Os abacates podem guardarar a chave à obesidade de controlo e diabetes do impedimento

Seu guacamole pode guardarar a chave à obesidade de controlo e ao atraso de ajuda ou impedir o diabetes, de acordo com um estudo novo por uma universidade da equipa de investigação de Guelph.

Pela primeira vez, os pesquisadores conduzidos pelo prof. Paul Spagnuolo mostraram como um composto encontrado somente nos abacates pode inibir os processos celulares que conduzem normalmente ao diabetes. No teste da segurança nos seres humanos, a equipe igualmente encontrou que a substância estêve absorvida no sangue sem efeitos adversos no rim, no fígado ou no músculo.

O estudo foi publicado recentemente na nutrição do jornal e na pesquisa de alimento moleculars.

Aproximadamente um em quatro canadenses é obeso, uma condição crônica que seja uma causa principal do tipo - diabetes 2. A resistência à insulina em pacientes do diabético significa que seus corpos são incapazes de remover correctamente a glicose do sangue.

Aquelas complicações podem elevarar quando as mitocôndria, ou as centrais eléctricas da energia nas pilhas de corpo, são incapazes de queimar completamente ácidos gordos.

Normalmente, a oxidação do ácido gordo permite que o corpo queime gorduras. A obesidade ou o diabetes impedem esse processo, conduzindo à oxidação incompleta.

O U de pesquisadores de G descobriu que o avocatin B (AvoB), uma molécula gorda encontrada somente nos abacates, oxidação incompleta dos contadores no músculo esqueletal e o pâncreas para reduzir a resistência à insulina.

Em seu estudo, a equipe alimentou a ratos dietas alto-gordas por oito semanas para induzir a obesidade e a resistência à insulina. Para as próximas cinco semanas, adicionaram AvoB às dietas alto-gordas da metade dos ratos.

Os ratos tratados pesaram significativamente menos do que aqueles no grupo de controle, mostrando um ganho de peso mais lento. Mais importante, disse Spagnuolo, os ratos tratados mostrados a maior sensibilidade da insulina, significando que seus corpos podiam absorver e queimar a glicemia e melhorar sua resposta à insulina.

Em um estudo clínico humano, AvoB dado como um suplemento dietético aos participantes que comem uma dieta ocidental típica foi absorvido com segurança em seu sangue sem afetar o rim, o fígado ou o músculo esqueletal. A equipe igualmente viu reduções no peso em assuntos humanos, embora Spagnuolo dissesse que o resultado não era estatìstica significativo.

Demonstrando sua segurança nos seres humanos, planeiam conduzir ensaios clínicos para testar a eficácia de AvoB em tratar doenças metabólicas nos povos.

Spagnuolo disse que a experimentação da segurança ajudou a equipe a determinar apenas quanto AvoB a incluir na formulação do suplemento.

Recebendo a aprovação de Canadá da saúde para o composto como um suplemento humano, começará a vendê-lo em formulários do pó e do comprimido assim que 2020 através de SP Nutraceuticals Inc., uma Burlington, empresa natural baseada dos produtos da saúde do Ontário. -.

Disse que comendo abacates apenas seja provavelmente ineficaz, como a quantidade do avocatin natural B varia extensamente no fruto e nós ainda não compreendemos inteiramente exactamente como se digere e está absorvido quando nós consumimos um abacate inteiro.

Embora os abacates touted como um alimento da peso-perda, Spagnuolo disse que mais estudo é necessário. Disse que uma dieta saudável e um exercício estão recomendados impedir as desordens metabólicas que conduzem à obesidade ou ao diabetes.

O aluno de doutoramento Nawaz Ahmed, autor principal do papel, disse,

Nós defendemos comer e exercício saudáveis como soluções ao problema, mas aquele é difícil para alguns povos. Nós conhecemos este por décadas, e a obesidade e o diabetes são ainda um problema de saúde significativo.”

Source:
Journal reference:

Ahmed, N., et al. (2019) Avocatin B Protects Against Lipotoxicity and Improves Insulin Sensitivity in Diet‐Induced Obesity. Molecular Nutrition & Food Research. doi.org/10.1002/mnfr.201900688.