Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

P-BEST: O teste eficiente rápido do vírus COVID-19 antes dos sintomas aparece

Um estudo novo altamente prometedor publicou nos relatórios do medRxiv do server da pré-impressão em abril de 2020 um método novo eficiente para conduzir o teste da alto-produção de amostras de sangue para o coronavirus 2 da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV-2) que está causando a pandemia ràpida de espalhamento da doença COVID-19 no mundo inteiro. O método poderia revolucionar o diagnóstico dos novos casos antes que se tornem sintomáticos.

Por que o teste novo foi desenvolvido?

A propagação de SARS-CoV-2 parece ter resistido esforços na maioria de pais democrático para contê-lo. Os estudos recentes relatam que até um terço de povos contaminados permaneça assintomático, e muito mais derramam grandes quantidades do vírus antes do início dos sintomas.

Estudo: Teste alto eficiente da produção SARS-CoV-2 para detectar portadores assintomáticos. Crédito de imagem: David Herraez Calzada/Shutterstock
Estudo: Teste alto eficiente da produção SARS-CoV-2 para detectar portadores assintomáticos. Crédito de imagem: David Herraez Calzada/Shutterstock

Em virtude da transmissão do vírus dos indivíduos assintomáticos e presymptomatic, é necessário identificar rotineiramente todos os indivíduos contaminados para parar o março da pandemia. Contudo, há uns gargalos significativos que inibem a capacidade para realizar tal teste diagnóstico.

Estes incluem não somente facilidades inadequadas do laboratório mas a disponibilidade limitada dos reagentes necessários para realizar os testes da reacção em cadeia da polimerase (rtPCR) do tempo real que detectam directamente o vírus.

Como faz o trabalho de teste novo?

O princípio do método de teste novo, chamado P-BEST - um método para o teste SARS-CoV-2 eficiente Associar-Basear, é baseado em uma baixa porcentagem dos portadores na população testada, abaixo de 1%. Em tal caso, a amostra associada pode render uma identificação correcta de todos os indivíduos positivos com uma exigência muito mais baixa dos testes de diagnóstico comparados ao teste de amostra individual.

O método do grupo-teste é baseado em associar amostras em grupos, cada qual é testada separada para o vírus pelo ensaio do rtPCR que é o padrão actual do teste diagnóstico. Usar uma estratégia de associação combinatória maximiza as probabilidades de identificar todos os positivos dentro de uma grande associação.

O estudo actual

O estudo actual era um estudo do prova--conceito onde 384 amostras pacientes fossem associadas em 48 associações de 48 amostras originais cada um. Cada associação foi projectada com base em um código decorrecção de Reed-Solomon. O líquido que consiste nas amostras diluídas em um amortecedor do lysis foi adicionado a cada associação por um robô automatizado.

Após o PCR de execução em cada um das 48 associações dentro de cada grupo de 384 amostras, os resultados foram divididos por um algoritmo especial da descodificação para identificar os portadores. Cada tal portador foi identificado então separada.

O tempo de associação tomou menos de 5 horas, e um laboratório padrão do nível 2 da seguridade biológica foi usado em virtude da inactivação de todas as partículas virais pelo amortecedor do lysis usado para diluir as amostras individuais.

As amostras eram dos pacientes já testados. O teste ajustado consistiu em quatro grupos de 384 amostras cada um. Cada um destes teve um número aumentado de portadores positivos, de 2 no primeiros a 5 no quarto.

Que o estudo encontrou?

Os investigador encontraram aquele usar P-BEST, eles poderiam correctamente pegarar todos os portadores positivos dos quatro grupos de 384 amostras, associados em 48 associações da amostra. A vantagem significativa era que somente 48 testes do PCR necessários para ser realizado para cada grupo. Ou seja o uso dos reagentes saltou óctuplo na eficiência.

Quando simularam o método, encontrou-se que P-BEST pode ser usado para identificar direita todos os portadores, mesmo até 5/384 das amostras no grupo final, que vem a somente 1,3% do grupo do todo. O número de falsos positivos é menos de 2,75, com menos de 0,33 negativos.

Que o estudo mostra?

