Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Esperança para aqueles com Tinnitus

By Keynote ContributorLouise HartSenior Audiologist at Action on Hearing Loss

Pelo cervo de Louise, Audiologist superior na acção na perda da audição

Sendo um audiologist por muitos anos agora, frequentemente o primeiro comentário feito por membros do público ao discutir o tinnitus é “mim sabe que não há nada que você pode fazer sobre ele e eu apenas tenho que aprender viver com ele”.

É tão frustrante ouvir por muitas vezes seguidas este, porque - contrário à opinião pública - não é verdadeiro. Embora nossos conhecimento e compreensão do tinnitus ainda tivessem o uma grande distância a percorrer, na última pesquisa dos anos melhorou seu aperto no tinnitus, e como esta'n nós estamos dirigindo em um sentido mais positivo para sofredores.

Há igualmente as intervenções que nós conhecemos o trabalho, e devido a este conhecimento aumentado nós estamos começando compreender por que.

clip_image002_0011

Que é tinnitus?

O Tinnitus é um termo médico para descrever a percepção do ruído em uma orelha, ambas as orelhas ou na cabeça, quando não há nenhum som externo correspondente.  No Reino Unido há aproximadamente 600.000 povos cujo o tinnitus tem um impacto negativo significativo em sua qualidade de vida e de saúde.

Quando nós sofremos de uma doença, é normal para nós querer conhecer o que a causa é. Como muitos outros problemas de saúde a resposta a isto é nunca simples. Há muitos factores diferentes do disparador para o tinnitus a não ser a exposição óbvia da idade e de ruído, as desordens por exemplo da orelha da doença, da cabeça e do pescoço, as edições da circulação, determinadas medicamentações, e mesmo o esforço podem provocar o início do tinnitus.

clip_image003_0001

Que causa o tinnitus?

Assim que acontece exactamente na orelha ou no cérebro? No momento em que há diversas teorias diferentes a respeito de onde o tinnitus pode começar, de como pode começar e que processos ou partes do cérebro podem ser envolvidas em sua manutenção.

Como uma organização que nós estamos financiando a pesquisa na universidade de Newcastle a tentar e investigar nos estratos diferentes possíveis dos estados que nós pensamos presentemente o tinnitus pode ter.

Robert Sweetow (PhD) dá uma grande explicação das teorias actuais da origem do tinnitus:

  • O rompimento do ` da entrada auditiva (por exemplo, perda da audição) e da resultante aumentou o ganho (actividade) dentro do sistema auditivo central.
  • Diminua na função (efferent) inibitório.
  • Sobre-representação das borda-freqüências (plasticidade cortical).
  • Outras influências somatosensory (distúrbios cervicais, TMJ, etc.).
  • Neurônios de Extralemniscal, particularmente no núcleo cocleário dorsal e na área de AII, recebendo a entrada do sistema somatosensory.
  • A associação com medo e ameaça (cérebro sistema-emocional límbico) e atenção aumentada relacionou-se à participação do sistema límbico.
  • Rede extensamente distribuída da gama.
  • Bloquear disfuncional nos gânglio básicos ou no núcleo reticular thalamic.

Uma das teorias as mais novas é que nosso cérebro perdeu sua capacidade normal para obstruir para fora ou ajustar um sinal sensorial negativo. Há uma rede ligada de estruturas do cérebro que seja envolvida na emoção, comportamento, e a memória a longo prazo actue como uma guarda-cancela para manter o sinal do tinnitus de alcançar o córtice auditivo. Robert Sweetow dá mais uma vez uma boa explicação técnica:

A informação sensorial incorpora então os sistemas auditivos e límbicos através do núcleo geniculado central (MGN) e antes que o sinal esteja processado, viaja através do núcleo reticular thalamic (TRN), que avalia mesmo se deve ser passado sobre.”

“Há uma perda significativa de volume no córtice pré-frontal central (mPFC) nos povos com tinnitus/e ou dor crônica. Esta estrutura projecta-se em e activa-se o TRN. Se a perda do volume cria uma perda de neurônios, o mPFC e o TRN funcionarão mal.”

