O treinamento Óptimo do exercício aeróbio pode beneficiar pacientes com hipertensão arterial pulmonaa

Um pesquisador da fisioterapia com a Escola do IU de Serviços da Saúde e da Reabilitação na Universidade Indianapolis da Universidade-Purdue de Indiana foi concedido a $465.000 Institutos Nacionais da concessão da Saúde para aperfeiçoar o treinamento do exercício aeróbio para pacientes com hipertensão arterial pulmonaa, uns dados do objetivo sugerem poderiam reduzir a morbosidade e a mortalidade entre aquelas com a doença.

Tradicional, tinha-se pensado que estes pacientes, que frequentemente se esforçam para andar através de uma sala ou se escalam um vôo de escadas, não devem exercitar, disse Mary Beth Brown, um professor adjunto no Departamento da Fisioterapia.

“É somente na última década que a primeira evidência saiu que o exercício pode ser aprovação e pode mesmo ser benéfico”, Brown disse. “Porque é nova tão relativamente uma terapia potencial há muito trabalho que precisa de ser feito para o aperfeiçoar, apenas como com toda a outra terapia nova.”

A hipertensão Pulmonaa é a hipertensão que ocorre nas artérias nos pulmões. Os vasos sanguíneos que levam o sangue do coração aos pulmões tornam-se estreitos, forçando o coração para trabalhar mais duramente para bombear completamente o sangue.

Como as construções da pressão, o ventrículo direito do coração devem trabalhar mais duramente para bombear o sangue através dos pulmões, fazendo com eventualmente que o músculo de coração se enfraqueça e se falhe eventualmente.

Quando os pesquisadores acreditarem o exercício é benéfico, a melhor aproximação a maximizar aqueles benefícios e a minimizar riscos tem ser descoberta ainda, Brown disse.

Os “Pacientes com hipertensão pulmonaa podem obter pressões pulmonaas extremamente altas durante o exercício,” disse. “Assim você tem que querer saber o que as implicações daquela são.”

Uma coisa que acontece com hipertensão pulmonaa é essa tolerância para o exercício, mesmo distâncias curtos de passeio, agrava-se ao longo do tempo, Brown disse. Os Pesquisadores acreditam que é devido na parte ao failing do metabolismo do músculo esqueletal e do músculo de coração gerar tão eficientemente a energia como tiveram antes do início da doença.

O exercício Regular é esperado ajudar com a intolerância do exercício na hipertensão pulmonaa porque o exercício é sabido para inverter ou melhorar pelo menos o metabolismo energético incapaz de outras doenças, Brown disse.

“Se nós podemos encontrar um protocolo do exercício que melhorasse a pressão sanguínea nos pulmões, e assim a carga no coração direito, além do que a promoção da melhoria no metabolismo do músculo esqueletal e do coração, nós poderíamos realmente retardar a progressão da doença,” Brown disse.

Tem testado já, pela primeira vez, em um modelo do rato com um formulário suave da hipertensão pulmonaa, o uso do treinamento do intervalo da alta intensidade, que alterna curtos períodos de exercício intenso com os períodos menos-intensos da recuperação.

Os resultados eram sobressaltado, Brown disse.

Encontrou a melhoria em pressões sanguíneas nos pulmões, não somente durante o exercício mas em repouso também. Mais, a ampliação no tamanho do ventrículo direito, causado pela hipertensão pulmonaa, foi invertida.

“Nós nunca vimos a reversão da hipertrofia do coração direito,” disse. “Meu primeiro pensamento era este não pode ser direito, assim que a experiência foi repetida, mas nós obtivemos os mesmos resultados outra vez.”

Com a concessão de NIH, Brown conduzirá agora o treinamento similar do intervalo da alta intensidade usando um modelo do rato com um formulário mais severo da hipertensão pulmonaa para ver se há tanto ou mais benefício quanto ocorrido com um formulário suave da doença.

Empregará a telemetria implantable para medir pressões pulmonaas durante o exercício em seu modelo do rato, sobre o curso da revelação e do tratamento da doença, que foi feito nunca.

“Que é importante porque os pacientes não têm sempre problemas quando apenas descansarem. Têm-nos quando estão andando através que da sala ou estão indo acima um vôo de escadas,” Brown disse. “Nós precisamos de compreender a hemodinâmica durante o esforço físico assim que nós podemos melhor aperfeiçoar protocolos do exercício.”

Com resultados de um estudo mais adiantado que mostre uma gota em pressões pulmonaas aos níveis normais por um período de tempo nos animais que executaram uma única sessão do exercício, a pesquisa de Brown determinará que protocolos do exercício dão o melhor indicador da época de pressões pulmonaas normalizadas, Brown disse.

“Que em si mesmo poderia potencial produzir um benefício enorme,” Brown disse. Os “Pacientes que exercitaram diariamente teriam mais destes indicadores do cargo-exercício de uma mais baixa pressão, e menos carga no coração.”

Source: Universidade de Indiana