O cientista descobre a região escondida do cérebro humano

Um perito mundialmente famoso na cartografia do cérebro anunciou a descoberta de uma região escondida do cérebro nos seres humanos que podem ser o que diferencia seres humanos dos macacos e dos outros animais.

Pela criança dos anos 80

criança dos anos 80 | Shutterstock

A descoberta podia ajudar cientistas em sua busca para que os tratamentos curem doenças tais como a doença do neurônio de Parkinson e de motor.

A região é ficada situada perto da junção cérebro-espinal do cabo e foi identificada pelo professor George Paxinos da pesquisa Austrália da neurociência.

Paxinos nomeou a região nova como o núcleo de Endorestiform.

Paxinos tinha suspeitado já a existência da região por décadas, mas somente tem agora técnicas da mancha e de imagem lactente a tornar-se avançadas bastante para permitir seu visualização.

Agora podendo identificar a região, Paxinos compara a descoberta a descobrir a existência de uma estrela nova.

O que é tão intrigante sobre a região do cérebro, diz Paxinos, é que não se encontrou nos estudos dos macacos e dos outros animais: “Esta região poderia ser o que faz seres humanos originais além de nosso tamanho maior do cérebro.”

O núcleo de Endorestiform encontra-se dentro do pedúnculo cerebelar inferior, de uma parte do cérebro que integra sensorial e da informação do motor e permite-se a postura refinada, movimentos de motor finos, e balanço.

Eu posso somente supr a respeito de sua função mas dado a parte do cérebro onde se encontrou, pôde ser in fine controlo do motor envolvido.”

Professor George Paxinos, autor principal

Durante os últimos 100 anos, uma compreensão detalhada da arquitetura do cérebro e a conectividade estiveram no centro da maioria de descobertas principais no campo da neurociência.

Anunciado como os atlas os mais exactos do cérebro disponíveis, os mapas criados por Paxinos são usados por neurocientistas para explorar e identificar estruturas do cérebro e tratamentos potenciais para desordens e doenças do cérebro. São usados igualmente como guia na neurocirurgia.

Paxinos é o autor dos artigos os mais mencionados publicados no campo da neurociência e é igualmente o autor de 52 livros que fornecem atlas intrincados do cérebro.

As descrições detalhadas desta descoberta a mais atrasada podem ser encontradas no livro o mais recente por Paxinos, autorizado “Brainstem humano: Cytoarchitecture, Chemoarchitecture, Myeloarchitecture.”

Source

O neurocientista descobre a região escondida de cérebro humano.

Sally Robertson

Written by

Sally Robertson

Sally has a Bachelor's Degree in Biomedical Sciences (B.Sc.). She is a specialist in reviewing and summarising the latest findings across all areas of medicine covered in major, high-impact, world-leading international medical journals, international press conferences and bulletins from governmental agencies and regulatory bodies. At News-Medical, Sally generates daily news features, life science articles and interview coverage.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Robertson, Sally. (2019, June 19). O cientista descobre a região escondida do cérebro humano. News-Medical. Retrieved on October 14, 2019 from https://www.news-medical.net/news/20181123/Scientist-uncovers-hidden-region-of-the-human-brain.aspx.

  • MLA

    Robertson, Sally. "O cientista descobre a região escondida do cérebro humano". News-Medical. 14 October 2019. <https://www.news-medical.net/news/20181123/Scientist-uncovers-hidden-region-of-the-human-brain.aspx>.

  • Chicago

    Robertson, Sally. "O cientista descobre a região escondida do cérebro humano". News-Medical. https://www.news-medical.net/news/20181123/Scientist-uncovers-hidden-region-of-the-human-brain.aspx. (accessed October 14, 2019).

  • Harvard

    Robertson, Sally. 2019. O cientista descobre a região escondida do cérebro humano. News-Medical, viewed 14 October 2019, https://www.news-medical.net/news/20181123/Scientist-uncovers-hidden-region-of-the-human-brain.aspx.