Hormona-Como drogas pode ajudar mulheres pós-menopáusicos

Os Cientistas podem debater se o ganho de peso é um efeito secundário da menopausa, mas os números são claros: Em média, as mulheres podem experimentar um ganho de aproximadamente 10-15 libras nos anos que cercam a menopausa.

O Debate Sobre a Causa do Ganho de Peso na Menopausa
Diversas teorias foram avançadas para explicar a causa do ganho de peso na altura da menopausa. Alguns cientistas atribuíram-na a uma diminuição na função do tiróide, com uma taxa metabólica subseqüentemente diminuída. Com metabolismo abaixado, menos calorias são exigidas manter o peso actual, e se a entrada calórica permanece a mesma, a seguir o peso aumentarão. Uma Outra teoria é que o ganho de peso é devido às diminuições relativas à idade na massa do músculo. Porque o tecido do músculo queima mais combustível do que o tecido gordo, uma perda desproporcional de massa do músculo pode conduzir a uma exigência reduzida para calorias. Conseqüentemente, a manutenção da mesma entrada calórica conduzirá outra vez ao peso corporal aumentado. Contudo, alguns cientistas acreditam que o ganho de peso que ocorre na menopausa pode de facto ser devido à produção reduzida da hormona estrogénica esteróide do sexo fêmea que ocorre na altura da menopausa.

Proponentes da “do ponto do argumento hormona estrogénica” aos dados das experiências clínicas e animais que indicam que a hormona estrogénica é um modulador importante da ingestão e do peso corporal de alimentos. Os Cientistas, que estudam geralmente os ratos que tiveram seus ovário removidos (ratos [OVX] ovariectomized) a fim imitar a diminuição em esteróides do sexo que ocorre na menopausa, encontraram que os ratos de OVX comem mais e ganham o peso mais ràpida do que ratos logro-operados do controle. A substituição da Hormona Estrogénica reduz a ingestão de alimentos aumentada e o ganho de peso corporal dos ratos de OVX.

O Papel dos Receptors ER_ e ER_ da Hormona Estrogénica
Os esteróides do Sexo tais como a hormona estrogénica induzem acções ligando a um receptor. Os dois subtipos do receptor da hormona estrogénica são ER_ e ER_. Contudo, o papel de cada subtipo nos efeitos das hormonas estrogénicas ingestão sobre e de alimentos e ganho de peso corporal não foi determinado conclusiva.

Os Ratos com um KO genético do gene para ER_ mostram um aumento na acumulação gorda do tecido comparada ao selvagem-tipo ratos, sugerindo um papel para o receptor de ER_ nos efeitos de atenuação das hormonas estrogénicas no ganho de peso corporal. Ao contrário, os ratos do KO de OVX ER_ trataram com o ganho do estradiol (E2) da hormona estrogénica mais peso e acumulam mais gordo do que os ratos não tratados do KO de OVX ER_, sugerindo um papel adicional para ER_ na acumulação gorda do tecido.

Recentemente, os investigador têm-se centrado sobre a promessa de moduladores selectivos do receptor da hormona estrogénica (SERMs). Estas drogas têm afinidaoes de variação para os dois subtipos do receptor da hormona estrogénica, e se estimulam ou inibem a actividade dependem da forma do droga-receptor complexo e a composição do tecido das moléculas que interagem com o receptor. Uma esperança é que SERMs pode ser desenvolvido que mantêm os efeitos positivos desejáveis mas omite os efeitos negativos das hormonas estrogénicas. Os Pesquisadores têm trabalhado com dois SERMs: 4,4', 4" - (4-propyl- [1H] - pyrazole-1,3,5-triyl) trisphenol (PPT) que activa selectivamente ER_ e bis 2,3 (4-hyroxyphenyl) - propionitrile (DPN) que activa selectivamente ER.

Um Estudo Novo
Os Pesquisadores na Universidade de Georgetown conduziram a utilização dos estudos esta SERMs para determinar os papéis do ER_ e de ER_ na ingestão de alimentos da negociação e o ganho de peso corporal em ratos de OVX. Além do que a contribuição à compreensão dos mecanismos por que as hormonas estrogénicas modulam a ingestão e o peso corporal de alimentos, estes estudos ajudam a determinar a possibilidade de usar SERMs no futuro para impedir o ganho de peso pós-menopáusico. Os resultados de um estudo são o assunto de uma apresentação, “Efeito dos Agonistas Selectivos do Receptor da Hormona Estrogénica no Ganho de Peso Corporal em Ratos Ovariectomized.” Darren M. Roesch, Ph.D., Divisão da Endocrinologia e do Metabolismo & Centro para o Estudo de Diferenças do Sexo na Saúde, no Envelhecimento, e na Doença, Universidade de Georgetown, Washington, C.C. apresentará seus resultados na Sociedade Fisiológico Americana (APS) (conferência científica anual de http://www.the-aps.org), Biologia Experimental 2004, sendo guardarado os 17-21 de abril de 2004, no Washington, Centro de Convenções da C.C. A pesquisa do Dr. Roesch é financiada por concessões do Centro para Moduladores Biológicos (Dr. Canto-Eun Yoo, Director), Instituto de Investigação de Coreia da Tecnologia Química, e a Fundação Nacional do Rim da Área De Capital Nacional.

Metodologia
Os Ratos eram OVX e tratado com as injecções diárias da substância do controle, ou E2, ou uma de uma escala das doses da droga selectiva PPT de ER_ ou da droga selectiva DPN de ER_ por 21 dias. Os Ratos eram dieta líquida fornecida e água durante todo o estudo. Os Pesos corporais e a ingestão de alimentos foram medidos diariamente.

Resultados
O Dr. Roesch encontrou o seguinte:

  • Peso corporal: Durante o período de um tratamento de 21 dias, peso corporal aumentado por 33% em ratos de OVX. Nos ratos tratados com o E2, peso corporal aumentado somente por 17%. Todas As doses da droga selectiva PPT de ER_ estudada significativamente reduziram o ganho de peso corporal em ratos de OVX aos níveis comparáveis àqueles observados nos ratos tratados com o estradiol. Nenhumas das doses da beta droga selectiva DPN de ER_ estudada significativamente alteraram o ganho de peso em ratos de OVX.

  • Ingestão de Alimentos: A ingestão de Alimentos não foi alterada pelo tratamento com o E2. A droga selectiva PPT da Era reduziu a ingestão de alimentos em certos dias do estudo em doses altas, mas em umas mais baixas doses a droga selectiva da Era PPT não teve nenhum efeito na ingestão de alimentos e no ganho de peso corporal ainda reduzido. Nenhumas das doses da droga selectiva de ERb estudada significativamente alteraram a ingestão de alimentos.

    Conclusões
    Os resultados deste estudo indicam que o receptor de ER_ é o mediador preliminar dos efeitos de atenuação das hormonas estrogénicas no ganho de peso corporal, e indicam que E2 e a droga selectiva de ER_ reduzem o ganho de peso corporal nos ratos sem reduzir a ingestão de alimentos. Baseado nestes resultados, o autor especula que as drogas de ER_-selective podem provar ser úteis terapêutica reduzir o ganho de peso pós-menopáusico nas mulheres.