilhas que alinham o folículo, sugando para fora seu innards com uma agulha retráctil no meio de uma boca redonda.

O material que waste o produto dos ácaros se acumula como restos nas pálpebras e se causa a inflamação.

Além, o folliculorum do D. leva tipicamente o estafilococo e o bacilo bactérias do oleronius.

© Kalcutta/Shutterstock.com

A combinação de ácaros e de bactérias causa a blefarite, uma circunstância sofrida por mais de 20 milhão americanos, onde os olhos se tornam vermelhos, irritado e doloroso, e os restos duros acumulam-se nos olhos.

Entrementes, a outra espécie, Demodex brevis, tocas na glândula meibomian a alimentar, frequentemente obstruindo acima desta glândula crucial. A glândula produz uma substância oleosa que seja necessária para manter rasgos da evaporação. Em conseqüência, os ácaros brevis do D. são associados com a doença de glândula meibomian, igualmente conhecida como o olho seco.

Estes parasita são comuns. Um estudo encontrou-os em 25% dos 20 anos de idade, em 30% dos 50 anos de idade e em 100% anos mais velhos dos pacientes em uns de 90 velhos.

Meus próprios pacientes são horrorizados geralmente quando eu lhes digo que há os parasita minúsculos, que são parentes dos tiquetaques, aranhas, e escorpião, se deleitando em pilhas em torno de seus olhos.

Assim como podemos nós lutar estes parasita? Há diversas aproximações, que podem ser combinadas para atacar os ácaros em partes dianteiras múltiplas:

Petróleo da árvore do chá

Em concentrações altas, o petróleo da árvore do chá é um assassino poderoso de ácaros de Demodex. O problema é que as soluções do petróleo 100% do chá, ou outras concentrações altas, são muito irritantes ao olho. Tão uma aproximação é limpar completamente as pestanas e as sobrancelhas com uma solução diluída de árvore do chá lubrificam, 5% a 50%. Nós podemos igualmente primeiramente usar um eyedrop anestésico para diminuir a irritação do petróleo da árvore do chá.

Em um estudo, uma limpeza diária da tampa com uma solução de 5% de petróleo da árvore do chá reduziu os números de ácaros e o itchiness percebido do eyes.3 até recentemente, petróleo da árvore do chá era o método principal de manter os ácaros na verificação.

Antibióticos & esteróides

Uma pomada esteróide antibiótica pode ajudar a impedir que os ácaros se movam. Pode mesmo sufocá-los. A combinação de antibióticos e de esteróides é igualmente um tratamento padrão para a blefarite. O esteróide reduz a inflamação, que é causada pelos ácaros, as bactérias, e os tratamentos como a árvore do chá lubrificam limpezas. Além, o antibiótico ajuda o controle as bactérias.

O problema com esta aproximação é que os esteróides podem agravar a glaucoma, quando o uso crônico dos antibióticos puder conduzir à revelação das bactérias que são resistentes aos antibióticos.

Ácido Hypochlorous

O ácido Hypochlorous (HOCl) é uma substância natural produzida pelos glóbulos brancos como uma primeira defesa contra invasores microbianos. Suas propriedades antimicrobiais foram reconhecidas mais de 100 anos há, quando as soluções que contêm HOCl foram usadas para combater infecções nas feridas dos soldados feridos em WWI.

Somente recentemente, contudo, tem-no sido possível para fabricar uma versão estável, pura de HOCl. HOCl tem propriedades antimicrobiais poderosos. Os estudos de laboratório mostram que mata eficazmente o formulário da ninfa dos ácaros de Demodex, assim como o bacilo oleronius e estafilococo - as bactérias áureas que vivo nas pálpebras e que são encontradas dentro do intestino de Demodex. Além, HOCl igualmente neutraliza as toxinas inflamatórios liberadas por ácaros e por bactérias.

Além disso, ao contrário do petróleo da árvore do chá, HOCl é completamente não-tóxico e não-irritante.

© Nyrelle Hawkins/Shutterstock.com

Higiene home

Tratar os olhos e as pálpebras pode trazer o relevo rápido aos pacientes, muitos de quem sofreram dos ácaros de Demodex, da blefarite, ou do olho seco por anos.

Mas há igualmente pisa pacientes pode tomar em casa para reduzir mais o problema. Eu recomendo lavar folhas e fronha de almofada na água quente e na secagem com o ajuste possível o mais quente do secador para matar os ácaros que puderam de outra maneira saltar do fundamento às faces. Em alguns casos, pôde mesmo ajudar a obter descansos novos. Os pacientes puderam igualmente considerar não usar a composição por uma semana, e rejeitar sua composição velha.