O estudo mostra que as amostras neutralizadas do vírus podem ser usadas, com as amostras diluídas no amortecedor do lysis. Isto reserva automatizado associando as técnicas a ser realizadas nos laboratórios que conformam-se aos níveis inferiores da seguridade biológica (BSL-2) devido à natureza não-infecciosa das amostras associadas. O único equipamento adicional necessário é um básico e prontamente - robô distribuidor automatizado disponível para o uso do laboratório.

O aumento na eficiência do uso do reagente por um factor de 8 não é o máximo que pode ser conseguido; aumentando o número de amostras associado dentro de um grupo, mesmo as maiores economias do reagente podem ser realizadas com o mesmo equipamento. Isto pode impulsionar o número de testes que podem ser feitos com os mesmos recursos em termos não apenas do reagente, mas de pessoal e de equipamento de laboratório.

As experiências adiantadas da continuação mostram que uma única amostra positiva pode ser seleccionada mesmo de uma associação de 128 assuntos, permitindo mais de 1000 testes ser feito. Assim a técnica de associação actual, P-BEST, é projectada óptima para a selecção rápida e eficiente de populações assintomáticas de baixo-risco com uma baixa freqüência de portador. Não deve ser usada para testar os povos que são no risco elevado de contaminação, por exemplo, daquelas que entrou o contacto com os pacientes COVID-19.

Com uma freqüência de portador acima de 1,3%, o método de P-BEST é menos eficiente. Isto tem um benefício lateral: pode ajudar a identificar pontos quentes para a transmissão viral. Os cientistas concluem, “P-BEST fornece uma solução eficiente e do fácil-à-instrumento para a capacidade crescente do teste que trabalhará com toda a genoma-extracção clìnica aprovada e PCR-baseou metodologias diagnósticas.”

Observação importante

o medRxiv publica os relatórios científicos preliminares que par-não são revistos e, conseqüentemente, para não ser considerados como conclusivos, guia a prática clínica/comportamento saúde-relacionado, ou tratado como a informação estabelecida.

Journal reference:

Shenta, N., Levy, S., Wuvshet, V., et al. (2020). Efficient high throughput SARS-CoV-2 testing to detect asymptomatic carriers. medRxiv preprint. doi: https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.04.14.20064618v1

Dr. Liji Thomas

Written by

Dr. Liji Thomas

Dr. Liji Thomas is an OB-GYN, who graduated from the Government Medical College, University of Calicut, Kerala, in 2001. Liji practiced as a full-time consultant in obstetrics/gynecology in a private hospital for a few years following her graduation. She has counseled hundreds of patients facing issues from pregnancy-related problems and infertility, and has been in charge of over 2,000 deliveries, striving always to achieve a normal delivery rather than operative.

Citations

Please use one of the following formats to cite this article in your essay, paper or report:

  • APA

    Thomas, Liji. (2020, May 03). P-BEST: O teste eficiente rápido do vírus COVID-19 antes dos sintomas aparece. News-Medical. Retrieved on January 17, 2022 from https://www.news-medical.net/news/20200422/P-BEST-Fast-efficient-COVID-19-virus-testing-before-symptoms-appear.aspx.

  • MLA

    Thomas, Liji. "P-BEST: O teste eficiente rápido do vírus COVID-19 antes dos sintomas aparece". News-Medical. 17 January 2022. <https://www.news-medical.net/news/20200422/P-BEST-Fast-efficient-COVID-19-virus-testing-before-symptoms-appear.aspx>.

  • Chicago

    Thomas, Liji. "P-BEST: O teste eficiente rápido do vírus COVID-19 antes dos sintomas aparece". News-Medical. https://www.news-medical.net/news/20200422/P-BEST-Fast-efficient-COVID-19-virus-testing-before-symptoms-appear.aspx. (accessed January 17, 2022).

  • Harvard

    Thomas, Liji. 2020. P-BEST: O teste eficiente rápido do vírus COVID-19 antes dos sintomas aparece. News-Medical, viewed 17 January 2022, https://www.news-medical.net/news/20200422/P-BEST-Fast-efficient-COVID-19-virus-testing-before-symptoms-appear.aspx.