Posto simplesmente, dano a este sistema afecta provavelmente a percepção de sinais sensoriais de tal maneira que o tinnitus ou a dor crônica podem se tornar e continuar em um laço da auto-perpetuação. Não é nenhuma surpresa que o esforço pode ter o impacto grande nestes laços e poderia possivelmente ser um dos factores envolvidos na transição de suave ao tinnitus severo.

clip_image005_0000

Intervenções do Tinnitus

Porque há tão muitos factores possíveis contratados na emergência e na manutenção do tinnitus, não é nenhuma surpresa que as intervenções que trabalham melhor são multimodal. Para ajudar um paciente com tinnitus distressing persistente, um terapeuta do tinnitus e/ou a equipe usarão os seguintes métodos, alguns de que são relacionados ao enriquecimento sadio e a outro a como mudar nossas percepções.

Onde há uma perda da audição então nós sabemos que as próteses auditivas ajudam frequentemente. A razão para esta é dupla. Em primeiro lugar, menos esforço está sendo posto sobre o caminho auditivo porque o indivíduo então não está esticando para se ouvir. Em segundo lugar, o contraste entre os sons internos e sons externos é diminuído.

O segundo método útil é enriquecimento sadio. Isto pode ser feito de várias maneiras, do uso de sons ambientais, tais como a água que dobra à canção. Ter estes sons consistentemente em seu ambiente normal ajuda a máscara o tinnitus, mas igualmente reduz o contraste entre o tinnitus e o silêncio.

Para alguns sofredores pode ser necessário vestir igualmente um dispositivo que dê um ruído branco, ou um outro ruído, que encontrem ajudas para desviar seu cérebro do tinnitus. Este ruído branco pode ser ligado pelo audiologist em muitas próteses auditivas, NHS ou privado, ou um dispositivo pode apenas ter o ruído branco somente.

Contudo, com todo o enriquecimento sadio o som deve ser ajustado apenas abaixo do nível do tinnitus. É muito importante conseguir o cérebro escolher activamente o som que escuta um pouco do que apenas a máscara para fora o tinnitus distressing.

Última como discutido em nossa explicação da origem do tinnitus nosso cérebro escolhe o que escuta e dá a sons significados emocionais, neste caso sentimentos fortemente negativos ao som do tinnitus. Os factores como o esforço diminuem nossa capacidade para lidar com estes sentimentos.

Muitos indivíduos com tinnitus encontraram que a terapia e o mindfulness (CBT) comportáveis cognitivos foram instrumentais em lhes dar para trás alguma qualidade de vida. O CBT endereça estas percepções negativas e tenta-as conseguir o indivíduo compreender como estes pensamentos afectam seus estados emocionais e físicos.

A pergunta de muitos sofredores se o CBT trabalha realmente quando se trata do tinnitus, mas a pesquisa mostrou que melhora definida como os povos lidam com a circunstância. O CBT tem sido usado por muito tempo na gestão da dor e há uma pesquisa lá para indicar sua eficácia, porque a dor e o tinnitus usam os mesmos caminhos neurais no cérebro que não é nenhuma surpresa que trabalha para ambos.

O Mindfulness, como o CBT, está sendo usado cada vez mais para ajudar a melhorar resultados da saúde, e como o CBT a pesquisa está acumulando em seu benefício, tanto de modo que algumas universidades prestigiosas o tenham agora como parte de seu plano de estudos.

O Mindfulness é ` a prática de trazer sua atenção às experiências internas e externos que ocorrem no momento actual, que pode ser desenvolvido com a prática da meditação'. Embora isto possa inicialmente perturbar para o sofredor do tinnitus, ao longo do tempo pode ser eficaz em reduzir os efeitos do esforço no tinnitus e vice-versa.

Pesquisa do Tinnitus

Na acção na perda da audição nós igualmente financiamos a pesquisa biomedicável em como o tinnitus é gerado e em tratamentos novos possíveis. Há já uns tratamentos da droga para alguns tipos de tinnitus que está sendo testado nos ensaios clínicos.

Porém como o tinnitus é tão complexo em sua participação da origem e do sistema, é improvável que nós encontraremos uma única cura da droga. Os pesquisadores igualmente estão olhando de quebra a rede neural estimulando o nervo de vagus que é envolvido na transmissão da informação efferent em nosso corpo.

Com todo o isto na mente, por favor, se você está tratando um sofredor do tinnitus não diz que o ` nada pode ser feito' porque aquele não é apenas verdadeiro.  Tudo que faz é faz a viagem para trás para o sofredor do tinnitus mais difícil e mais por muito tempo; em lugar de, tranquilize-os que a ajuda e o conselho são lá fora, e que a tempo pode aprender viver com sua condição.

