A terapia nova melhora a taxa de sobrevivência a 99% nos preemies com condição crônica do pulmão

A displasia broncopulmonar (BPD) é a doença a mais comum que se torna em prematuro carregado bebês com pulmões subdesenvolvidos. Uma doença crónica que possa apresentar problemas de respiração a longo prazo e possa ser fatal, lá não é nenhuma cura para o BPD. Contudo, os dados novos liberados em 2017 mostram um protocolo da ventilação desenvolvido no hospital de crianças de âmbito nacional, acoplado com o tratamento da criança inteira, estão melhorando taxas de sobrevivência a 99%. A média nacional para da taxa de sobrevivência de infantes carregados com BPD severo é 80%.

As 14 semanas nascidas prematuras em 2017, os gêmeos fraternos Jack e os protectores de Jonah estão entre os 12.000 bebês no prematuro carregado os Estados Unidos quem desenvolveu o BPD severo todos os anos. Três meses em suas vidas, foram transferidos de seu hospital home a uma unidade original, separada do em-paciente na unidade de cuidados intensivos Neonatal em crianças de âmbito nacional, o centro detalhado para a displasia broncopulmonar.

Como a maioria de bebês prematuro carregado, Jack e Jonah desenvolveram o formulário o mais ruim do BPD em conseqüência das medidas do salvamento necessárias para a sobrevivência. Porque as vias aéreas minúsculas em seus pulmões não eram plenamente desenvolvidos, Jack e Jonah exigiram o oxigênio enquanto o padrão de cuidado e o uso de um ventilador mecânico se tornaram essenciais. Contudo, a introdução de quantidades altas de oxigênio em uma taxa relativamente alta conduziu à revelação anormal dos pulmões de Jack e de Jonah.

Ao importar-se com um bebê prematuro, nós preocupamo-nos sobre a causa do dano aos pulmões do bebê, mas uma vez que um bebê tem o BPD, nós podemos já não impedi-lo. Para os bebês os mais doentes com BPD, nós usamos um ventilador para ajudar a fornecer o oxigênio a seus pulmões, apenas como muitos outros hospitais, mas o que faz nosso cuidado diferente é como nós o usamos. Nossa aproximação é fornecer o bebê o BPD severo menos, mas umas respirações mais grandes.”

Leif Nelin, DM, chefe de divisão, Neonatology, o hospital de crianças de âmbito nacional

Em cima da chegada dos gêmeos, o Dr. Nelin começou o processo gradual de mudar seus ajustes do ventilador - um volume alto de oxigênio em uma taxa muito mais lenta. Esta aproximação permanece o curso de tratamento até que o bebê esteja forte bastante ser removido do ventilador e possa começar a respirar no seus próprios.

Em um modelo original, híbrido do cuidado que inclui cuidados intensivos e um foco no neurodevelopment, a equipe do cuidado igualmente endereça as necessidades médicas, nutritivas, desenvolventes e sociais de pacientes diagnosticados com BPD severo. A equipe do cuidado no centro detalhado para o BPD tem uma paixão verdadeira para esta população paciente especial, e utiliza práticas e a pesquisa evidência-baseadas melhorar continuamente o cuidado.

“Jack e Jonah eram ambo o muito doentes quando chegou primeiramente. Ambos eles estavam em um ventilador mecânico, recebendo quantidades significativas de oxigênio em ajustes relativamente altos do respiradouro,” disse o Dr. Nelin, também um professor da pediatria na faculdade de universidade estadual do ohio da medicina. “Estavam igualmente em um bastante dos sedativos que os mantiveram calmos quando estavam no ventilador.”

Jonah podia ir em casa dentro de seis meses de sua chegada em crianças de âmbito nacional, mas em Jack, agora 19 meses, cuidado prolongado exigido da paciente internado. Após 15 meses em crianças de âmbito nacional, Jack está retornando a seu estado de origem de Pensilvânia onde será importado com perto uma equipe dos peritos nas crianças em casa de Pittsburgh. A equipe do cuidado de Jack estabilizará seu apoio respiratório antes que dirija em casa para ser reunido oficialmente com o Jonah.

Desde seu início em 2004, o centro detalhado para o BPD em crianças de âmbito nacional diminuiu taxas do readmission dos bebês sobre dos por cento de 30% menos de 10%, ao ao mesmo tempo melhorar resultados pulmonars como avaliados pelo uso do oxigênio suplementar, bronchodilators, esteróides e diuréticos.

O Dr. Nelin sublinha a paciência é chave no inquietação com bebês crìtica doentes, como Jack e Jonah. O objetivo do protocolo das crianças de âmbito nacional é fazer mudanças constantes à entrada do oxigênio.

O “BPD é uma doença crónica e melhorará, mas em uma taxa mais lenta,” Nelin disse. Os “pacientes como Jack e Jonah com BPD severo estão indo tomar meses para melhorar, não semanas ou dias. Nós temos que tomar uma aproximação muito medida a seu cuidado.”