Actualização na febre Haemorrhagic aguda suspeitada na República Democrática do Congo

Amostras de sangue tomadas de um dos casos suspeitados na região de Sangha, a República Democrática do Congo, negativo testado para diversas febres haemorrhagic virais (Ebola, Marburg, CCHF, arenavírus).

As investigações adicionais do laboratório são em curso. Os testes foram realizados pelo centro Internacional de Recherches Médicales de Franceville (CIRMF) em Gabão. As amostras dos outros três suspeitaram que os casos fatais não poderiam ser obtidos.

Os resultados negativos do laboratório deste caso suspeitado não excluem que uma manifestação haemorrhagic aguda da febre ocorreu, ou é ainda em curso. O Ministério da Saúde, o WHO e outros sócios continuam a reforçar actividades da fiscalização nos seres humanos e no sector selvagem da vida, e a executar as medidas de controle que incluem a busca activa do caso, o controle da infecção, e a mobilização social.

Mais de 40 povos que tiveram o contacto directo com os casos suspeitados continuarão a ser monitorados por um período de 21 dias da última tâmara de sua exposição (19 de junho).