Sobre o cervo de LouiseCERVO DE LOUSIE

Louise trabalhou na audiologia pelos últimos 23 anos. Treinou em Austrália e trabalhou para a audição australiana, especializando-se ao lidar com aquelas com tinnitus e perda da audição complexa.

Após transportar-se ao Reino Unido, Louise passou os próximos 10 anos em Brigghton que trabalha com adultos complexos e pacientes de BAHA, junto com o envolvimento com a universidade de Southampton em seu programa da supervisão do BSc e sendo um assessor externo para estudantes do BSc.

Presentemente Louise trabalha em dois papéis, trabalhando para ambos para a acção na perda da audição e na audiologia dos cuidados médicos de Sussex, que proporciona serviços de AQP principalmente em Sussex e em Surrey.

A acção na perda da audição é um corpo representativo paciente e seu papel lá é política sanitária pública, e enfrentar da informação. Seu papel na audiologia dos cuidados médicos de Sussex é assegurar-se de que mesmo um fornecedor pequeno possa fornecer bons cuidados de qualidade, e foi envolvida com isto em mente na abonação de IQIPS de seu serviço.

Ambos estes papéis cabidos dentro com sua opinião que os bons cuidados de qualidade devem ser fornecidos a tudo e que o paciente/cliente e o audiologist podem trabalhar junto para obter o melhor resultado.

Sobre a acção na perda da audição

A acção na perda da audição ajuda povos a confrontar a surdez, o tinnitus e a perda da audição para viver a vida onde escolhem.  A acção na perda da audição permite-os de tomar o controle de suas vidas e de remover as barreiras em sua maneira. A acção na perda da audição dá o apoio e o cuidado dos povos, desenvolve a tecnologia e os tratamentos, e faz campanha para a igualdade.

Further Reading


Negação: Este artigo não foi sujeitado à revisão paritária e é apresentado como as opiniões pessoais um perito qualificado no assunto de acordo com os termos e condições gerais do uso do Web site de News-Medical.Net.

Last Updated: Jun 16, 2019

Comments

  1. Tonetwisters . Tonetwisters . United States says:

    Hmmm ... I wonder if Ms. Hart has tinnitus herself? Probably not. It's great that she cares enough to work in this field, and I sincerely hope that something IS coming that will turn down the "crickets." However, this misery is not "easily lived with." And the more loud sounds you are around, or the more prescription drugs you take, the louder and more intense this racket becomes. Trust me, it is an irritating condition upon which all other health issues are made worse than they otherwise would be.

    • Tom Gugliotta Tom Gugliotta United States says:

      ...they will just do what they can with a little grant money they can get.  Audiologists are the least qualified to do this research.  They know nothing about the brain, which is where the noise originates.  Most audiologists just want to take you for a ride with their stupid hearing aids and noisemakers that don't work.

  2. patricia webb patricia webb United States says:

    Have tinnitus for 10 yrs. Got it right before husband got really sick and I had had throat surgery which no one associates with anything. Have spend thousands of dollars on the Neuromonics device which I was assured would greatly help me. My husband had died by this time and I was trying anything. A lot of acupuncture, chiropractic. Am on meds. now for anxiety and to sleep. It's a lonley world when you are alone and don't hear much encouragement.

    • Tom Gugliotta Tom Gugliotta United States says:

      I went through a period of PTSD.  During that time, it could have been the stress or the antidepressants the doctors were pumping into me just to shut me up.  Over the course of a week, I developed hyperacusis and then tinnitus.  They hyperacusis is gone now but the hissing and ringing in my right ear and head have never stopped.  That was almost 17 years ago.  I too spent thousands on hearing aids, acupuncture, chiropractic and useless herbs and vitamins.  Anyone that could make a buck took advantage of me.  I just don't understand why drug companies aren't researching this.  There is a gold mine to be had if there was something that worked.

