Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Os pesquisadores revelam o mecanismo molecular da iniciação autophagy

Os pesquisadores revelaram que Atg13 liga os factores de iniciação autophagy entre si que usam a corda-como a conformação, promovendo desse modo a associação dos elementos diversos da maquinaria autophagy da iniciação, iniciando a formação autophagosome com o recrutamento das vesículas Atg9 e da fosforilação de vários factores de Atg.

A fim viver, é necessário que as criaturas não somente sintetize componentes essenciais, mas igualmente degrada componentes prejudiciais ou supérfluos. Autophagy, um sistema intracelular da degradação conservado entre eukaryotes do fermento aos seres humanos, contribui à homeostase da pilha através de isolar e de degradar vários componentes desnecessários dentro das pilhas. Desde que a deficiência orgânica autophagy é ligada às doenças severas tais como o neurodegeneration e o cancro, o controle artificial de promessas autophagy de facilitar a revelação do tratamento terapêutico e preventivo para estes e doenças severas.

No fermento de brotamento, o Atg1 complexo, compreendendo Atg1, Atg13, Atg17, Atg29 e Atg31, negocia a iniciação de autophagy (figura 1). Quando autophagy é induzido pela inanição, estes cinco componentes recolhem para formar um dímero dos pentamers. Contudo, a formação do dímero dos pentamers apenas não é suficiente para a indução autophagy: e as dúzias dos complexos pentameric precisam de montar em um complexo supramolecular de elementos autophagy da maquinaria da iniciação. Contudo, o mecanismo molecular foi indescritível.

Figura 1. modelo da formação da maquinaria autophagy da iniciação.

Sob circunstâncias nutriente-ricas, Atg1, Atg13 e o subcomplex Atg17-29-31 existem sem interagir um com o otro. Em cima da indução autophagy, sob condições tais como a inanição, formam um complexo pentameric, que monte mais em um complexo autophagy gigante da maquinaria da iniciação.

Este mistério foi endereçado pelo prof. honorário Yoshinori Ohsumi e pelo Dr. Hayashi Yamamoto no Instituto de Tecnologia do Tóquio, e pelo afastamento cilindro/rolo. Nobuo N. Noda e Yuko Fujioka no instituto da química microbiana, em colaboração com outros pesquisadores. Os pesquisadores focalizaram em Atg13 e analisaram suas estrutura e função in vitro. Os dados revelaram que Atg13 tem um intrìnseca desorganizado, corda-como a conformação na solução e que Atg13 tem duas regiões obrigatórias distintas para Atg17. As análises detalhadas da interacção entre Atg13 e Atg17 pelo cristalografia do raio X descobriram que Atg13 liga duas moléculas Atg17 entre si que usam duas regiões obrigatórias. A análise do tamanho do complexo Atg1 revelou que os complexos Atg1 estão ligados entre si por Atg13, que conduz à formação de um complexo autophagy enorme da iniciação (figura 2). Quando as mutações de ponto que danificam a formação deste complexo gigante foram introduzidas a Atg13, a associação da maquinaria autophagy da iniciação foi obstruída completamente. Estes dados sugerem que resultar complexo supramolecular do enlace dos complexos Atg1 entre si por Atg13 funcione como a maquinaria autophagy da iniciação in vivo.

Figura 2. mecanismo molecular do conjunto complexo do initiaition autophagy supramolecular negociado por Atg13.

Atg13 (vermelho) liga Atg1 (azul) e dois Atg17s (verde) entre si, desse modo promovendo a formação do complexo gigante.

Em seguida, a função da maquinaria autophagy da iniciação foi estudada no fermento de brotamento, revelando que a actividade da fosforilação de Atg1 está aumentada marcada quando é incorporada no complexo autophagy supramolecular da iniciação. Além disso, revelou-se que a maquinaria autophagy da iniciação recruta eficientemente as vesículas Atg9, que servem como fontes da membrana para a formação autophagosome, e os phosphorylates Atg9. Estes dados sugerem colectivamente que a maquinaria autophagy da iniciação negocie não somente a formação de membrana inicial do isolamento com o recrutamento das vesículas Atg9, mas igualmente promovem a formação autophagosome através dos factores autophagy-relacionados phosphorylating que incluem Atg9 (figura 3).

Figura 3. modelo da iniciação da formação autophagosome.

A maquinaria autophagy da iniciação negocia a formação da membrana inicial do isolamento com o recrutamento das vesículas Atg9. Ao mesmo tempo, os phosphorylates Atg da maquinaria fatoram incluir Atg9, promovendo desse modo a formação autophagosome.

Estes resultados são uma etapa importante em nossa procura para compreender inteiramente os mecanismos moleculars da iniciação autophagy e formação autophagosome. Uma compreensão melhor dos mecanismos dos passos iniciais de promessas autophagy de permitir a revelação dos compostos que regulam especificamente autophagy, com excitação de implicações clínicas para o tratamento de uma escala de circunstâncias sérias.