Depressão do prisioneiro e baixo humor

A depressão é um problema mental comum que faça uma sensação da pessoa para baixo-hearted e baixa. Os tipos diferentes dos esforços na vida conduzem à revelação da depressão e ao baixo humor nos povos. Para para ser sentenciado à prisão está entre os eventos depressivos os mais fatigantes na vida de um prisioneiro.

Um prisioneiro é uma pessoa que seja realizada legalmente na prisão como a punição para um crime ou ao esperar a experimentação. Este aprisionamento é uma experiência traumático para a pessoa, porque restringe sua liberdade de movimento.

Crédito de imagem: Sakhorn/Shutterstock
Crédito de imagem: Sakhorn/Shutterstock

Impacto psicológico do aprisionamento

Os prisioneiros estão sob o esforço enorme mentalmente e fisicamente, conduzindo às mudanças psicológicas que conduzem à depressão. Os pesquisadores consideram uma prisão como “uma central eléctrica de problemas mentais.” Os prisioneiros já que têm problemas mentais tornam-se mais doentes, e aqueles sem nenhuma doença mental são prováveis desenvolvê-la durante sua estada no aprisionamento.

O aprisionamento pode enorme afectar o pensamento e o comportamento de uma pessoa e causar níveis severos de depressão. Contudo, o impacto psicológico em cada prisioneiro varia com o tempo, a situação, e o lugar. Para algum, a experiência da prisão pode ser amedrontando e de compressão, que toma muitos anos para superar.  A depressão é especialmente provável em um prisioneiro que seja sujeitado à dor, ao medo, e à solidão.

Causas da depressão nos prisioneiros

Alguns dos factores principais que conduzem à ansiedade e, daqui depressão, em um prisioneiro são como segue:

  • Memórias de actos ilegais: Durante seu tempo na prisão, os delinquente tendem a reviver os momentos de seu crime. Isto fá-los sentir culpados e contritos. Constantemente ter estes pensamentos pode conduzir à depressão severa.

  • Prisão: Os prisioneiros são limitados a um espaço restrito, que os faça ansiar para os dias passados na liberdade no mundo exterior. A estada prolongada na prisão pode conduzir à depressão intensa, que persiste mesmo depois sua liberação.

  • Amados o faltas: Os prisioneiros sentem a solidão, porque são isolados sua família e das amadas. Recordam a prisão exterior gastada dias. Estes pensamentos da solidão criam as condições mentais da ansiedade e da depressão.

  • Vida com outros prisioneiros: Viver com outros prisioneiros que podem ser violentos desperta sentimentos sérios da insegurança e do medo na mente do prisioneiro. Vivem com medo do dano a se.

Sintomas da depressão do prisioneiro

O prisioneiro deprimido exibe determinados sintomas que podem incluir:

  • Aflição constantemente em ver a porta da prisão, que faz prisioneiros sentir prendidos

  • O prisioneiro deprimido contrata constantemente no negativo que pensa ou pode mesmo tentar alguns actos negativos, como o escape da prisão

  • Perdem a confiança nse e sentem-na como se puderam perder sua mente e se tornar loucos

  • Experimentam a falta do apetite e a falta do sono no ambiente da prisão

  • As mudanças comportáveis ocorrem fazendo tais prisioneiros agitados e nervosos

Baixo humor nos prisioneiros

O baixos humor e depressão são relacionados. Um baixo humor é caracterizado pelos sentimentos tristes que frequentemente vêm e vão; contudo, a presença de baixo humor que não parte mesmo depois que duas semanas são um sintoma de ser em risco da depressão. Os prisioneiros podem ser afectados por vários tipos de baixos humores.

  • Frustração constante: Após alguns dias na prisão, os prisioneiros sentem como se são evitados pela sociedade. Agonizam sobre o que outro no mundo exterior pensariam sobre eles. Isto desperta os sentimentos de frustração, que são revelados em seu comportamento com prisioneiros companheiros e em suas actividades diárias.
  • Tristeza profunda: A tristeza pôde elevarar devido aos sentimentos da solidão profunda. Muitos prisioneiros são feitos para ficar na reclusão solitária por longos período do tempo. Depois que um ponto a solidão se torna insuportável e se cria a tristeza intensa.
  • Sentimento ansioso: Os prisioneiros pensam repetidamente sobre o crime que comprometeram. Estes pensamentos sobre o crime fazem os sentir culpado e o resultado na ansiedade severa. Exibem o nervosismo e o desassossego incomuns.
  • Preocupação desnecessária: Afetado uma vez pela depressão preocupam-se sobre coisas desnecessárias ou sem nenhuma razão. Olham ansiosos todo o tempo, pensando de algo ou não pensando nada.
  • Cansaço freqüente: Perdem o interesse na vida, e a relutância significativa do indicador fazer actividades dentro da prisão. Dão a impressão de ser cansados todo o tempo.
  • Baixo amor-próprio: O amor-próprio tem um papel importante em determinar a severidade do baixo humor. Os povos com depressão consideram-se sem valor; isto pode constantemente perturbar a mente e conduzi-la aos pensamentos do suicídio comprometendo.
  • Obtenção hyper ou irritado: Os pensamentos depressivos de retorno fazem prisioneiros incapazes de tomar coisas, se bom ou ruim, facilmente. Daqui, expressam a raiva sobre cada matéria pequena. Podem nem sequer conhecer a razão exacta para sua raiva.

O governo, o departamento da saúde, e a necessidade da administração da prisão tomar etapas construtivas para melhorar o estado mental de prisioneiros, para ajudá-los a tornar a reunir a sociedade e para conduzir uma vida normal.

Referências

Further Reading

Last Updated: Aug 23, 2018

Dr. Liji Thomas

Written by

Dr. Liji Thomas

Dr. Liji Thomas is an OB-GYN, who graduated from the Government Medical College, University of Calicut, Kerala, in 2001. Liji practiced as a full-time consultant in obstetrics/gynecology in a private hospital for a few years following her graduation. She has counseled hundreds of patients facing issues from pregnancy-related problems and infertility, and has been in charge of over 2,000 deliveries, striving always to achieve a normal delivery rather than operative.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Thomas, Liji. (2018, August 23). Depressão do prisioneiro e baixo humor. News-Medical. Retrieved on December 13, 2019 from https://www.news-medical.net/health/Prisoner-Depression-and-Low-Mood.aspx.

  • MLA

    Thomas, Liji. "Depressão do prisioneiro e baixo humor". News-Medical. 13 December 2019. <https://www.news-medical.net/health/Prisoner-Depression-and-Low-Mood.aspx>.

  • Chicago

    Thomas, Liji. "Depressão do prisioneiro e baixo humor". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Prisoner-Depression-and-Low-Mood.aspx. (accessed December 13, 2019).

  • Harvard

    Thomas, Liji. 2018. Depressão do prisioneiro e baixo humor. News-Medical, viewed 13 December 2019, https://www.news-medical.net/health/Prisoner-Depression-and-Low-Mood.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post