Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Patrys anuncia um levantamento de capital de $3,2 milhões e um plano da compra da parte

Patrys Limitado (ASX: PAB; A Empresa), uma empresa de biotecnologia centrada sobre a revelação de tratamentos novos revolucionários para o cancro, é satisfeito anunciar um levantamento de capital bem sucedido de aproximadamente $3,2 milhões, que seja conduzido através de uma colocação privada. 

O capital aumentou, quando acoplado com recursos financeiros existentes, é suficiente:

  • Apoie um ensaio clínico expandido do ser humano PAT-SM6;
  • Prepare Mais PAT-SC1 e PAT-LM1 para o ensaio clínico e/ou partnering;
  • Apoie a colaboração de CSL;
  • Continue o desenvolvimento de negócios e actividades licenciar; e
  • Expanda o encanamento com o R&D interno e as aquisições potenciais de programas clínicos.

O financiamento foi conduzido por Sócios do HTM e do Alojamento de Wilson e apoiado pelas instituições e por indivíduos altos do valor líquido.  Os accionistas novos e existentes participaram no financiamento.

Dan Devine, Patrys CEO disse: “Nossa equipe ajustou um alvo prudente do financiamento para apoiar mais a revelação clínica de PAT-SM6 e para apoiar outras actividades chaves, e nós somos satisfeitos com a resposta que positiva nós recebemos dos accionistas institucionais e sofisticados, de Austrália e de Europa.” 

A colocação envolve um primeiro próximo de aproximadamente $2,9 milhões com a introdução de 28.940.000 milhão partes ordinárias em $0,10 pela parte.  O balanço do financiamento é sujeito à aprovação de accionista em uma reunião geral extraordinária (EGM) a ser reunida ou sobre no 22 de dezembro de 2010, a fim seguir com a Regra 7,1 da Lista de ASX.  O Assunto à aprovação de accionista o segundo financiamento próximo envolverá a introdução de umas aproximadamente 3.600.000 partes ordinárias mais adicionais em $0,10 pela parte.

A fim permitir que todos os accionistas existentes participem no levantamento de capital, a mesmo preço que a colocação, a Empresa lançará um plano da compra da parte (SPP).  A Participação nos SPP está aberta aos Accionistas Elegíveis (definidos abaixo).  Os Fundos aumentados dos SPP serão usados para estender e apoiar programas clínicos, expansão do encanamento e outras actividades de empresa chaves.

Sob os SPP, os Accionistas Elegíveis poderão comprar o valor até $15.000 de partes ordinárias inteiramente pagas novas na Empresa.  Esta oferta é independentemente do número de partes que um Accionista Elegível guardara actualmente.  A Empresa estará emitindo as partes sob o Guia Regulador 125 do ASIC e estará confiando no Pedido 09/425 da Classe para o relevo de emitir um original da divulgação.

O preço de emissão para as partes oferecidas sob os SPP será $0,10 pela parte, que representa um disconto de 22% ao preço de mercado da média ponderada do volume das partes de Empresa para os 30 dias de negociação imediatamente antes do anúncio da oferta o 17 de novembro de 2010.

Os SPP fornecerão a oportunidade para que os Accionistas Elegíveis participem no financiamento sem incorrer custos da agência corretora ou de transacção. 

Os Accionistas Elegíveis são aqueles accionistas cujos os endereços registrados estão dentro de Austrália ou de Nova Zelândia como em 7,00 P.m. (AEST) o 16 de novembro de 2010 (Tâmara Gravada).  Os Accionistas com um endereço registrado Austrália ou Nova Zelândia exterior na Tâmara Gravada (Accionistas Excluídos) não serão elegíveis participar nos SPP. 

Uma Observação da Reunião para o EGM será enviada a todos os accionistas ou sobre no 22 de novembro de 2010.  Um original redigido da oferta para os SPP será enviado a todos os Accionistas Elegíveis junto com um Formulário personalizado do Direito e de Aceitação, ou sobre no 22 de novembro de 2010.