  3. Val M. Smith Val M. Smith United States says:

    I'm here because some webpage I found myself on had one of those infomercials for " a cure for Tinnitus. It's one of those infomercials that drones on and on for far too long without giving a hint about what they will say at the end. Instead I did a search and found myself here. I decided to join one of the forums and here is the first place I came to.
    My 2 cents might be the same no matter what malady we human beings have. What that is has to do with an unwillingness of most doctors to listen ( No pun intended )
    In the old days doctors listened very closely to what patients had to say realizing that the patients were giving real time feedback. Now most doctors I know listen with a half ear and half brain. One could hold the cure for all illness's in their hand and most doctors will only be interested in how high one's cholesterol is.
    In another forum I found 3 doctors who had their own sub forums. They were last answered in 2014. Maybe they just lost interest?

  4. Suzan Lee Suzan Lee United Kingdom says:

    All this come in the end  there is no cure snd you have to live with it
    CPC and TRT all they teach you how the live with it...all drug trial in the come to conclusion no change...one think i find helpfull accepting and stop looking for treatments...

  5. andrew bailey andrew bailey United Kingdom says:

    I’ve suffered with continuous tinnitus since May 1996. I’m a retired builder, my damage was done by a workmate cutting through a steel Lintol with a sthil saw. Unfortunately I had my back to him and didn’t think to have put my ear muffs on. So now in my 22nd year. What I hear every minute of every day is a very loud hissing noise in both ears. On a scale of 1 to 10 it’s around 5 for pitch, but on the same scale about volume it would be 10. For me it’s just a bug bare these days, I don’t allow it to spoil my life, I guess it’s a sink or swim situation, I was determined never to give in to it. For me, it’s as bad now as it was 22 years ago when it came on and never left me, but over time, I guess I’ve habituated to it. It’s just a matter of getting used to it. So to everyone out there that’s suffering! take it from me, it does get easier, because over time we build up some tolerance. Aweful though it is, I’d rather have this than to be deaf or blind. Just stay positive, and remember, the glass is half full and never half empty.

    • Donna M Donna M United States says:

      Thank you andrew for the positive and honest heads up on this issue. I have had tinnitus for only a little while { maybe I shouldn't say only a little while, because even only a little while seems like an eternity and it sucks } going on 2 years now. Mine happened at a band practice right before I had a chance to put in my earplugs that we all always used to wear. And the band started up to jam and there went my ears, the loud music did me in. And it's sad, because the thing that I loved the most, music, and being the lead singer, and performing live onstage, ripped my heart out that day. Now I have nothing to do with music at all. I'm gun shy now and can't be around loud music or anything loud for that matter. I pray about it everyday, and put it all in god's healing hands, and pray, god gives doctors the knowledge to find an outright cure, or the knowledge to at least find us some relief and a way to lower the noise and the speed of it all. I also have a hissing sound in both ears andrew. And it's funny { not really } that you use the volume level on a scale from 1 to 10 to describe the loudness that you hear, as I do the same when I talk to people who I find that have tinnitus. My hissing level is about a 7 and the volume is about an 8 or 9. None of it though is any good. So I'm trying to do my best in dealing with it. But it's hard brother, no denying that. God bless you andrew, and I sure do pray that god grants us all who suffer, a cure from this dreaded affliction. May god bless you always andrew.

      • roger bartholow roger bartholow United States says:

        Hey Donna I'm so sorry to hear about your tinnitus experience.I fell victim in a similar way being a lead vocalist myself I was getting ready to lay down my vocal tracks for a demo and when the music track came  on it was set to full volume I didn't stand a chance having headphones on. Im going on a year now since the music died.You are so right about dealing with that part of the journey.I wish for you nothing but the very best.Lets hope for 2019 to be the year of the tinnitus breakthrough.There are alot of new and exiting things going on worldwide in the research side of tinnitus .Hang in there Donna...Roger

  6. Chester Laid Chester Laid Netherlands says:

    The only real problem in this article is the phrase " don't say nothing can be done" there is nothing that can be done literally.
    Meditating or relaxing meds or whatever external means to help coupe with tinnitus gives varius degrees of relief but never enough to say that something can be done.

    We are waiting for hard intervention by the medical world not these ambigious phrases we know already.
    Every person or organization will tell us to practice mindfullness because that is how a person can handle a harsh situation but it does not fix the situation.

    anyone will do some of the above always so these articles are what actually drains our energy al the more when  thousands of these articles all say the same....
    We know already for gods sake pls just stop it with the feel good articles that are empty to begin with..
    I want to give credit to the person who wrote this and say thank you for caring but the situation drags this negative mention out of me for the reasons stated above...

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.