Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

a empresa nova Bristol-baseada de Biotech está desenvolvendo tratamentos inovadores para Covid-19

Uma equipe de cientistas superiores da universidade de Bristol anunciou a formação de uma empresa nova de Biotech que fosse tratamentos potenciais inovadores e recentemente patenteados se tornar para Coronavirus.

a terapêutica Bristol-baseada do halo é fundada pela equipe dos cientistas principais que fizeram uma descoberta recente da descoberta, que fosse publicada no compartimento da ciência. Encontraram aquele que expor (Coronavirus) o vírus SARS-CoV-2 a um ácido gordo livre chamado linoleic fechamentos do ácido a proteína do ponto do vírus em um formulário fechado, não-infeccioso que para a em suas trilhas.

A empresa está preparando-se agora para fazer uma aplicação para começar ensaios clínicos com patients* contaminado. Se provado ser eficazes, os antivirais poderiam ser usados por povos de todas as idades no mundo inteiro no primeiro sinal dos sintomas Covid-19, ou se foram em contacto com alguém com o vírus, impedindo que o vírus tome a posse e pare uma transmissão mais adicional.

Os estudos de laboratório indicam que o antiviral trabalhará contra todas as tensões patogénicos do coronavirus que incluem o ` altamente contagioso Reino Unido', o sul do ` - africano' e variações brasileiras do `' impedindo o vírus das pilhas penetrantes no nariz, na garganta e nos pulmões. Os tratamentos em desenvolvimento pela terapêutica do halo incluem um pulverizador nasal e um asma-tipo inalador, e oferecem a possibilidade de um antiviral jogo-em mudança da bandeja-coronavirus aos pacientes do deleite em todas as fases da doença e para reduzir a transmissão do vírus.

A equipe da terapêutica do halo está contratando actualmente accionistas ajudar a financiar ensaios clínicos paralelos do múltiplo. Se aprovados, os tratamentos antivirosos podiam potencial começar desenrolar aos pacientes global.

O professor Imre Berger, director do centro máximo de Planck-Bristol para a biologia mínima em Bristol e um da equipe que conduz a revelação da droga, explica: “O alvo de nosso tratamento é reduzir significativamente a quantidade de vírus que incorpora o corpo e pará-la da multiplicação. Então, mesmo se os povos são contaminados com o vírus ou expor a ele, não se tornarão doentes porque o antiviral impede que o vírus espalhe aos pulmões e além. Importante, porque a carga viral será tão baixa provavelmente igualmente parará a transmissão.”

Nossa visão é aquela no primeiro sinal da doença, se você entra o contacto com alguém que tem Covid-19 ou você tem sintomas adiantados, você auto-medicaria em casa para parar o vírus em suas trilhas e para impedir que você obtenha o Illinois”

Christiane Berger-Schaffitzel, professor, a escola de Bristol da bioquímica

Porque o vírus se transforma há um risco real que presentemente as vacinas disponíveis diminuam em seu efeito protector e os povos poderiam desenvolver a doença outra vez. Nós precisamos uma disposição de tratamentos antivirosos prontamente disponíveis, eficazes na redução de custos que trabalham através de todas as tensões de vírus e esforços da vacinação do complemento.”

Finlandês de Adam, professor, Faculdade de Medicina de Bristol e centro da vacina das crianças

A ciência:

Os resultados científicos, publicados no compartimento académico da ciência do jornal revelaram aquele que expor (Coronavirus) o vírus SARS-CoV-2 a um ácido gordo livre chamado linoleic fechamentos do ácido a proteína do ponto do vírus em um formulário fechado, não-infeccioso que para a em suas trilhas.

Quando se souber que o ácido linoleic é indispensável para muitas funções celulares que incluem elasticidade da membrana de pilha do controle e da manutenção da inflamação, seu papel fundamental em Covid-19 tem sido descoberto somente recentemente.

Nos pacientes Covid-19, a loja limitada do corpo do ácido linoleic é esgotada. Esta prostração é detectada por uma enzima chamada cPLA2 que tenta reabastecer níveis do ácido gordo na pilha liberando associações do armazenamento do ácido gordo livre do interior da pilha. O vírus utiliza os ácidos gordos livres liberados para construir os micro-compartimentos especialmente purposed em que replicates.

Além, a actividade cPLA2 dysregulated faz com que as membranas de pilhas contaminadas endureçam e percam a elasticidade. Nos pulmões, isto provoca a divisão da permeação do oxigênio que é sabida para causar dificuldades de respiração. Finalmente, a liberação descontrolada do ácido gordo livre contribui os precursores proinflammatory que provocam a tempestade do cytokine observada em uns formulários mais severos de COVID-19.

O ácido Linoleic pode ser refinado dos petróleos de planta, por exemplo petróleo de girassol, e é evolutivo encontrar a procura global. Há um potencial forte criar um tratamento muito eficaz na redução de custos da bandeja-coronavirus.

O estudo que conduz aos peritos incluídos descoberta do centro máximo de Planck-Bristol, a escola da bioquímica, Bristol DESCOBRE o grupo e foi apoiado por fundos do instituto de Elizabeth Blackwell com apoio adicional da computação de capacidade elevada e do Genscript da nuvem de Oracle.