Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

O mercado global para drogas da oncologia é previsto para alcançar em 2050 $80 bilhões

A base de conhecimentos da oncologia da medicina nova (nm/OK) que reside em http://nmok.net tornou-se disponível no Internet 10 anos há e, desde então, o campo da oncologia evoluiu em um dos sectores os mais desafiantes, os mais complexos e prometedores da revelação da droga, em termos de sua contribuição potencial para a medicina e a suas oportunidades do mercado.

O mercado global de drogas da oncologia é previsto para alcançar $80 bilhões pelo meio desta década, mais que dobram seus níveis actuais.  Actualmente, há sobre 725 drogas anticancerosas na revelação clínica e pelo menos um outro 300-500 em fases pré-clínicas e da pesquisa.  Sobre 3.500 aproximações novas foram avaliados clìnica ou preclinically na última década.  Actualmente, mais de 10.000 ensaios clínicos com os agentes novos e aprovados, apenas ou na combinação, são em curso com sobre o 12% que incorporam o estado da fase III.  Global, sobre 1.000 entidades comerciais distintas estão desenvolvendo drogas da oncologia ou têm as tecnologias aplicadas a este sector

Contudo, embora o ritmo das revelações na pesquisa básica e aplicada no cancro pela academia e pela indústria alcançasse níveis inauditos, e agentes novos numerosos foram aprovados e lançado, estes avanços têm para traduzir ainda aos ganhos significativos na clínica, particularmente no tratamento de doença avançada ou metastática.

Na parte positiva há muitas revelações muito prometedoras no horizonte que deriva-se da melhor compreensão do processo de transformação neoplástica; avanços na investigação básica a respeito do papel de effectors moleculars na carcinogénese; a melhor monitoração da imagem lactente, do diagnóstico, do prognóstico, a theragnostic, a pharmacogenomic e da doença aproxima-se; avanços em aproximações das técnicas analíticas e da descoberta/projecto da droga; e sistemas de entrega novos da droga, entre outros, que podem render nos próximos anos tratamentos eficazes tão necessários para esta doença mortal.

Alvos e mecanismos novos

A complexidade do processo de transformação maligno é staggering.  As células cancerosas abrigam partes moleculars aberrante expressadas numerosas.  Também, as pilhas do tumor são estreitamente relacionadas mas genetically distintas no mesmo anfitrião.  A redundância nos effectors e nos caminhos permite o escape dos efeitos da escolha de objectivos altamente selectiva de únicas ou partes múltiplas, e a resistência de droga impede benefícios a longo prazo.  Não obstante, os agentes visados representam procurado mais após a aproximação à terapia do cancro.  Várias centenas alvos cancro-relacionados foram identificados e sobre 160 distintos foram avaliados nos ensaios clínicos mas em poucos destes esforços conduzidos aos produtos comercializados, com o nenhuns que fornecem uma “cura genuína”.  Actualmente, sobre 210 agentes visados novela estão sendo avaliados na fase mim ensaios clínicos, e muitos incorporaram experimentações da fase III. Algumas das avenidas mais novas da pesquisa na revelação da droga podem conduzir para melhorar a gestão desta doença.

-- Células estaminais do cancro (CSC)

Embora controverso, definido incompatìvel, no entanto para ser provado conclusiva como um alvo terapêutico em tumores contínuos, a existência possível de CSC está tornando-se cada vez mais atractiva enquanto CSC pode fornecer um alvo bem definido dentro das pilhas do tumor.  Os proponentes definem CSC como um subconjunto das pilhas do tumor responsáveis para conduzir o crescimento e o retorno do tumor que são resistentes a muitas terapias anticancerosas existentes.  Os dubitativos acreditam que não há nenhuma coisa como um CSC mas as pilhas normais reprogram espontâneamente em um fenótipo maligno.  Não obstante, diversas empresas estão visando CSC putativo em avaliações pré-clínicas e clínicas.

