Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Que é deficiência orgânica Diastolic?

Há duas porções à acção de bombeamento do coração. A primeira parte está chamada diástole, quando o sangue recolhe nas membranas cardíacas mais baixas (ventrículos direitos e esquerdos) como é empurrado através das válvulas tricuspid e mitral.

Uma vez que os ventrículos são enchidos com o sangue, a segunda parte da acção de bombeamento começa. Os ventrículos contratam e o sangue é introduzido do ventrículo direito na artéria pulmonaa e do ventrículo esquerdo nas válvulas aórticas. Esta parte é chamada systole.

A patofisiologia da deficiência orgânica diastolic

A deficiência orgânica Diastolic refere quando a peça da diástole desta acção é anormal. Os ventrículos correctamente não relaxam e não se transformam significado que duro não podem se encher com o sangue correctamente. Isto causa o sangue “represa acima” em outras partes do corpo.

A pressão nos ventrículos aumenta então enquanto o sangue da pulsação do coração seguinte tenta entrar. Isto conduz à pressão extra e à acumulação fluida nas embarcações dos pulmões (referidos como a congestão pulmonaa) ou nas embarcações que conduzem de volta ao coração (referido como a congestão sistemática).

A congestão pulmonaa causa fluido ou transudate escapar destas embarcações nos alvéolos do pulmão, causando o edema pulmonar. Esta circunstância impede do oxigenação do sangue nos pulmões, tendo por resultado a falta de ar e (em alguns casos) mesmo a morte se a circunstância não é descoberta e não é tratada rapidamente.

A congestão sistemática tem efeitos prejudiciais em outros órgãos no corpo tal como o rim e o fígado, em conseqüência da perfusão de órgão deficiente. O inchamento e a congestão podem igualmente ocorrer nos pés e dentro do abdômen.

A deficiência orgânica Diastolic é um problema comum, com muitos povos envelhecidos mais velha de 70 anos que têm a circunstância. Na maioria dos casos, a circunstância não é severa bastante conduzir à parada cardíaca diastolic.

Sintomas e causas da deficiência orgânica diastolic

A deficiência orgânica Diastolic própria frequentemente não causa nenhuns sintomas. Contudo, se o problema progride ao ponto que começa afectar outros órgãos e partes do corpo, a parada cardíaca diastolic é diagnosticada. Naqueles sintomas comuns das situações inclua:

  • Respiração e falta de ar da dificuldade. Inicialmente, isto pode somente ocorrer ao exercitar, mas como a doença progride, ao respirar pode tornar-se problemático durante toda a actividade, incluindo o descanso ou o encontro para baixo.
  • Ganho de peso ou inchamento incomum (edema) nos tornozelos, nos pés e no abdômen.
  • Pulsação do coração irregular ou rápida.

As causas principais da deficiência orgânica diastolic são:

  • Hipertensão crônica
  • Doença cardíaca coronária
  • Envelhecimento
  • Estenose aórtica - o redução de uma válvula de coração
  • Cardiomiopatia Hypertrophic - engrossada e rigidez nas paredes do coração
  • Cardiomiopatia restritiva - onde as cicatrizes ou os depósitos conduziram aos músculos de coração duros

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico e o tratamento da falha diastolic isolada representam frequentemente um desafio, desde que os sintomas podem ser muito similares à parada cardíaca sistólica. É essencial distinguir entre estas duas circunstâncias porque o tratamento para uma circunstância pode agravar a outro.

Quando a deficiência orgânica diastolic é diagnosticada, é pela ecocardiografia (ECG), que permite a avaliação do abrandamento diastolic e da rigidez ventricular e do engrossamento. Pode igualmente fornecer indícios a respeito da causa do problema.

A deficiência orgânica Diastolic é tratada pela gestão agressiva da causa subjacente. As aproximações podem incluir:

  • Controle restrito da hipertensão
  • Tratamento agressivo da doença arterial coronária
  • Gestão ou arritmia cuidadosa
  • O uso dos diuréticos controlar a congestão pulmonaa

Se a causa subjacente não pode ser identificada, um doutor considerará a possibilidade de hipertensão undiagnosed, neste caso a monitoração cuidadosa é iniciada. A doença arterial coronária Undiagnosed é considerada igualmente, neste caso exercitando o teste pode ser usada como uma ferramenta diagnóstica.

Fontes

Further Reading

Last Updated: Feb 26, 2019

Sally Robertson

Written by

Sally Robertson

Sally has a Bachelor's Degree in Biomedical Sciences (B.Sc.). She is a specialist in reviewing and summarising the latest findings across all areas of medicine covered in major, high-impact, world-leading international medical journals, international press conferences and bulletins from governmental agencies and regulatory bodies. At News-Medical, Sally generates daily news features, life science articles and interview coverage.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Robertson, Sally. (2019, February 26). Que é deficiência orgânica Diastolic?. News-Medical. Retrieved on October 27, 2020 from https://www.news-medical.net/health/What-is-Diastolic-Dysfunction.aspx.

  • MLA

    Robertson, Sally. "Que é deficiência orgânica Diastolic?". News-Medical. 27 October 2020. <https://www.news-medical.net/health/What-is-Diastolic-Dysfunction.aspx>.

  • Chicago

    Robertson, Sally. "Que é deficiência orgânica Diastolic?". News-Medical. https://www.news-medical.net/health/What-is-Diastolic-Dysfunction.aspx. (accessed October 27, 2020).

  • Harvard

    Robertson, Sally. 2019. Que é deficiência orgânica Diastolic?. News-Medical, viewed 27 October 2020, https://www.news-medical.net/health/What-is-Diastolic-Dysfunction.aspx.

Comments

  1. Sridhar Vembar Sridhar Vembar India says:

    Yesterday my wife aged 65 years, underwent Eco cardial test. The result were, Concentric LVH, Sclerotic Aortic valve and grade 2, Diastolic dysfunction.The pathologist when enquired said your Doctor will advise you. What that means?

  2. yesenia Guerra yesenia Guerra United States says:

    I had an Echocardiogram 2 weeks ago.Today my Cardiologist gave the results it said I have Left Diastolic Dysfanction. He told that is not bad.That the Echo is normal. I requested Copies of the Echo for my records.He didn't explained me almost nothing. Maybe I wil need to find another Cardiologist who can explained me better it.

  3. Lee Martinez Lee Martinez United States says:

    on 7/26/2016 i was said to be in diastolic heart failure moderate. the problem is I do not have hypertension and i'm unable to be prescribe  ACE 1 medication. my blood pressure runs between 112/70 to below 100/48. My incidents felt like someone was squeezing my chest and it hurt like heck to breath. Normally i get the feeling of a air pocket on the left side of my chest and i just push down on it and take a deep breath and it will feel fine. So when then can find the underline cause, no meds.

  4. Toni Murray Toni Murray United Kingdom says:

    I'm from the UK and I've been diagnosed with Diastolic Dysfunction of the Left Ventricle, Aortic Regurgitation and Atrial Fib...  I was told it was mild but was not explained fully, therefore I looked all up on our National Health Service (NHS) web page and it has now helped me to understand further and what to look out for should I deteriorate further.  I do know that stress seems to affect me.

  5. Rahul Sharma Rahul Sharma India says:

    I am 25 in age .Yesterday I took heart echo test.
    All things are normal but it also shows that I have dialostic dysfunction. what does it mean?

The opinions expressed here are the views of the writer and do not necessarily reflect the views and opinions of News Medical.