Tumores de Phyllodes (PTs) - tumores de Fibroepithelial do peito

Os tumores de Phyllodes (PTs) são os tumores fibroepithelial raros do peito que indicam uma vasta gama de comportamentos biológicos. Esclarecem até 1% de todos os tumores do peito. São chamados “phyllodes,” que significa “folha-como” no grego, devido ao “folha-como” o teste padrão que crescem dentro. Contudo, foram sabidos perto sobre 60 nomes diferentes antes de receber a terminologia oficial do Técnico Especialista de Filial (da Organização Mundial de Saúde).

Os comportamentos biológicos diversos do Técnico Especialista de Filial variam de razoavelmente benigno a agressivo com metástases distantes. Os tumores com as últimas características podem degenerar em uma base histológica às lesões sarcomatous, que são desprovidos do tecido epitelial. O Técnico Especialista de Filial foi sabido previamente como phyllodes do cystosarcoma, mas esta terminologia caiu fora do favor, porque o Técnico Especialista de Filial não é sarcomas verdadeiros por características biológicas ou celulares.   

Epidemiologia

O Técnico Especialista de Filial ocorre predominante nas mulheres que estão entre as quartas e sextas décadas da vida. Alguns casos são vistos em meninas adolescentes, mas estes são raros. A incidência máxima ocorre em torno da idade de 45, no período perimenopausal.

Alguns dados sugerem que a categoria do tumor aumente com a idade média na altura do diagnóstico. Determinados estudos relatam uma incidência mais alta em brancos latino-americanos, em contraste com asiáticos, pretos e outros brancos.

Estes tumores são extremamente raros nos homens, mas os relatórios do caso existem. São associados tipicamente com o gynecomastia (isto é, a ampliação dos peitos em um homem, devido a um desequilíbrio hormonal).  

Patofisiologia

Em contraste com carcinomas do peito, o Técnico Especialista de Filial tende a originar fora dos lóbulo e dos canais do peito, e dentro do tecido conjuntivo do peito. Este tecido conjuntivo, igualmente conhecido como o estroma, é o componente do peito que consiste no tecido fibroso e gordo, dentro de que o peito canaliza, lóbulo e as embarcações são encontradas. O Técnico Especialista de Filial contem na maior parte pilhas stromal. Contudo, as pilhas ductal e lobular podem igualmente ser encontradas. A etiologia do Técnico Especialista de Filial é compreendida deficientemente, mas a maioria de pacientes actuais clìnica com uma massa do peito que seja indolor e ràpida crescente.

A textura do Técnico Especialista de Filial é lisa, delimitado agudamente e livremente móvel. Estes tumores tendem a ser até 5 cm em média, mas podem vir diversas vezes este tamanho. Os estudos relatam que até 90% destes tumores são benignos, mas ao redor 10 a 15% deles são malignos.

Quando os tumores benignos não se reproduzirem por metástese aos locais distantes, tendem a crescer muito agressivelmente e podem retornar localmente. Suas contrapartes malignos comportam-se como sarcomas e reproduzem-se por metástese através do sangue. Os pulmões são o local o mais comum da metástase. Outras áreas da propagação incluem o coração, o esqueleto e o fígado. A maioria de pacientes com metástase não podem ser curados. A taxa de sobrevivência para tais pacientes é muito baixa quando são continuados por três anos desde o início de tratamento.  

Diagnóstico e tratamento

A mamografia, a biópsia da agulha do núcleo, a aspiração fina da agulha, o ultra-som, a ressonância magnética e a cor Doppler são algumas modalidades que podem ser usadas para diagnosticar estes tumores. Os tumores que são benignos com margens bem definidas podem cirùrgica ser removidos, junto com uma margem de tecido saudável circunvizinho do peito.

A mastectomia pode ser necessária para o Técnico Especialista de Filial que é muito grande com relação ao tamanho do peito. Os tumores que têm espalhado já a outros locais são tratados com a quimioterapia. Sua tendência retornar significa que os pacientes que foram necessidade tratada de ser continuado pròxima com testes freqüentes do exame e da imagem lactente dos peitos.

Referências

[Leitura adicional: Tumores de Phyllodes]

Last Updated: Feb 27, 2019

Dr. Damien Jonas Wilson

Written by

Dr. Damien Jonas Wilson

Dr. Damien Jonas Wilson is a medical doctor from St. Martin in the Carribean. He was awarded his Medical Degree (MD) from the University of Zagreb Teaching Hospital. His training in general medicine and surgery compliments his degree in biomolecular engineering (BASc.Eng.) from Utrecht, the Netherlands. During this degree, he completed a dissertation in the field of oncology at the Harvard Medical School/ Massachusetts General Hospital. Dr. Wilson currently works in the UK as a medical practitioner.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Wilson, Damien Jonas. (2019, February 27). Tumores de Phyllodes (PTs) - tumores de Fibroepithelial do peito. News-Medical. Retrieved on July 23, 2019 from https://www.news-medical.net/health/Phyllodes-tumors-(PTs)-Fibroepithelial-Tumors-of-the-Breast.aspx.

  • MLA

    Wilson, Damien Jonas. "Tumores de Phyllodes (PTs) - tumores de Fibroepithelial do peito". News-Medical. 23 July 2019. <https://www.news-medical.net/health/Phyllodes-tumors-(PTs)-Fibroepithelial-Tumors-of-the-Breast.aspx>.

  • Chicago

    Wilson, Damien Jonas. "Tumores de Phyllodes (PTs) - tumores de Fibroepithelial do peito". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Phyllodes-tumors-(PTs)-Fibroepithelial-Tumors-of-the-Breast.aspx. (accessed July 23, 2019).

  • Harvard

    Wilson, Damien Jonas. 2019. Tumores de Phyllodes (PTs) - tumores de Fibroepithelial do peito. News-Medical, viewed 23 July 2019, https://www.news-medical.net/health/Phyllodes-tumors-(PTs)-Fibroepithelial-Tumors-of-the-Breast.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post