Os avisos do disparador têm o impacto mínimo em como os povos respondem ao índice, pesquisa das mostras

Provoque avisos que os povos do alerta ao índice potencial sensível são cada vez mais populares, especialmente em terrenos da faculdade, mas a pesquisa sugere que tenham o impacto mínimo em como os povos respondem realmente ao índice. Os resultados são publicados na ciência psicológica clínica, um jornal da associação para a ciência psicológica.

“Nós, como muita outro, ouviam a semana nova das histórias em cima da semana sobre os avisos do disparador que estão sendo pedidos ou introduzido em universidades em todo o mundo,” diz o pesquisador Mevagh Sanson da universidade de Waikato, primeiro autor da psicologia na pesquisa. “Nossos resultados sugerem que estes avisos, embora pretendida boa, não é útil.”

Os avisos do disparador podem ser cada vez mais predominantes, mas não tem estado quase nenhuma pesquisa que examina realmente seus efeitos.

É possível que funcionam a maneira que são significados a, ajudando povos a controlar suas respostas emocionais e a reduzir seus sintomas da aflição. Mas é igualmente avisos possíveis do disparador poderia ter o efeito oposto, influenciando as expectativas do pessoa e as experiências nas maneiras que agravam sua aflição.

“Nós pensamos que era importante figurar para fora como eficaz estes avisos são,” diz Sanson. “Esta é a primeira parte de trabalho empírico que examina directamente se têm seus efeitos pretendidos.”

Para resolver a pergunta, os pesquisadores conduziram uma série de seis experiências com um total de 1.394 participantes.

Alguns participantes - uma combinação de estudantes universitário e de participantes em linha - leram uma mensagem sobre o índice que estavam a ponto de ver, por exemplo: DO “AVISO DISPARADOR: O seguinte vídeo pode conter a metragem gráfica de um acidente de viação fatal. Você pôde encontrar esta perturbação satisfeita.” Outro não leram um aviso. Todos os participantes foram expor então ao índice.

Mais tarde, os participantes relataram vários sintomas da aflição--seu estado emocional negativo, e o grau a que eles experimentou pensamentos intrusivos e os tentou evitar pensar sobre o índice.

Os resultados através de todas as seis experiências eram consistentes: Os avisos do disparador tiveram pouco efeito na aflição dos participantes. Isto é, os participantes responderam ao índice similarmente, apesar de se viram um aviso do disparador.

O formato do índice igualmente não fez uma diferença: Provoque avisos teve pouco impacto apesar de se os participantes leram uma história ou olharam um videoclip.

Poder-se-ia ser que os avisos do disparador são especificamente eficazes para aqueles povos que têm experimentado previamente eventos traumáticos? Os dados sugeriram que a resposta fosse nenhuma: Havia pouca diferença entre grupos. Ou seja os indivíduos com uma história pessoal do traumatismo que recebesse um aviso do disparador relataram níveis similares de aflição como fez aqueles que não receberam um aviso.

Os pesquisadores notam que permanece ser visto se estes resultados se aplicariam aos indivíduos que têm um diagnóstico clínico específico tal como a ansiedade, a depressão, ou a desordem de esforço posttraumatic. Contudo, estes resultados indicam que os avisos do disparador são pouco susceptíveis de ter o impacto que significativo são supor tipicamente para ter.

“Estes resultados sugerem que um aviso do disparador seja nem significativa útil nem prejudicial,” diz Sanson. “Naturalmente, isso não significa que avisos do disparador é benigno. Nós precisamos de considerar a ideia que seu uso repetido incentiva povos evitar o material negativo, e nós já sabemos que a vacância ajuda a manter desordens tais como PTSD. Provoque avisos pôde igualmente comunicar-se aos povos que são frágeis, e para persuadi-los interpretam respostas emocionais ordinárias como sinais extraordinários do perigo.”

Source: https://www.psychologicalscience.org/news/releases/trigger-warnings-distress.html