-- Mortalidade sintética

A mortalidade sintética explora dano potencial aos caminhos que dependem do normal 2 interacções do gene.  Embora as pilhas sobrevivam na presença das mutações no gene, os danos em ambos os genes em caminhos semi-redundantes ou cooperando separados ou no mesmo caminho, mate as pilhas. A mortalidade sintética está sendo investigada nos ensaios clínicos usando a inibição poli da polimerase (do ADP-ribose (PARP)) nos pacientes com o cancro da mama que abriga as mutações BRCA1/BRCA2.

-- Reacções químicas/metabolismo das células cancerosas

Em contraste com a escolha de objectivos de effectors moleculars originais nas células cancerosas, interferir com reacções químicas/metabólicas dentro da pilha, compartilhada por todas as pilhas do tumor, representa uma aproximação universal à matança da pilha do tumor e pode superar o desafio da heterogeneidade molecular de pilhas do tumor e dos mecanismos da resistência que impedem da eficácia de drogas visadas.  Uma aproximação explora alterações bioquímicas na conversão da glicose à energia que ocorre em muitos tipos de células cancerosas.   A tomada de limitação da glicose por células cancerosas morreria de fome tumores; demonstrou-se que o metformin da droga anti-diabética que suprime a produção da glicose no fígado parte ao meio o risco de se tornar pancreático ou de cancro do cólon.  Uma outra aproximação em tumores esfomeados é visando o mTOR que regula o crescimento, a proliferação e a sobrevivência da pilha impactando na síntese e na transcrição da proteína.  Dois agentes que visam o mTOR estão já no mercado e mais de 10 estão nos ensaios clínicos com o um que incorpora a revelação clínica da fase III.

-- Epithelia à transição mesenchymal (EMT)

Em EMT, as pilhas epiteliais são transformadas mesenchymal-como em pilhas em um processo que exija alterações na morfologia, na arquitetura celular, na adesão, e na capacidade da migração.  As pilhas mesenchymal malignos que movem individualmente, frequentemente em uma forma agressiva, descontrolada, representam uma etapa importante no invasiveness e na metástase.  Os marcadores fenotípicos para um EMT incluem uma capacidade aumentada para a migração e a invasão 3 dimensional, assim como a resistência aos anoikis/apoptosis.  Há uns factores numerosos da célula cancerosa que promovem EMT e a inibição de EMT pode inverter a resistência das células cancerosas às terapias visadas.  Visar EMT pode aumentar a eficácia dos inibidores do caminho de ErbB que esclarece actualmente um grande mercado global com sobre os 30 agentes na revelação clínica.

-- Interferência do RNA (RNAi) e silêncio do gene

RNAi e o gene que silenciam o presente uma promessa original como a terapêutica do cancro mas a sua eficácia na oncologia têm ser demonstrados ainda na clínica.  O microRNA numeroso (miRNA ou RIM), as moléculas reguladoras que controlam negativamente a expressão genética ligando às seqüências complementares no alvo mRNA, foi identificado como a terapêutica potencial do cancro.

-- Epigenetics

Epigenetics determina a expressão dos genes na saúde e na doença.  O epigenome consiste em um número de enzimas que giram genes de vez em quando.  Ao contrário das mutações que alteram a estrutura do gene, a actividade epigenomic ocorre fora do gene, e as mudanças epigenéticas podem inverter a actividade aberrante de um gene sem a necessidade de afectar o gene próprio.  Epigenomics está no pelotão da frente das aproximações na gestão do cancro, porque se demonstrou que a actividade epigenética imprópria contribui significativamente à causa e ao crescimento do cancro.

-- Microambiente do tumor (semente e solo)

Um dos desafios chaves da revelação anticancerosa da droga está determinando a influência do microambiente do tumor (estroma) na proliferação de pilha do tumor e na metástase.  A interacção entre o tumor e o anfitrião envolve o sistema de anfitrião completo e inclui respostas imunes, angiogênese, o apoio de matriz (ECM) extracelular, e o transporte linfático e vascular da pilha do tumor.  Interferir com o microambiente do tecido foi desafiante como ilustrada pelas limitações da inibição da angiogênese.

