Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

Níveis do cádmio encontrados para ser quatro vezes mais altos nas máquinas desbastadoras waste

As máquinas desbastadoras Waste expor às latas rejeitadas da eletrônica, do alumínio e do metal têm até quatro níveis mais altos das épocas do cádmio tóxico do metal pesado em seu sangue do que a população mais larga, um estudo encontrou.

Os pesquisadores em Brasil encontraram que os salvagers e os trabalhadores em recicl as facilidades - conhecidas como as máquinas desbastadoras waste - que funcionaram previamente em uma outra ocupação tiveram uns mais baixos níveis do cádmio, sugerindo que o comprimento de níveis de concentração da exposição e do metal pesado estivesse ligado.

Os cientistas compararam os níveis de cádmio, de mercúrio e de chumbo no sangue de 226 trabalhadores de quatro cooperativas materiais de recicl em recicl facilidades de classificação na área metropolitana de São Paulo, com os 653 povos que não trabalham na indústria.

Estas cooperativas são consideradas agentes da gestão de resíduos e contratadas pelas municipalidades ou empresas para classificar o plástico, o vidro, o papel, e o alumínio ou as outras latas do metal. Os locais de classificação de recicl igualmente contêm o desperdício eletrônico, os pesquisadores dizem.

O estudo encontrou 0,47 microgramas do cádmio pelo litro do sangue entre reciclador, comparado com os 0,12 microgramas entre outros trabalhadores. Os níveis do chumbo estavam aproximadamente 10 microgramas mais altos entre os trabalhadores waste.

Um estudo do fundo de crianças de United Nations (UNICEF) encontrou que as crianças das máquinas desbastadoras waste estão expor igualmente aos metais pesados, tais como o chumbo.

Os pais cujos os trabalhos envolvem recicl baterias podem trazer a HOME contaminada da poeira em seus roupa, cabelo, mãos e sapatas. Uns em três crianças - aproximadamente 800 milhões mundiais - tenha níveis elevados do chumbo em seu sangue, UNICEF diz.

O cádmio, o chumbo e o mercúrio são altamente tóxicos e carcinogénicos. Os níveis elevados de cádmio e de chumbo podem ter impactos neurológicos, digestivos e cardiovasculares, quando o mercúrio for associado com a toxicidade sistemática nos rins e no sistema nervoso central.

Maria de Fátima Moreira, do centro para o estudo da saúde ocupacional e da ecologia humana na escola nacional de Brasil da saúde pública, diz a SciDev.Net que o estudo destaca os perigos a que as máquinas desbastadoras waste são expor. Mas, adverte que os resultados não podem reflectir as circunstâncias das máquinas desbastadoras waste através do todo de Brasil, ou daqueles em outros países em vias de desenvolvimento.

Há umas grandes diferenças entre grupos das máquinas desbastadoras waste internas e de Brasil exterior, especialmente entre aquelas que trabalham nas cooperativas e naquelas em recicl indústrias. Para uma comparação ideal, ambas as populações devem ser tão similares como possível em termos e em processos sócio-económicos de trabalho.”

Maria de Fátima Moreira, centro para o estudo da saúde ocupacional e a ecologia humana, a escola nacional de Brasil da saúde pública

Variáveis

Toxicólogo Eduardo De Capitani, da universidade de Campinas, diz que os pesquisadores precisam de considerar factores além da ocupação que poderia afectar concentrações do metal pesado no sangue.

“Uma avaliação não pode ser feita considerar somente a actividade,” diz De Capitani, que não foi envolvido no estudo, publicado na saúde dos relatórios em público (Cadernos de Saúde Pública).

“Os níveis de metais encontrados no sangue dos reciclador mostram a existência de uma exposição descontrolada. Mas, os efeitos são imprevisíveis.

Moreira concorda. “Na exposição crônica, os metais acumulam ao longo do tempo e seus efeitos prejudiciais serão considerados somente após muitos anos,” diz SciDev.Net. Moreira diz que a melhor medida da exposição ao cádmio e ao mercúrio é urina, como a “urina é mais representativa do que acontece nesta absorção”.

De acordo com Alliance global das máquinas desbastadoras Waste, há mais de dois milhão tais trabalhadores na América Latina, com os 600.000 em Brasil apenas. Em China, há quase 2,5 milhões e na Índia, até quatro milhões de pessoas são calculados para trabalhar no sector da coleção waste.

De Capitani acredita que os resultados do estudo podem ser aplicáveis em outros contextos, desde que há uns factores similares, tais como o consumo de alimento e os tipos de desperdício. “Não há nenhum ponto em comparar São Paulo às cidades pequenas com pouco lixo do mesmo tipo,” diz.

Source: