Epilepsia estimulada do deleite da ajuda das apreensões mais rápida, melhor

O uso da estimulação cortical induzir apreensões artificiais nos pacientes epiléticos que esperam a cirurgia podia extremamente acelerar sua avaliação ao melhorar o resultado cirúrgico, de acordo com um estudo novo publicado o 10 de junho de 2019, no jornal de American Medical Association.

Os pacientes da epilepsia com eléctrodos introduzidos submetem-se frequentemente à estimulação cortical, um procedimento que aplique a corrente elétrica ao cérebro à função do cérebro do mapa mas para induzir igualmente apreensões para a melhor compreensão da rede epilético. Crédito de imagem: O Neuro
Os pacientes da epilepsia com eléctrodos introduzidos submetem-se frequentemente à estimulação cortical, um procedimento que aplique a corrente elétrica ao cérebro à função do cérebro do mapa mas para induzir igualmente apreensões para a melhor compreensão da rede epilético. Crédito de imagem: O Neuro

Aproximadamente em um terço de casos da epilepsia, o tratamento da droga falha, e a cirurgia é o único recurso. Nesses casos, os pacientes precisam de ser hospitalizados por até duas semanas a ser observadas para apreensões. Gravando esta actividade de apreensão, a fonte é revelada, de modo que os cirurgiões possam tratar a área cortical direita a fim inibir as apreensões futuras.

Contudo, este longo período da hospitalização é não somente uma fonte de grande inconveniência para os pacientes mas finanças dos cuidados médicos das tensões também.

A estimulação cortical, usando os eléctrodos para estimular o cérebro, é usada em 20% dos pacientes epiléticos que esperam a cirurgia. Isto ajuda não somente os doutores a localizar várias áreas funcionais no cérebro, mas pode igualmente ser usado para produzir a actividade de apreensão que as ajudas para traçar para fora a área do córtice do cérebro de que a actividade elétrica anormal origina.

Contudo, o resultado da cirurgia baseado nos resultados deste tipo de estimulação cortical não foi estudado ainda em uma base sistemática.

O estudo actual apontou encontrar se o uso corrente da estimulação cortical induzir apreensões poderia ajudar a planear assim como a cirurgia como esperando uma apreensão espontânea.

Os dados dos usos do estudo recolheram sobre dos pacientes de cem epilepsias que estão sendo tratados em centros terciários da epilepsia em Canadá e em França. Conduzido pelo Dr. Birgit Frauscher, os pesquisadores analisaram os resultados da estimulação cortical, que foi usada em 57% dos pacientes. Olharam se seu uso conduziu à indução bem sucedida das apreensões que são electricamente e clìnica similar às apreensões espontâneas do paciente. Igualmente exploraram como o planeamento estimulação-baseado cortical da zona da resseção de focos epiléticos foi reflectido no resultado paciente final depois da cirurgia.

As estatísticas mostram que esse 70% dos pacientes que tinham estimulado as apreensões durante seu planeamento presurgical tiveram os bons resultados comparados a 48% daqueles em quem as apreensões não poderiam ser induzidas. As zonas do início da apreensão foram traçadas igualmente com sucesso monitorando apreensões induzidas tal como com apreensões espontâneas. Em pacientes estimulados com um bom resultado cirúrgico, 63% dos contactos identificados da zona do início da apreensão resected, mas somente 33% naqueles com um resultado deficiente.  As figuras de correspondência nos pacientes cuja a cirurgia foi baseada na monitoração espontânea da apreensão eram 57% e 33% para bons e resultados ruins, respectivamente. Os pesquisadores igualmente notaram que era mais fácil induzir apreensões após um intervalo pelo menos de 24 horas desde o último episódio, em 65% comparado a 27% com uma diferença mais curto.

Isto significaria que há um forte evidência para usar a estimulação cortical para produzir apreensões artificiais a fim encontrar o foco de apreensão no cérebro. As apreensões induzidas e espontâneas são ingualmente eficazes em traçar os locais da geração da apreensão no cérebro. Neste caso, o uso da indução da apreensão podia significar uma redução dramática na duração da estada do hospital, ao salvar enorme em custos.

A clínica do Dr. Frauscher tem comutado já à estimulação cortical rotineira para pacientes presurgical da epilepsia como a prática normalizada. Sua inserção do eléctrodo dos usos da equipe cedo na estada do paciente para induzir apreensões e terminar a observação do paciente. Vê-a como altamente provável que outras facilidades seguirão a mesma tendência em virtude de suas grandes vantagens.

Quando o cérebro que traça com estimulação cortical for nada de novo, o estudo produziu a evidência pela primeira vez que seu uso em induzir apreensões produz os resultados que se assemelham pròxima a apreensões espontâneas. Este procedimento podia conseqüentemente ser executado cedo, reduzindo o período de hospitalização exigido.

O Dr. Frauscher resume sua opinião: ““Eu penso que seria uma vantagem enorme se este procedimento foi feito nos primeiros dias da estada de um paciente. Em vez de estar no hospital por duas semanas, os pacientes podem talvez ser lá para 48 ou 72 horas e nós precisamos somente de gravar talvez as apreensões uma espontâneas adicionais e não as diversas, e aquela é uma diferença enorme.”

Vídeo relacionado

Fontes:

Sources:
Dr. Liji Thomas

Written by

Dr. Liji Thomas

Dr. Liji Thomas is an OB-GYN, who graduated from the Government Medical College, University of Calicut, Kerala, in 2001. Liji practiced as a full-time consultant in obstetrics/gynecology in a private hospital for a few years following her graduation. She has counseled hundreds of patients facing issues from pregnancy-related problems and infertility, and has been in charge of over 2,000 deliveries, striving always to achieve a normal delivery rather than operative.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Thomas, Liji. (2019, June 19). Epilepsia estimulada do deleite da ajuda das apreensões mais rápida, melhor. News-Medical. Retrieved on September 16, 2019 from https://www.news-medical.net/news/20190612/Stimulated-seizures-help-treat-epilepsy-faster-better.aspx.

  • MLA

    Thomas, Liji. "Epilepsia estimulada do deleite da ajuda das apreensões mais rápida, melhor". News-Medical. 16 September 2019. <https://www.news-medical.net/news/20190612/Stimulated-seizures-help-treat-epilepsy-faster-better.aspx>.

  • Chicago

    Thomas, Liji. "Epilepsia estimulada do deleite da ajuda das apreensões mais rápida, melhor". News-Medical. https://www.news-medical.net/news/20190612/Stimulated-seizures-help-treat-epilepsy-faster-better.aspx. (accessed September 16, 2019).

  • Harvard

    Thomas, Liji. 2019. Epilepsia estimulada do deleite da ajuda das apreensões mais rápida, melhor. News-Medical, viewed 16 September 2019, https://www.news-medical.net/news/20190612/Stimulated-seizures-help-treat-epilepsy-faster-better.aspx.