Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

O extracto brasileiro da planta luta a candidíase

Há muitos fungos que vivem no corpo que compo a flora microbiana do corpo normal. Um tipo, candida, um tipo de fermento, prospera normalmente nas pequenas quantidades nas áreas tais como a pele, o abdômen, e a boca, sem causar nenhum problema. Mas, quando o ambiente do corpo é alterado, o fermento pode incontroladamente proliferar e causar a doença.

A candidíase é uma infecção fungosa causada pelo fermento, com albicans da candida como a causa predominante da doença. Se se torna na garganta ou na boca, está denominada como a endomicose oral ou a candidíase orofaríngea. A infecção que se torna na vagina está denominada como a infecção de fermento, e se as espécies entram na circulação sanguínea e afecta os órgãos vitais, ele é chamada candidíase invasora.

3D ilustração da candida dos fungos, o agente causal da candidíase, endomicose, infecções invasoras sistemáticas. Fungo patogénico ou fermento - crédito da ilustração: Kateryna Kon/Shutterstock
3D ilustração da candida dos fungos, o agente causal da candidíase, endomicose, infecções invasoras sistemáticas. Fungo patogénico ou fermento - crédito da ilustração: Kateryna Kon/Shutterstock

A infecção de combate da candidíase foi um objetivo global da saúde. Agora, uma equipe dos pesquisadores no instituto da ciência biológica da universidade estadual de São Paulo (IB-UNESP) em São Vicente, Brasil, encontrou quatro substâncias isoladas do caesalpiniaefolia das mimosas, é mais eficaz na endomicose e na candida de combate do que o fluconazole, uma medicina antifungosa de uso geral.

Publicado no jornal de produtos naturais, os pesquisadores encontraram dois compostos para lutar a candida. A planta, caesalpiniaefolia das mimosas, é um nativo do arbusto em Brasil. Os pesquisadores recomendam os compostos sejam usados em formular uma pomada para usar-se como um tratamento alternativo para a candidíase.

Crédito de imagem: mauroguanandi - [brasileiro de https://www.flickr.com/photos/41597043@N00/4198505478/ (caesalpiniaefolia das mimosas)] transferido ficheiros pela rede pelo berichard, centímetro cúbico por 2,0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=8926244
Crédito de imagem: mauroguanandi - [brasileiro de https://www.flickr.com/photos/41597043@N00/4198505478/ (caesalpiniaefolia das mimosas)] transferido ficheiros pela rede pelo berichard, centímetro cúbico por 2,0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=8926244

O estudo da pesquisa é parte de um estudo mais grande, onde os pesquisadores tentam procurar fitoterapias para tratar doenças crónicas.

“Esta descoberta e a revelação das entidades terapêuticas novas, que na combinação direita poderiam conduzir a uma redução considerável na concentração necessária de drogas, podem minimizar os efeitos secundários e a toxicidade dos agentes antimicrobiais no uso convencional,” Wagner Vilegas, professor completo no instituto da ciência biológica da universidade estadual de São Paulo (IB-UNESP), disse.

“O custo de tratamento final pode igualmente ser reduzido, como pode a resistência adquirida por alguns micro-organismos. Mais pesquisa é necessário, incluindo o prospection estuda como este e estuda usando modelos biológicos,” adicionou.

Pomada poderoso como uma alternativa aos antifungals

Os pesquisadores isolaram um total de 23 compostos da planta, com as cinco flavonóides novas, incluindo o mimocaesaloin A, o B, o C, o D, e o E. Quando experimentaram nos compostos e em seus efeitos em duas amostras de candida, a saber glabrata da candida e krusei do C. Dos 23 compostos isolados do arbusto, quatro indicaram a actividade antifungosa eficaz do que a droga de uso geral, fluconazole.

Para aterrar a seus resultados, a equipe aplicou os vários compostos na espécie fungosa. Embora a maioria tiveram quase nenhum efeito de todo, quatro dos 23 indicaram actividade prometedora. Estão planeando testar estes compostos como pomadas.

Do “o extracto do caesalpiniifolia M. é muito complexo. Contem uma grande quantidade de clorofila e de ácidos gordos, que impedem a identificação dos compostos actuais. Agradecimentos a nossa parceria com os colegas na universidade de Cádiz, nós podíamos separá-los e para focalizar nossa investigação nas fracções as mais viáveis, de” o Silva Marcelo José Dias, um companheiro pos-doctoral no instituto da ciência biológica da universidade estadual de São Paulo (IB-UNESP), disse.

Que são os sinais e os sintomas da candidíase?

A candidíase vem em três formulários, esse que afecta a boca e a garganta, essa que afecta a vagina, e mais séria, que afecta os órgãos vitais.

Na endomicose oral, que é mais comum nos neonatos, em uns adultos mais velhos, e naqueles com sistemas imunitários enfraquecidos, torna-se como as correcções de programa brancas e instáveis nas gomas da língua, na garganta, nos mordentes internos, e nas amígdalas. As lesões podem ser irritantes e dolorosas, com o risco de sangramento quando raspadas. Se a infecção é mais ruim, poderia conduzir a engulir problemas, e a infecção pode espalhar ao esófago, o corredor do alimento ao estômago.

Na infecção de fermento vaginal, a propagação do fermento pode causar a descarga, o itchiness intenso da vagina ou da vulva, e a irritação. Alguns chamam a infecção como a candidíase vaginal, uma circunstância que afecte aproximadamente 3 de 5 mulheres a dada altura de suas vidas.

Source:
Journal reference:

Dias Silva, M., Simonet, A., Silva, N., Dias, A., Vilegas, W., and Macias, F. (2019). Bioassay-Guided Isolation of Fungistatic Compounds from Mimosa caesalpiniifolia Leaves. Journal of Natural Products. https://pubs.acs.org/doi/full/10.1021/acs.jnatprod.8b01025

Angela Betsaida B. Laguipo

Written by

Angela Betsaida B. Laguipo

Angela is a nurse by profession and a writer by heart. She graduated with honors (Cum Laude) for her Bachelor of Nursing degree at the University of Baguio, Philippines. She is currently completing her Master's Degree where she specialized in Maternal and Child Nursing and worked as a clinical instructor and educator in the School of Nursing at the University of Baguio.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Laguipo, Angela. (2019, September 17). O extracto brasileiro da planta luta a candidíase. News-Medical. Retrieved on August 07, 2020 from https://www.news-medical.net/news/20190917/Brazilian-plant-extract-fights-Candidiasis.aspx.

  • MLA

    Laguipo, Angela. "O extracto brasileiro da planta luta a candidíase". News-Medical. 07 August 2020. <https://www.news-medical.net/news/20190917/Brazilian-plant-extract-fights-Candidiasis.aspx>.

  • Chicago

    Laguipo, Angela. "O extracto brasileiro da planta luta a candidíase". News-Medical. https://www.news-medical.net/news/20190917/Brazilian-plant-extract-fights-Candidiasis.aspx. (accessed August 07, 2020).

  • Harvard

    Laguipo, Angela. 2019. O extracto brasileiro da planta luta a candidíase. News-Medical, viewed 07 August 2020, https://www.news-medical.net/news/20190917/Brazilian-plant-extract-fights-Candidiasis.aspx.