Descoberta do gene da angiogênese do Bionomics BNO69 publicada

O Bionomics anunciou que a pesquisa conduzida pelo Bionomics e pelos seus colaboradores no centro de Hanson do instituto da ciência médica e veterinária (“IMVS”) em Adelaide, Austrália, em relação ao alvo proprietário BNO69 da droga da angiogênese dos Bionomics, estêve publicada nas continuações altas do jornal científico da Academia Nacional das Ciências EUA (PNAS).

A angiogênese é um processo fisiológico fundamental de formação de vasos sanguíneos novos. Nos adultos é envolvida no crescimento de cancros contínuos (tais como o cancro do peito, dos dois pontos e da próstata) assim como de desordens inflamatórios tais como a artrite reumatóide e as complicações do diabetes. Os sucessos clínicos recentes no cancro com drogas que inibem a angiogênese, intensificaram o interesse nesta área.

O jogo de Jennifer do professor adjunto, líder da equipe no IMVS, disse, “nossos resultados sugerem que os inibidores de BNO69 apenas ou em combinação com outras drogas anticancerosas possam ser inibidores poderosos do tumourigenesis, visando não somente as pilhas elas mesmas do tumor mas igualmente o processo angiogenic.”

“A publicação de BNO69 em um jornal científico altamente considerado tal como PNAS representa uma etapa importante para a frente para o Bionomics. Apoia o valor científico da pesquisa e de nossos genes proprietários da angiogênese como os alvos para a próxima geração de terapêutica da anti-angiogênese, que representam um mercado de crescimento rápido e lucrativo,” disse o Dr. Deborah Rathjen, CEO e director administrativo do Bionomics.

O Bionomics está progredindo a revelação do gene BNO69 que silencia moléculas como candidatos terapêuticos em colaboração com o consórcio da terapia genética de Louisiana.