Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Síndrome da barriga da ameixa seca

A síndrome da barriga da ameixa seca é um defeito congénito que afeta os músculos abdominais, os órgãos genitais e o aparelho urinário do infante. Os músculos do abdômen são desenvolvidos deficientemente e a pele que cobre os é enrugada, dando uma aparência similar a uma ameixa seca, daqui o nome da desordem. Os testículos dos infantes masculinos não podem ter descido no saco scrotal e o infante pode igualmente ter uma malformação do aparelho urinário que conduza frequentemente às infecções urinárias.

A desordem é sabida igualmente como a síndrome da deficiência do músculo abdominal, a ausência congenital dos músculos abdominais, a síndrome de Eagle-Barrett, a síndrome de Obrinsky, a síndrome da tríade, a seqüência Urethral da malformação da obstrução e a deficiência da musculatura abdominal.

Factos sobre a síndrome da barriga da ameixa seca

A desordem da síndrome da barriga da ameixa seca é considerada um defeito congénito raro. Ocorre uma vez em quarenta mil casos do nascimento. Há um risco muito maior da desordem que afeta os infantes masculinos. Foi indicado pela universidade do centro médico de Rochester que os casos de 95% da síndrome da barriga da ameixa seca ocorrem nos homens quando os infantes da fêmea de somente 5% forem afetados. Não é contagioso ou infeccioso aos cuidadors.

A causa real da desordem está ainda sob a investigação. Durante os estudos conduzidos, observou-se que os irmãos estão afectados frequentemente pelo defeito congénito, que dá o peso à teoria que pode haver um componente genético no jogo. Contudo, isto é até agora infundamentado pela pesquisa.

Sintomas físicos

O defeito congénito foi chamado igualmente da “a síndrome tríade” baseada nos três sintomas físicos principais que afligem o infante recém-nascido. Estes três sintomas incluem:

1. Os músculos abdominais do infante não são desenvolvidos correctamente. Pode somente haver um grupo parcial de músculos ou os músculos abdominais podem faltar completamente. A severidade do defeito congénito varia pelo caso.

2. Os testículos podem não descem no saco scrotal. Se ambos os testículos não desceram no escroto, a circunstância está sabida como o cryptorchidism bilateral. Em alguns infantes, somente um único testículo pode ter descido no escroto.

3. A malformação do aparelho urinário pode incluir os uréter ampliados ou obstruídos. Os uréter são as câmaras de ar que levam a urina da bexiga ao aparelho urinário e finalmente fora do corpo. A bexiga própria pode ser expandida anormalmente. Isto pode causar problemas com os uréter assim como os rins. O mau funcionamento do rim é uma característica comum.

As crianças afetadas problemas podem enfrentar

Uma criança que sofre da síndrome da barriga da ameixa seca terá um abdômen enrugado devido à falta da revelação apropriada dos músculos lá. Em vez do esticão sobre os músculos, a pele ajunta acima devido à falta dos músculos abdominais.

Adicionalmente, as crianças afetadas podem ser incapazes de esvaziar sua bexiga devido à acção muscular faltante do abdômen, e uma obstrução dos uréter que podem a fazer difícil para que a criança urine e têm o potencial promover uma infecção de aparelho urinário.

O infante pode igualmente experimentar um atraso nos marcos miliários do crescimento, tais como o assento acima de unsupported e o passeio, devido à falta da força nos músculos abdominais.

As crianças carregadas com síndrome da barriga da ameixa seca são igualmente mais prováveis ser afectadas por outros defeitos congénitos. Estes podiam ser associados com o sistema esqueletal, os intestinos, ou o coração. Por exemplo, podem sofrer do pé torto, das malformações da espinha, do arteriosus do ductus da patente, e dos defeitos gastrintestinais do anomalia ou os cardíacos.

A desordem golpeia predominante homens, mas os infantes fêmeas poderiam igualmente ser carregados com defeitos dos genitais externos. A atresia Urethral, a duplicação uterina, e as anomalias anorectal são consideradas freqüentemente nos exemplos do infante fêmea.

Tratamento e prognóstico

A severidade do defeito determinará o tratamento que o infante está prescrito. Os antibióticos serão exigidos para conter infecções de aparelho urinário superiores e mais baixas. A cirurgia para obstruções da bexiga tais como um vesicostomy pode ser exigida. Um orchiopexy que seja um processo cirúrgico a trazer os testículos ao escroto pode ser recomendado para os infantes masculinos. Uma combinação de procedimentos cirúrgicos múltiplos pode ser conduzida para dar ao infante uma possibilidade melhor na sobrevivência.

Os infantes que são nascidos com este defeito podem morrer dentro de alguns meses do nascimento se não recebem o tratamento oportuno. Mesmo com tratamento médico apropriado, a desordem permanece séria e risco de vida.

Embora haja os casos onde os neonatos foram tratados com a cirurgia em tempo oportuno e sobrevividos com perto do crescimento e a revelação normais previstos, a maioria de infantes carregados com este defeito continuarão a esforçar-se com os problemas médicos e desenvolventes para todas suas vidas.

Referências

Further Reading

Last Updated: Feb 27, 2019

Cashmere Lashkari

Written by

Cashmere Lashkari

Cashmere graduated from Nowrosjee Wadia College, Pune with distinction in English Honours with Psychology. She went on to gain two post graduations in Public Relations and Human Resource Training and Development. She has worked as a content writer for nearly two decades. Occasionally she conducts workshops for students and adults on persona enhancement, stress management, and law of attraction.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Lashkari, Cashmere. (2019, February 27). Síndrome da barriga da ameixa seca. News-Medical. Retrieved on September 20, 2021 from https://www.news-medical.net/health/Prune-Belly-Syndrome.aspx.

  • MLA

    Lashkari, Cashmere. "Síndrome da barriga da ameixa seca". News-Medical. 20 September 2021. <https://www.news-medical.net/health/Prune-Belly-Syndrome.aspx>.

  • Chicago

    Lashkari, Cashmere. "Síndrome da barriga da ameixa seca". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Prune-Belly-Syndrome.aspx. (accessed September 20, 2021).

  • Harvard

    Lashkari, Cashmere. 2019. Síndrome da barriga da ameixa seca. News-Medical, viewed 20 September 2021, https://www.news-medical.net/health/Prune-Belly-Syndrome.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.