Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Os pesquisadores confirmam que as ajudas do extracto do arando lutam UTIs no menor de idade amamentado um das crianças

Os pesquisadores das universidades de Granada (Espanha) e de Kvopio (Finlandia) confirmaram que o extracto do arando ajuda a lutar infecções de aparelho urinário (UTIs) em bebês amamentados sob um ano de idade. Seu trabalho mostrou que este composto impede a prescrição dos antibióticos na profilaxia para infecções de aparelho urinário periódicas nos infantes com maré baixa vesicoureteral (VUR), impedindo assim o risco de aumentar a resistência antibiótica bacteriana.

Esta pesquisa, publicada no compartimento de Anales de Pediatría (anais da pediatria), foi financiada pelo instituto de Instituto de Salud Carlos III. Contou com a colaboração do departamento de universidade da química analítica e da investigação e desenvolvimento do centro funcional do alimento (CIDAF, para suas iniciais no espanhol), através do professor Antonio Segura Carretero, e a aquela da universidade de Kvopio, Finlandia, através do professor Tarja Nurmi.

A pesquisa envolveu a participação de 85 crianças sob um ano de idade e de 107 sobre essa idade, todo afetadas por uma infecção urinária periódica. 75 crianças eram extracto administrado do arando, quando os outros 117 eram trimethoprim administrado, um antibiótico bacteriostatic derivado da pirimidina do trimethoxybenzyl, usada quase exclusivamente para tratar infecções urinárias.

Eficaz nos adultos e nas crianças

O autor principal deste trabalho, professor José Uberos Fernández do departamento da pediatria (UGR), nota que, de acordo com a análise feita em CIDAF, a composição dos extractos do arando disponíveis no mercado é heterogênea, e não todas as fracções polyphenolic neles são ingualmente úteis.

Dado os resultados, do “o extracto arando, que em precedente pesquisa já tinha mostrado a eficácia em impedir infecções urinárias nos adultos, é igualmente eficaz e seguro para infantes amamentados com esta circunstância”.

Os efeitos do extracto do arando foram, após in vitro os testes numerosos, ligados clàssica à quantidade de proanthocyanidins actuais no extracto. “Esta molécula é metabolizada rapidamente no intestino, e nosso pesquisa mostraram que a concentração de proanthocyanidins detectados na urina é muito pequena”, professor Uberos diz.

O pesquisador de UGR sublinha: “in vivo (isto é, nos seres humanos) o efeito antiadesivo, parece ser devido aos metabolitos intermediários dos proanthocyanidins e a outras moléculas polyphenolic actuais no extracto do arando. A este respeito, alguns ácidos fenólicos derivados dos arandos metabolizados parecem ter algumas propriedades antiadesivas muito interessantes, e aquele é algo que minha equipe dos pesquisadores está trabalhando em”.

Além disso, os pesquisadores pretendem esclarecer se suas propriedades anti-inflamatórios (igualmente notáveis por outros autores) podem melhorar nephropathies depois do pyelonephritis e da maré baixa, actual em outros pacientes.