Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Directriz para a gestão da glicose postmeal

O tempo do Natal está completo do alimento quando a maioria de nós simplesmente têm que se preocupar sobre nossas linhas de expansão da cintura mas a pesquisa nova conduzida pela universidade da Faculdade de Medicina de Warwick diz que os povos com diabetes precisam de pagar a atenção aos perigos de um pico negligenciado da refeição do cargo na glicemia.

Certamente a pesquisa mostra que este pico da refeição do cargo pode fazer ainda mais dano do que uma elevação mais sustentada no açúcar no sangue.

Até recentemente, o foco principal da terapia para povos com diabetes estêve em abaixar o açúcar no sangue ou níveis glycated da hemoglobina (HbA1c), com uma ênfase forte na glicose de jejum do plasma. Os povos com diabetes são agora extremamente proficientes em manter os melhores níveis totais da glicemia. Contudo este estudo novo mostra aquele que é insuficiente em si mesmo para obter o controle glycaemic óptimo.

O relatório da pesquisa autorizado “directriz para a gestão da glicose de Postmeal” foi realizado para a federação internacional do diabetes por um painel internacional dos especialistas do diabetes presididos pelo professor Antonio Ceriello da Faculdade de Medicina de Warwick na universidade de Warwick.

Os pesquisadores da Faculdade de Medicina de Warwick olharam uma escala dos estudos que examinaram em particular o pico da refeição do cargo de duas horas em açúcares de sangue e encontraram um corpo substancial da evidência que reduzir a glicose postmeal do plasma fosse como importante, talvez ainda mais importante para conseguir níveis totais da situação óptima HbA1c.

Os níveis da glicose do plasma de Postmeal aumentam raramente acima de 7,8 mmol/l (minimoles pelo litro) nos povos com tolerância normal da glicose e retornam tipicamente aos níveis normais duas a três horas após a ingestão do alimento. Conseqüentemente seria o melhor assegurar-se de que os níveis postmeal de duas horas da glicose do plasma nos povos com diabetes não devessem igualmente exceder 7,8 mmol/l enquanto a hipoglicemia é evitada.

Contudo os pesquisadores da Faculdade de Medicina de Warwick encontraram um número de estudos em que este não era o caso. Em um estudo de secção transversal de 443 indivíduos com tipo - 2 o diabetes, 71% daqueles estudados teve uma glicose média do plasma da refeição do cargo de duas horas de maiores então 14 Mmol/l. Outros estudam a vista de perfis diários da glicose do plasma de 3.284 povos com tipo não-insulina-tratado - o diabetes 2 mostrou que os valores da glicose do plasma da refeição do cargo maior do mmol de 8,9 (160 mg/dl) estiveram gravados pelo menos uma vez em 84% daqueles estudados.

Os pesquisadores igualmente encontraram um número de estudos que sugeriram que a intensidade destes afixasse picos do açúcar no sangue da refeição (e a variabilidade que aumentada óbvia trazem aos níveis da glicose do pessoa) pudesse às vezes fazer ainda mais dano do que níveis altos sustentados do açúcar no sangue.

Os estudos numerosos apoiam a hipótese de um relacionamento causal entre a hiperglicemia e o esforço oxidativo que conduzem ao vasoconstriction (um redução dos vasos sanguíneos) e assim a hipertensão. A variabilidade glycaemic aguda parece jogar papéis importantes do detalhe neste mecanismo. Um estudo examinou as pilhas endothelial humanas da veia de cordão umbilical que foram sujeitadas na cultura celular a de estado estacionário e as concentrações alternas da glicose que encontraram que a variabilidade em níveis da glicose pode ser mais prejudicial do que uma concentração alta constante de glicose.

Outros estudos examinados pela equipa de investigação incluída: um estudo que mostre que o pico da refeição do cargo aumentou o risco de aterosclerose é (inflamação crônica nas paredes das artérias), um estudo de Japão que demonstrou que a hiperglicemia postmeal é um predictor melhor do retinopathy do diabético (dano não-inflamatório à retina do olho) do que HbA1c, um estudo que liga o a dano aumentado às pilhas que alinham a superfície interna de todos os vasos sanguíneos, pesquisa que liga a à doença renal relativa diabetes, cancro do pâncreas, e muito mais.

A pesquisa notou um número de dietético eficaz e os métodos farmacêuticos estavam disponíveis para visar eficazmente o problema da glicose postmeal do plasma e diziam que a auto-monitoração da glicemia (SMBG) era o melhor e método o mais prático para monitorar o glycaemia postmeal. SMBG permite que os povos com diabetes obtenham e usem a informação sobre níveis da glicose do plasma do “tempo real”. Isto facilita a intervenção oportuna para conseguir e manter o glycaemia quase normal e fornece o feedback aos povos o diabetes. A maioria de organizações do diabetes e o outro uso médico do advogado das associações de SMBG nos povos com diabetes.

Os pesquisadores igualmente concluíram que um marco temporal de duas horas para a medida de concentrações da glicose do plasma era o mais seguro para os povos tratados com a insulina. Isto era porque testar mais cedo do que esse poderia fazer com que os povos respondam impròpria a, por exemplo, níveis de uma hora elevados da glicose do plasma com insulina adicional sem esperar sua entrada inicial da insulina para tomar o efeito completo. Isto pode conduzir a um problema frequentemente é referido como a “insulina que empilha,” e pode conduzir à hipoglicemia severa.

A pesquisa igualmente aguçado aos benefícios da tecnologia emergente da monitoração contínua da glicose para ajudar povos da monitoração do auto com diabetes a manter-se a par deste pico da refeição do cargo.

A CGM emprega um sensor para medir a glicose cada 1 a 10 minutos e transmite esta leitura a um dispositivo do armazenamento de dados. Os resultados podem ser transferidos a um doutor, ou ser indicados no “tempo real” no monitor.