Selecção paciente baseada no perfil molecular, na medicina personalizada, e nos avanços dos tumores verificados baseados in vitro no teste (IVT)

A selecção paciente para opções do tratamento é grosso da população tornando-se porque a validez do perfilamento molecular em resultados de predição do tratamento foi demonstrada em ajustes numerosos.  Quase cada experimentação de agentes visados inclui em seu projecto algum tipo de perfilamento molecular.  Contudo, apesar da quantidade maciça de informação nesta área, personalizar o tratamento no cancro rendeu somente alguns benefícios bem defenidos na clínica.  Um dos problemas principais dentro - a selecção paciente para terapias visadas pode ser atribuída à heterogeneidade entre subclones do tumor no mesmo anfitrião.  Há uma evidência inquestionável que os tumores contínuos são malignidades polyclonal.  Conseqüentemente, o tratamento personalizado pode despejar ser uma aproximação muito mais involvida, exigindo que os pacientes estão tratados com os cocktail da droga que inibem os vários caminhos ativados em um paciente dado.  

O sector de IVT cresceu exponencial na última década.  Sobre 250 empresas estão desenvolvendo algum tipo de IVT no cancro.  IVT incluem testes de selecção, diagnósticos, pharmacogenomics, prognóstico, testes de monitoração da doença, theragnostics, toxicogenomics, etc. por exemplo, sobre 30 empresas têm programas de revelação em IVT no cancro do ovário, em 42 no câncer pulmonar, em 19 no cancro de bexiga, etc.  

Experimentações que combinam agentes visados novela

Os agentes visados constituem actualmente a maioria das drogas novas que incorporam ensaios clínicos.  Sobre 200 drogas visadas novela estou na fase eu ensaios clínicos, na maior parte inibidores pequenos da quinase de proteína da molécula ou os construtores (MAb) anticorpo-baseados monoclonais da pilha surgem os receptors.  Estes agentes mais novos estão endereçando sobre 160 partes moleculars distintas mostradas para jogar um papel na malignidade.  Os agentes visados novela são avaliados geralmente como monotherapies ou em combinação com agentes aprovados/introduzidos no mercado.  Antecipa-se que nesta década, tais agentes estarão avaliados igualmente clìnica nas combinações um com o otro.  Tal esforço tomará a revelação clínica a um nível novo de complexidade mas pode igualmente ter resultados surpreendentemente benéficos.

A proteína/peptide-baseou agentes contra drogas pequenas da molécula

As drogas pequenas da molécula dominaram a revelação nova da droga na última parte do 2000s primeiramente devido às elas são oral disponíveis e mais fáceis de produzir; contudo total, os biologicals dominam o mercado.  Alguns dos agentes os mais bem sucedidos na clínica e no mercado, incluindo sucessos de público como o bevacizumab (Avastin; Genentech) e rituximab (Rituxan; Biogen Idec), entre outros, é biologicals.  Actualmente, sobre 130 agentes MAb-baseados esteja na revelação clínica com os 20 que incorporam ensaios clínicos da fase III.

Tecnologias da engenharia do anticorpo e immunoconjugates, radioimmunoconjugates, proteínas da fusão, e conjugado novos da anticorpo-droga (ADC)

Os anticorpos monoclonais (MAb) são a espinha dorsal do sector da droga da oncologia.  Não mais pouca de 125 empresas estão focalizando em aplicações da oncologia do MAb neste campo nunca de avanço.  A atracção do MAb é sua capacidade para visar os receptors de superfície com especificidade excelente e igualmente, em muitos casos, estimula o sistema imunitário para destruir as pilhas que expressam tais receptors.  Sobre 650 MAb distintos foram avaliados na última década na oncologia.  Embora eficaz como inibidores da transacção do sinal no seus próprios, a especificidade visada do MAb faz-lhe balsas excelentes das drogas/toxinas, e dos isótopos radioactivos às células cancerosas.  Tal aplicação do MAb é explorada actualmente nos conjugado da droga do anticorpo (ADC), uma área de germinação da revelação da droga com as 11 drogas nos ensaios clínicos com um na fase III.  

