Sintomas e causas de adesões abdominais

Uma propriedade intrínseca das adesões é que são indolores e a dor que ocorre em relação às adesões tende a ser devido às complicações secundárias. As adesões, que são faixas do tecido da cicatriz que conectam duas porções do tecido que não seriam conectadas de outra maneira junto, tornam-se em resposta a ferimento.

Este ferimento pode ser devido à infecção, ao traumatismo, à cirurgia, ou à radiação. As adesões mais frequentemente são encontradas na pelve, aparelho gastrointestinal. e o coração. Contudo, podem ocorrer em qualquer outro lugar no corpo que se submeteu a dano de algum tipo e exige o reparo.

Apresentação clínica

Em circunstâncias normais, a passagem do alimento, o líquido, o tamborete, e os gáss através dos intestinos acontecem livremente. Na presença das adesões, esta passagem livre é perturbado devido ao tethering de laços intestinais entre si, de outros órgãos anormais e/ou da parede abdominal.

Esta obstrução conduz aos sintomas tais como a distensão abdominal e a dor colicky que é agravada frequentemente com ingestão de alimentos. Além disso, há uma redução no tamborete e/ou a flatulência e os sintomas constitucionais tais como a náusea e o vômito podem ocorrer.

As adesões típicas podem não mostrar nenhum sinal clínico e em conseqüência para tender a ir despercebidas e undiagnosed. As adesões hepáticas causam tipicamente a dor quando o paciente inala e expira profundamente, quando as lesões dos laços intestinais tenderem a causar mais dor com exercício ou esticão.

Os sintomas que exigem a atenção médica imediata procurando incluem a incapacidade passar o gás intestinal ou ter um movimento de entranhas, uma distensão progressiva do abdômen acompanhado por sons altos das entranhas, e uma limitaçã0 severa ou uma dor abdominal.

Patofisiologia

No processo natural de cura, a fibrina é depositada no tecido que é danificado e comporta-se como uma colagem para selar fora do ferimento. Adicionalmente, a fibrina constrói uma adesão do naïve em que madura constrói para conectar entre si tecidos adjacentes.

O depósito da fibrina pode physiologically ser controlado pelas enzimas que limitam sua taxa de produção e/ou a dissolvem. Contudo, no caso do tecido da cicatriz, este processo está incompleto e uma adesão é o resultado final quando as pilhas do reparo tais como fibroblasto e macrófagos produzem substâncias como colagénio para criar uma estrutura permanente. Esta estrutura pode crescer ao longo do tempo e tornar-se mais apertada.

A causa a mais freqüente de adesões abdominais é cirurgia. Os eventos durante a cirurgia que conduzem à formação da adesão incluem procedimentos do incisional, desidratação de tecidos e de órgãos abdominais, contacto do corpo estrangeiro como luvas com tecidos internos, e durante não removido velho do sangue/após a cirurgia. Os determinados órgãos e estruturas dentro do abdômen, como o omentum, são mais suscetíveis às adesões tornando-se.

Quase todas as adesões cargo-operativas, como indicadas em um estudo, são encontradas no omentum. Além disso, as adesões espontâneas, embora raro (menos de 10% de todas as adesões), tendem a ocorrer igualmente na maior parte no omentum.

as causas Não-cirúrgicas de adesões abdominais elevaram das complicações tais como um apêndice rompido, uma radioterapia, e umas infecções abdominais assim como gynecological.

Fontes

Further Reading

Last Updated: Feb 26, 2019

Dr. Damien Jonas Wilson

Written by

Dr. Damien Jonas Wilson

Dr. Damien Jonas Wilson is a medical doctor from St. Martin in the Carribean. He was awarded his Medical Degree (MD) from the University of Zagreb Teaching Hospital. His training in general medicine and surgery compliments his degree in biomolecular engineering (BASc.Eng.) from Utrecht, the Netherlands. During this degree, he completed a dissertation in the field of oncology at the Harvard Medical School/ Massachusetts General Hospital. Dr. Wilson currently works in the UK as a medical practitioner.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Wilson, Damien Jonas. (2019, February 26). Sintomas e causas de adesões abdominais. News-Medical. Retrieved on October 18, 2019 from https://www.news-medical.net/health/Symptoms-and-Causes-of-Abdominal-Adhesions.aspx.

  • MLA

    Wilson, Damien Jonas. "Sintomas e causas de adesões abdominais". News-Medical. 18 October 2019. <https://www.news-medical.net/health/Symptoms-and-Causes-of-Abdominal-Adhesions.aspx>.

  • Chicago

    Wilson, Damien Jonas. "Sintomas e causas de adesões abdominais". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/Symptoms-and-Causes-of-Abdominal-Adhesions.aspx. (accessed October 18, 2019).

  • Harvard

    Wilson, Damien Jonas. 2019. Sintomas e causas de adesões abdominais. News-Medical, viewed 18 October 2019, https://www.news-medical.net/health/Symptoms-and-Causes-of-Abdominal-Adhesions.aspx.

Comments

  1. Barbara Anne Waldemar Barbara Anne Waldemar United States says:

    I have aggressive upper-lower abdominal adhesions causing severe abdominal swelling and now have just been diagnosed with full length Ventral Hernia. 3 years ago my Gall Bladder was removed due to Lithiasis and which was severely enveloped in adhesions taking 3x to Laproscopically remove.
    Has any 1 heard of this ?
    7 yrs ago I had 12 hr surgent to place a crushed vertebrae by L Thoracic incision and Vertical Posterior to complete Vertebrae removal and replacement.
    Thank you and please advice!
    Barbara

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News-Medical.Net.
Post a new comment
Post