Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Afague dobros o risco de demência, estudo em grande escala recente das mostras

Os resultados nunca do estudo o maior no relacionamento entre o curso e o risco da demência foram relatados apenas. O estudo mostra a esse curso pacientes experiência um risco aumentado duplo de desenvolver a demência em uma vida mais atrasada.

CérebroCrédito de imagem: Rattiya Thongdumhyu/Shutterstock

Enquanto os estudos precedentes mostraram a relação entre o curso e a demência, não podiam determinar o aumento da porcentagem no risco.

O estudo actual era a primeira méta-análisis para olhar nunca o curso e a demência em termos do risco determinante.

Os pesquisadores examinaram 36 estudos que incluem um total de 1,9 milhão assuntos com uma história do curso e 12 estudos que incluíram um total de 1,3 milhão participantes que tinham sofrido recentemente um curso, tendo por resultado um total de 3,2 milhão casos do curso do mundo inteiro que estão sendo examinados.

O estudo analisou diversos factores associados com o risco aumentado da demência, tal como a hipertensão, o diabetes, e a doença cardiovascular.

Mesmo depois levar em consideração a contribuição destes factores, os resultados mostraram nunca a evidência a mais forte de uma conexão entre o curso e a revelação subseqüente da demência.

A Organização Mundial de Saúde relata uma incidência global do curso de 15 milhões pelo ano, e a predominância da demência de aproximadamente 50 milhões mundiais. Esta última figura é esperada ir acima em 2050 a 131 milhões.

Contudo, a maioria de povos ainda não mostram sinais da demência após um curso. A associação descoberta por este estudo será conseqüentemente muito importante em dirigir a atenção para a possibilidade que melhor afague medidas preventivas e o cuidado melhorado depois que um curso pôde impedir a demência. Mais pesquisa é urgente necessário nesta área.

Dr. David Llewellyn, um dos pesquisadores da universidade da Faculdade de Medicina de Exeter, indicada que se em três casos da demência estêve pensado actualmente para ter sido evitável. Isto foi, contudo, antes que o risco curso-associado estêve determinado. Comentou:

Nossos resultados indicam que esta figura poderia ser mesmo mais alta e reforçar a importância de proteger o fluxo sanguíneo ao cérebro ao tentar reduzir a carga global da demência.”

Dr. David Llewellyn, co-autor

O estudo igualmente sugeriu que pudesse ser possível prever que pacientes podem estar em um risco mais alto para a demência, traçando o lugar dos danos cerebrais curso-relacionados, e na extensão a que tal dano é observado.

Pôde indicar que os homens que sofrem um curso estão em um risco maior de demência. Outros factores tais como a origem étnica e o grau de instrução não foram determinados ainda jogar um papel neste risco.

O papel, autorizado risco do curso e da demência: Uma revisão e uma méta-análisis sistemáticas, foram publicadas recentemente no jornal Alzheimer & na demência: O jornal da associação do Alzheimer.

Source:

This article has been re-written from a press release originally published on EurekAlert.

Dr. Liji Thomas

Written by

Dr. Liji Thomas

Dr. Liji Thomas is an OB-GYN, who graduated from the Government Medical College, University of Calicut, Kerala, in 2001. Liji practiced as a full-time consultant in obstetrics/gynecology in a private hospital for a few years following her graduation. She has counseled hundreds of patients facing issues from pregnancy-related problems and infertility, and has been in charge of over 2,000 deliveries, striving always to achieve a normal delivery rather than operative.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Thomas, Liji. (2019, June 19). Afague dobros o risco de demência, estudo em grande escala recente das mostras. News-Medical. Retrieved on September 25, 2020 from https://www.news-medical.net/news/20180831/Stroke-doubles-the-risk-of-dementia-shows-recent-large-scale-study.aspx.

  • MLA

    Thomas, Liji. "Afague dobros o risco de demência, estudo em grande escala recente das mostras". News-Medical. 25 September 2020. <https://www.news-medical.net/news/20180831/Stroke-doubles-the-risk-of-dementia-shows-recent-large-scale-study.aspx>.

  • Chicago

    Thomas, Liji. "Afague dobros o risco de demência, estudo em grande escala recente das mostras". News-Medical. https://www.news-medical.net/news/20180831/Stroke-doubles-the-risk-of-dementia-shows-recent-large-scale-study.aspx. (accessed September 25, 2020).

  • Harvard

    Thomas, Liji. 2019. Afague dobros o risco de demência, estudo em grande escala recente das mostras. News-Medical, viewed 25 September 2020, https://www.news-medical.net/news/20180831/Stroke-doubles-the-risk-of-dementia-shows-recent-large-scale-study.aspx.