Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Medicina personalizada - desafios para a indústria

A popularidade da medicina personalizada está aumentando dramàtica, melhorando a eficiência dos tratamentos e o prognóstico dos pacientes.

Teste do ADN em um laboratório científico. Pesquisa do genoma usando métodos modernos da biotecnologia. Crédito de imagem: Sergei Drozd/Shutterstock
Teste do ADN em um laboratório científico. Pesquisa do genoma usando métodos modernos da biotecnologia. Crédito de imagem: Sergei Drozd/Shutterstock

Cada paciente é original, e conseqüentemente de “os ajustes um tamanho toda a” aproximação usada tipicamente dentro dos cuidados médicos não são sempre eficazes. Conseqüentemente, a medicina personalizada utiliza a análise genética para guiar e melhorar as práticas médicas, fazendo os tratamentos, o diagnóstico e a prevenção altamente específicos a cada paciente.

Há muitos usos da medicina personalizada dentro dos cuidados médicos. Por exemplo, os pacientes que são sem resposta aos tratamentos tradicionais podem ser drogas mais específicas e mais eficazes prescritas. Adicionalmente, através da criação de perfis da susceptibilidade, as doenças futuras possíveis podem ser identificadas, que permite a acção preventiva. As ajudas personalizadas da medicina igualmente diagnosticam pacientes em uma maneira altamente específica, permitindo uma terapia mais eficaz e mais visada.

Contudo, apesar de muitas vantagens da medicina personalizada, há as edições numerosas que começaram elevarar, uns problemas éticos, legais e sociais incluir. Este artigo aponta destacar algumas das edições as mais importantes que a indústria precisará de enfrentar antes que a medicina personalizada se torne mais popular.

Questões legais: Direitos de propriedade intelectual e estruturas reguladoras

Os direitos de propriedade intelectual asseguram-se de que o indivíduo que tem primeiramente uma ideia tenha os direitos exclusivos dos desenvolver, isto incluem direitos reservados, patentes e marcas registradas. Contudo, com a revelação da tecnologia genética, estes direitos terão que ser feitos nova avaliação. Por exemplo, alguns argumentem aquele que patenteia seqüências do ADN podem ter uma influência negativa em cima da pesquisa e retardar o processo de revelação total.

Adicionalmente, outros tema que precisam de ser feitos nova avaliação são as estruturas reguladoras. Estes são exigidos para assegurar-se de que o padrão do teste genético e da pesquisa esteja mantido em um padrão alto e seguro, porém as estruturas actuais não podem ser aplicadas à medicina personalizada.

Edições éticas e sociais: Segredo e privacidade dos pacientes

Um tema importante dentro do campo da medicina personalizada é as éticas que cercam a informação paciente.

Em primeiro lugar, há muitos interesses éticos em relação à descoberta incidental da doença. Enquanto um paciente está sendo seleccionado para uma doença, a presença de uma outra doença vida-em mudança pode ser identificada. Esta é particularmente uma edição se não há nenhuma opção disponível do tratamento, porque o prognóstico do paciente não está melhorado durante este processo. Descobrir que você tem uma doença pode igualmente ter um impacto psicológico muito sério nos pacientes, conduzindo a umas edições éticas mais adicionais.

Uma edição secundária é a ocorrência dos falsos positivos, que ocorrem quando os factores genéticos estão interpretados incorrectamente e um paciente está encontrado para ter uma circunstância que não fazem realmente. Isto pode conduzir a uma pletora de edições éticas e médicas. Estes incluem, não somente efeitos psicológicos negativos, mas igualmente a aplicação dos tratamentos impróprios, que podem ter um efeito prejudicial no paciente e uma despesa unrequired em cima dos cuidados médicos.

A edição seguinte é os direitos de membros da família relacionados. Porque as doenças genéticas são hereditárias e a intervenção adiantada pode impedir a revelação da circunstância, algumas argumentem que a família deve ser informado se são em risco. Contudo, actualmente seria a escolha do paciente se dizer sua família ou não.

Outros tema que devem ser confrontados são a estigmatização dos indivíduos com determinadas doenças. Se os dados genéticos do paciente foram escapados, muitas edições podem ser apresentadas. Por exemplo, uso impróprio desta informação pelas companhias de seguros, que não podem oferecer políticas a determinados indivíduos com doenças genéticas. Adicionalmente, esta informação pode igualmente ser usada pelos empregadores, que não podem empregar alguém baseado em sua doença genética. Isto destaca conseqüentemente a importância da segurança e do segredo da informação genética.

Educação e assistência genética

Outros tema são a exigência aumentada da assistência genética. A fim certificar-se de que os pacientes são plenamente conscientes de suas opções e do significado de seus resultados genéticos, aconselhando será exigida. A educação de outros membros do pessoal será exigida igualmente, assegurando-se de que compreendam os testes genéticos que estão disponíveis. Totais, os cientistas dentro dos laboratórios de pesquisa precisam de trabalhar com doutores, e os conselheiros genéticos para assegurar-se de que os pacientes recebam o cuidado e o conselho melhores possível.

Referências

Further Reading

Last Updated: Feb 27, 2019

Hannah Simmons

Written by

Hannah Simmons

Hannah is a medical and life sciences writer with a Master of Science (M.Sc.) degree from Lancaster University, UK. Before becoming a writer, Hannah's research focussed on the discovery of biomarkers for Alzheimer's and Parkinson's disease. She also worked to further elucidate the biological pathways involved in these diseases. Outside of her work, Hannah enjoys swimming, taking her dog for a walk and travelling the world.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Simmons, Hannah. (2019, February 27). Medicina personalizada - desafios para a indústria. News-Medical. Retrieved on September 21, 2020 from https://www.news-medical.net/health/Personalized-Medicine-Challenges-for-Industry.aspx.

  • MLA

    Simmons, Hannah. "Medicina personalizada - desafios para a indústria". News-Medical. 21 September 2020. <https://www.news-medical.net/health/Personalized-Medicine-Challenges-for-Industry.aspx>.

  • Chicago

    Simmons, Hannah. "Medicina personalizada - desafios para a indústria". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Personalized-Medicine-Challenges-for-Industry.aspx. (accessed September 21, 2020).

  • Harvard

    Simmons, Hannah. 2019. Medicina personalizada - desafios para a indústria. News-Medical, viewed 21 September 2020, https://www.news-medical.net/health/Personalized-Medicine-Challenges-for-Industry.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.