Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Artrite psoriática contra a artrite reumatóide

A artrite psoriática (PSA) e a artrite reumatóide (RA) são condições comum inflamatórios com uma variabilidade larga de características clínicas, e ambos podem envolver sistemas múltiplos do corpo. Ambos podem afectar os olhos, a pele, as junções, e o sistema cardiovascular. Contudo, suas diferenças vão mais profundas e exigem tratamentos diferentes com uma divergência clara na resposta prevista aos vários modos específicos de terapia e de prognóstico.

Similaridades clínicas

As doenças são similares que os pacientes com ambas as circunstâncias se queixam da dor articular, do inchamento e da ternura sobre as junções interphalangeal proximal dos dedos e as junções metacarpophalangeal (em 70% e em 80% da PSA e do RA respectivamente). A microscopia mostra frequentemente a participação simétrica da membrana synovial em ambos os casos, embora a participação comum assimétrica é igualmente comum na PSA.

Diferenças fundamentais

A PSA e o RA mostram diferenças subjacentes profundas, como:

Distribuição

A PSA é uma doença inflamatório que afeta algumas junções da espinha, as junções sacroiliac, e o esqueleto periférico; O RA mostra caracterìstica a participação comum periférica.

Curso clínico

A PSA tem tipicamente uma imagem clínica menos severa do que o RA, mas a participação esqueletal axial que inclui a artrite sacroiliac com uma semelhança forte ao spondylitis ankylosing é típica. Assim é uma spondyloarthropathy. A artrite do MERGULHO é característica na PSA, considerada em 20-60% dos pacientes.

Tipo de erosão do osso

O tipo de lesão do osso na PSA é uma erosão cortical do tamanho significativo com margens indistintas, frequentemente apenas fora da superfície comum do osso com evidência da formação nova do osso, visto que a lesão do RA é bem definida e localizada na margem comum.

Presença de Enthesitis

A PSA é caracterizada pelo enthesitis que conduz à osteogénese entheseal com o synovitis, comparado ao synovitis apenas no RA como considerado com a exploração MRI e micro-CT.

Patogénese

A patogénese das circunstâncias é distinta, com a PSA que é parte dos spondyloarthropathies seronegative, quando o RA mostrar a presença de factor reumatóide (RF) ou de anti-citrullinated anticorpos da proteína (ACPA) na circulação.

Marcadores inflamatórios

A resposta inflamatório sistemática medida pela taxa do ESR ou do CRP está muito menos na PSA comparada ao RA. A PSA está considerada assim ser possivelmente uma doença autoinflammatory devido ao distúrbio inflammasome, quando o RA for uma doença auto-imune.

Microscopia

O tecido synovial obtido pela biópsia na PSA mostra as estruturas villous infiltradas por pilhas mononuclear e pela angiogênese pesada, com expressão aumentada do factor de crescimento endothelial vascular (VEGF), do angiopoietin 2 e do factor de crescimento básico do fibroblasto (BFGF). Os vasos sanguíneos são engrossados e as pilhas endothelial são inchadas. A rede é formada das embarcações alongadas e tortuosas que indicam que as pilhas das embarcações existentes proliferaram, quando no RA o neovascularization real ocorrer para formar uma rede de ramificação.

Proliferação vascular

As embarcações novas são formadas activamente dentro da membrana synovial de junções afetadas cedo no curso da doença na PSA mas mais tarde na doença no RA.

O tipo de celular infiltra

a infiltração do T-linfócito é mais comum na PSA quando o RA mostrar que um celular mais proeminente infiltra compor de pilhas de T e de B com a hiperplasia synovial mais marcada da pilha de alinhamento.

Dactilografia de HLA

O teste genético mostra uma propensão aumentada à PSA nos pacientes com o HLA Cw6 e o HLA B27 com o receptor IL23, mas ao RA nos pacientes com HLA DRB1.

Resposta terapêutica

A PSA e o RA respondem a DMARDs convencional mas os inibidores de TNF induzem a remissão em 60% dos pacientes com a PSA comparada a 44% no RA. Estas drogas inibem dano do osso e aliviam os sintomas assim como a doença e o dactylitis espinais do prego, que são considerados em 25% e em 20% de pacientes da PSA, respectivamente. O efeito espinal indica que os inibidores de TNF são melhor usado cedo na PSA um pouco do que DMARDs.

Outros anticorpos monoclonais dirigidos contra outras moléculas tais como CD20 são eficazes no RA mas não na PSA devido à falta de fenômenos auto-imunes nos últimos.

Uma molécula da fusão que visa CTLA-4 (proteína T-linfócito-associada citotóxico 4) é ingualmente eficaz em ambas as circunstâncias, indicando que o downregulation de pilhas de T ativadas é importante em aliviar ambas estas doenças.

Prognóstico

O prognóstico é geralmente melhor com PSA.

Conclusão

Quando a PSA e o RA parecerem ter muitas similaridades, estas são mais superficiais do que suas diferenças, que abraçam a imagem clínica, as mudanças imunológicas, e fenômenos celulares e moleculars. Estes são particularmente óbvios com relação aos fenômenos auto-imunes, às mudanças vasculares no synovium e ao teste padrão da inflamação comum e da formação nova do osso. As diferenças finais são no que diz respeito à terapia específica de cada um destas circunstâncias.

Fontes

Further Reading

Last Updated: Feb 27, 2019

Dr. Liji Thomas

Written by

Dr. Liji Thomas

Dr. Liji Thomas is an OB-GYN, who graduated from the Government Medical College, University of Calicut, Kerala, in 2001. Liji practiced as a full-time consultant in obstetrics/gynecology in a private hospital for a few years following her graduation. She has counseled hundreds of patients facing issues from pregnancy-related problems and infertility, and has been in charge of over 2,000 deliveries, striving always to achieve a normal delivery rather than operative.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Thomas, Liji. (2019, February 27). Artrite psoriática contra a artrite reumatóide. News-Medical. Retrieved on February 25, 2021 from https://www.news-medical.net/health/Psoriatic-Arthritis-vs-Rheumatoid-Arthritis.aspx.

  • MLA

    Thomas, Liji. "Artrite psoriática contra a artrite reumatóide". News-Medical. 25 February 2021. <https://www.news-medical.net/health/Psoriatic-Arthritis-vs-Rheumatoid-Arthritis.aspx>.

  • Chicago

    Thomas, Liji. "Artrite psoriática contra a artrite reumatóide". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Psoriatic-Arthritis-vs-Rheumatoid-Arthritis.aspx. (accessed February 25, 2021).

  • Harvard

    Thomas, Liji. 2019. Artrite psoriática contra a artrite reumatóide. News-Medical, viewed 25 February 2021, https://www.news-medical.net/health/Psoriatic-Arthritis-vs-Rheumatoid-Arthritis.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.