Prognóstico e epidemiologia foliculares tidos uma recaída/refractários do linfoma

O prognóstico e a epidemiologia do linfoma folicular tido uma recaída e refractário não foram bem documentados, porque a maioria de relatórios se centram sobre o linfoma folicular no conjunto. Como tal, este artigo inclui algumas referências em relação ao linfoma folicular, com alguns detalhes sobre formulários tidos uma recaída e refractários da doença.

Factores prognósticos

Para pacientes com linfoma folicular, o macacão taxa de sobrevivência de 5 anos é aproximadamente 72-77% e a taxa de sobrevivência mediana realiza-se apenas sob dez anos. Contudo, as taxas actuais do prognóstico são esperadas ser mais altas do que aquela indicada na pesquisa precedente, devido à introdução de terapias novas, visadas tais como o rituximab.

Os pacientes com linfoma folicular tido uma recaída ou refractário têm um prognóstico mais deficiente do que aqueles com linfoma folicular que alcançam com sucesso a remissão por um período prolongado. O uso de tratamentos visados tais como o rituximab melhorou taxas de remissão.

Fatore que pode influenciar o prognóstico para o paciente inclui a idade, severidade do linfoma, contagem da hemoglobina, participação de nós de linfa, e de nível de LDH. Estes factores foram compilados junto para criar um deslocamento predeterminado prognóstico, como descrito abaixo.

Deslocamento predeterminado prognóstico internacional do linfoma folicular (FLIPI)

O deslocamento predeterminado prognóstico internacional do linfoma folicular (FLIPI) é usado para identificar os pacientes que são mais provável de responder bem ao tratamento e os aqueles que são mais provável de ter uma recaída, com base em factores prognósticos. Os seguintes factores são considerados no deslocamento predeterminado:

  • Idade: bom por mais nova de 60 anos, deficiente por mais velha de 60 anos
  • Fase: bom para a fase mim ou II, deficiente para a fase III ou IV
  • Hemoglobina: bom para 125 g/l ou mais, deficiente para menos de 125 g/l
  • Participação do nó de linfa: bom para 4 ou menos, deficiente para mais de 4 nós
  • LDH: bom para LDH normal, deficiente para LDH aumentado.

Pacientes são atribuídos uma contagem do deslocamento predeterminado baseada no número de factores para que são categorizados como pobres. Conseqüentemente, uma contagem mais baixa é associada com um prognóstico mais positivo. Os pacientes com uma contagem de 4 ou de 5 têm uma taxa de sobrevivência de 10 anos de 36%, visto que aqueles com uma contagem de 0-1 têm uma taxa de sobrevivência de 71%.

Epidemiologia

O linfoma folicular é um tipo de linfoma non-Hodgkin (NHL), que é o quinto que a maioria de tipo comum de cancro diagnosticou nos Estados Unidos. De acordo com a sociedade contra o cancro de América, calcula-se que 72.000 casos do linfoma do non-Hodgin apresentarão em 2016. Destes, os linfomas foliculares explicam aproximadamente 1 em 5 casos; mais de 14.000 casos.

A incidência do linfoma non-Hodgkin é mais alta em países mais desenvolvidos quando ajustada para a idade. Há uma incidência notàvel baixa em alguns países, tais como China e Japão. Os indivíduos de determinadas origens étnicas são mais prováveis ser afectados, como aquelas da origem judaica.

Os homens e as fêmeas parecem ser afectados ingualmente pelo linfoma folicular, incluindo os formulários tidos uma recaída e refractários da doença.  Os indivíduos idosos têm um risco mais alto de linfoma folicular e a idade mediana no diagnóstico realiza-se entre 60 e 65 anos. Na linha disto, a doença é muito rara nas crianças e nos adolescentes.

Referências

Further Reading

Last Updated: Feb 26, 2019

Yolanda Smith

Written by

Yolanda Smith

Yolanda graduated with a Bachelor of Pharmacy at the University of South Australia and has experience working in both Australia and Italy. She is passionate about how medicine, diet and lifestyle affect our health and enjoys helping people understand this. In her spare time she loves to explore the world and learn about new cultures and languages.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Smith, Yolanda. (2019, February 26). Prognóstico e epidemiologia foliculares tidos uma recaída/refractários do linfoma. News-Medical. Retrieved on September 21, 2019 from https://www.news-medical.net/health/RelapsedRefractory-Follicular-Lymphoma-Prognosis-and-Epidemiology.aspx.

  • MLA

    Smith, Yolanda. "Prognóstico e epidemiologia foliculares tidos uma recaída/refractários do linfoma". News-Medical. 21 September 2019. <https://www.news-medical.net/health/RelapsedRefractory-Follicular-Lymphoma-Prognosis-and-Epidemiology.aspx>.

  • Chicago

    Smith, Yolanda. "Prognóstico e epidemiologia foliculares tidos uma recaída/refractários do linfoma". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/RelapsedRefractory-Follicular-Lymphoma-Prognosis-and-Epidemiology.aspx. (accessed September 21, 2019).

  • Harvard

    Smith, Yolanda. 2019. Prognóstico e epidemiologia foliculares tidos uma recaída/refractários do linfoma. News-Medical, viewed 21 September 2019, https://www.news-medical.net/health/RelapsedRefractory-Follicular-Lymphoma-Prognosis-and-Epidemiology.aspx.

Comments

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post