Imunoterapias/vacinas

Embora o sistema imunitário humano seja capaz de levantar uma resposta imune contra muitos tipos do cancro, não erradica o cancro na maioria de pacientes, possivelmente devido ao regulamento negativo do sistema imunitário pelo tumor.  A fiscalização imune é o mecanismo principal por que as pilhas malignos estão reconhecidas e eliminadas pelo sistema imunitário antes que possam se tornar tumores clìnica detectáveis.  Embora, a falha de sistema imunitário possa contribuir à sobrevivência e à proliferação das células cancerosas, teoriza-se agora que os tumores adotam maneiras para iludir a erradicação pelo sistema imunitário.  Após diversas falhas de imunoterapias do cancro em experimentações atrasadas da fase, o interesse foi reacendido nesta área por diversas revelações positivas, primeiramente por resultados favoráveis com a vacina Provenge da próstata de Dendreon.  Sobre 125 immunotherapeutics/vacinas esteja na revelação clínica, com o muitos que demonstram a actividade favorável com baixa toxicidade.

Aproximações de Oncolytics/virotherapy

Depois que muitos anos durante o processo de desenvolvimento virotherapy estão começando a mostrar a eficácia na clínica.  Tanto como oncolytics 32 distinto tem sido investigado durante os últimos 10 anos com 11 agentes actualmente na revelação clínica em várias indicações do cancro.

Cytotoxics novo

Cytotoxics permanece a espinha dorsal do tratamento contra o cancro para doença avançada e em ajustes adjuvantes e neoadjuvant.  Quase cada de agentes aprovados e a maioria novos estão sendo combinados com um regime citotóxico.  Conseqüentemente, o esforço considerável é dedicado a melhorar cada aspecto da quimioterapia citotóxico.  Sobre o cytotoxics 663 distinto foram avaliados na última década preclinically e clìnica com 228 actualmente em desenvolvimento; 98 incorporam algum tipo de um sistema de entrega e 32 são prodrugs.  Entre 195 actualmente na revelação clínica, 32 agentes novos incorporaram ensaios clínicos da fase III.  Muitos programas clínicos envolvem aproximações para melhorar o desempenho e para reduzir a toxicidade não específica de conduzir o chemotherapeutics introduzido no mercado assim como de diversas drogas experimentais que foram retiradas da revelação devido às dificuldades inaceitáveis da toxicidade e da formulação.

Avanços na entrega da droga, incluindo a nanotecnologia

A entrega da droga é a segunda - o desafio o mais importante da terapêutica visada após a prova da eficácia in vitro e in vivo, e talvez uma da chave raciocina as drogas que executam bem em animais que pequenos os modelos falham nos seres humanos.  As aproximações terapêuticas novas tais como inibidores do microRNA reignited a procura para sistemas de entrega eficazes da droga.  A nanotecnologia é actualmente o Santo Graal da entrega da droga na oncologia que está sendo levada a cabo por 40 entidades distintas, cada desenvolver sua própria versão desta aproximação prometedora, que pode revitalizar o sector da droga citotóxico que é ainda o tratamento padrão para quase todos os tipos de doença avançada e permitir a aplicação clínica de tecnologias novas como a interferência do RNA (RNAi).

Endereçando indicações específicas do cancro

Os milhares de indicações clínicas específicas estão sendo investigados literalmente nos ensaios clínicos baseados no local preliminar do tumor, morfologia celular, fase da doença, características pacientes (idade, estado do desempenho, estado de saúde), opções do tratamento e a linha de terapia, de perfil molecular do tumor, etc. está sendo investigada na clínica.  Gradualmente, o cancro está sendo definido a nível do gene, criando subcategorias numerosas de indicações clínicas dentro de cada cancro principal definido actualmente pelo órgão afetado.  É concebível que estas indicações estreitas guiarão a aprovação e determinarão a oportunidade comercial para muitos agentes.

Source:

New Medicine, Inc.