Muitos doutores preocupam-se que os pacientes não seguirão com os tratamentos que recomendam. Mas eu encontro que uma vez que eu descrevo aos pacientes como os parasita burrowing em suas pilhas e se estão deleitando em seus corpos, especialmente se eu lhes mostro imagens das criaturas microscópicas, mim obtenho sua atenção e sua cooperação completa. Além, se o tratamento é irritante como produtos petrolíferos da árvore do chá, os pacientes são menos prováveis ser complacentes; contudo, se a terapia sente confortável e faz as pálpebras sentir mais refrescadas, os pacientes são mais prováveis aderir ao regime.

E a boa notícia é que, após anos de ácaros de combate e de tratar a blefarite crônica, as aproximações novas a estão fazendo mais provavelmente que nós podemos finalmente eficazmente controlar estas circunstâncias.

Fontes

Further Reading


Negação: Este artigo não foi sujeitado à revisão paritária e é apresentado como as opiniões pessoais um perito qualificado no assunto de acordo com os termos e condições gerais do uso do Web site de News-Medical.Net.

Last Updated: Jun 25, 2019

Comments

  1. Linda Haghgoo Linda Haghgoo United States says:

    Wash your face as soon as possible when you wake up because they retreat into us when light hits them. I use Kirk's coconut soap

  2. Helen Turner Helen Turner United States says:

    Anyone have an idea what to do with our cloth stuffed recliners we use to take naps in the afternoon? The article suggest throwing pillows away.

  3. HRFNEMDW 3JNK4REDMF HRFNEMDW 3JNK4REDMF United States says:

    THIS IS A LIE!!! ALMOST EVERY PERSON ON EARTH HAS THESE AND THEYRE JUST FUNKY LITTLE MITES!! THEY DONT CARRY BACTERIA, AND THE ONLY HARM THEY CAN DO IS OVERPOPULATION IN LOW IMMUNE SYSTEMS WHICH CAUSES A RASH >Frown DO NOT SLANDER MY FRIENDS!! THE MITES ARE SO CUTE AND PGOGERS

  4. Ingrid Tarien Ingrid Tarien United States says:

    Good article. A few questions and comments for clarification:
    1. The mites have no anus and they eventually deteriorate or rupture after their 2 week lifespan (releasing whatever has been building up inside them). (There is reference to “the waste material that mites produce” but they don’t actually produce waste in the sense that they can’t poop, not having an anus. Maybe the reference is to what they have stored up inside them that gets released when they break down/rupture after death).
    2. I’ve read males outnumber females by 4-5x. They come out only at night (thus washing in daytime would have limited effect?). Nothing really reaches them inside the follicle and inside the pores as far as I understand. Can you elaborate on this detail please?
    3. They mate at night near the surface of the skin and the female heads back down to eventually lay about 20 eggs. An army of 20 from any one mite missed is a big threat. Would be great to keep them from mating.
    4. It seems that to be really effective, washing and treating should take place at night (away from light). I don’t know if such simple organisms have any rhythms that tell them what time is appropriate other than sensing bright light (if you cover an eye with a tightly fitting dark cup at noon, will they think it is night?)
    5. Does mineral (or other) oil clog their respiration and kill them? Little is written on Demodex from a phylogenetic perspective. I assume they respire somewhat like termites do, from openings in the sides of their body. If so, they should be capable of being suffocated by such - but reaching them/finding access to them doesn’t seem at all easy (they’re not on top of the skin; when we wash, we wash right over where they reside in the pores).
    6. Don’t know what they are made of (chitin exoskeleton?). With regard to using hot water and hot drying cycle, don’t they expire under water when detergent/soap is added (not pure water, as fleas also walk right off the water - the soap would break the surface tension of water and take them down). I don’t see how they could survive a wash cycle. Seems all air pockets would be pretty much gone in fabrics.
    7. With “jumping” from bedding to face - aren’t these extremely slow crawling .3 mm creatures who only move a very short distance in an hour. They don’t have the ability to “jump,” right? The word may be have been used figuratively.
    8. If they only live about 2 weeks, I imagine they don’t survive in the environment (and certainly can’t mate) - so the environment doesn’t seem like much of a threat unless you’re burying your face in something or using hands in a sloppy way (we don’t want them anywhere, but they’re still ubiquitous on humans). And humans only - they are not transmitted to/from pets (dogs and cats have their own species). I don’t know if they can survive harmlessly on another host long enough to live out their short life, but they would not be able to mate and make more (just like if they were on carpet)

    • Helen Cochems Helen Cochems United States says:

      Hello.  I would sure like to learn more about DIY treatments for scalp mites.  Your post provided useful clarification in many areas.  I especially like your use of the term phylogenetic perspective, which is new to me, and will help me in my search.  Thank you very much.

  5. agauerm agauerm Brazil says:

    Seriously, this is like trying to keep ice dry using a towel every couple of seconds. You will never get rid of this mite if every human being on earth has them and they are spread everywhere...

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.