Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

COVID-19 ligou para deixar cair na utilização pediatra do departamento de emergência da asma

O número de pacientes que visitam o departamento de emergência (ED) para o tratamento da asma deixou cair por 76% no primeiro mês da pandemia COVID-19, de acordo com um estudo novo por pesquisadores no hospital de crianças de Philadelphfia (CHOP). A proporção de visitas que do ED isso conduziu a um paciente que está sendo hospitalizado igualmente diminuído durante este período, sugerir a diminuição em visitas totais não era unicamente devido aos pacientes que evitam o hospital devido à pandemia nem não atrasa no cuidado para eventos menos graves da asma.

“Nós fomos surpreendidos pelo valor e pela extensão da utilização reduzida dos serviços de urgências para a asma durante a emergência da pandemia COVID-19,” disse Chén C. Kenyon, DM, MSHP, um pediatra na divisão da COSTELETA da pediatria geral e primeiro autor do estudo, que foi publicado em JACI na prática. “A tendência era particularmente golpear dado que a emergência de COVID-19 nos Estados Unidos do nordeste ocorreu durante a mola, quando os vírus respiratórios e as contagens do alto-pólen podem convirgir e agravar sintomas da asma.”

A COSTELETA considera quase 6.000 pacientes da asma em seu ED cada ano, mais de 2.000 de quem exigem a hospitalização. Para analisar o impacto da pandemia no ED use para o tratamento da asma, os dados extraídos pesquisadores em visitas ao ED da COSTELETA para o cuidado da asma durante os primeiros quatro meses de 2020. Compararam que dados ao número médio de visitas do ED durante os mesmos quatro meses de 2016 até 2019. Igualmente compararam as visitas diárias do ED da asma do meio do 1º de janeiro ao 18 de março de 2020, antes que o social encarregado que afasta medidas entrou no efeito, ao número médio de visitas do 19 de março ao 18 de abril de 2020.

A equipa de investigação encontrou que no período da pre-pandemia, uma média de 24 pacientes visitou o ED para o tratamento da asma cada dia, um número que fosse pela maior parte em pé de igualdade com o número diário da média de visitas pelos quatro anos prévios. Depois do 19 de março, quando a cidade de Philadelphfia executou um pedido caseiro que aprendizagem familiar incluída e se afastar social encarregado, o número médio de visitas asma-relacionadas do ED deixadas cair a menos de 6 pelo dia.

A diminuição dramática jogou para fora através de todas as apresentações da doença, de severo aos casos suaves. Os pesquisadores igualmente encontraram a porcentagem das crianças admitidas ao hospital diminuída de 31% a 22%, indicar a diminuição não foi conduzida inteiramente pelos pacientes que evitam ajustes do hospital ou que atrasam o cuidado devido ao pedido caseiro.

Dado a diminuição dramática na utilização do ED durante o período pandémico, os pesquisadores sugerem diversas áreas para a investigação futura, incluindo analisando o impacto em sintomas da asma da transmissão pessoal de vírus respiratórios, sazonal exterior contra alérgenos internos, e a poluição do tráfego e a industrial. A melhor compreensão que as razões para a redução pandemia-relacionada no ED se usam para o cuidado da asma ajudará pacientes a controlar sua doença uma vez que o social que afasta directrizes é relaxado.

A pandemia COVID-19 e as políticas associadas tiveram um impacto dramático no número de pacientes que nós estamos vendo no ED com exacerbações da asma. Estes resultados podem oferecer introspecções novas em onde aos melhores esforços do foco para melhorar resultados da asma fora de uma encenação pandémica.”

Dr. Chén C. Kenyon, pediatra na divisão da COSTELETA da pediatria geral e no primeiro autor do estudo

Source:
Journal reference:

Kenyon, C.C., et al. (2020) Initial effects of the COVID-19 pandemic on pediatric asthma emergency department utilization. Journal of Allergy and Clinical Immunology: In Practice. doi.org/10.1016/j.jaip.2020.05.045.