Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

A fixação do preço internacional da referência podia render economias consideráveis para medicamentos de venta com receita nos E.U.

Ligar o custo dos medicamentos de venta com receita nos Estados Unidos aos preços pagos em outras nações de elevado rendimento poderia ter reduzido a despesa americana para as drogas pelo menos por parcialmente em 2020, de acordo com um estudo novo de MARGEM Corporaçõ.

Modelando uma proposta que tampasse preços dos E.U. em 120% do que é pagado outras em seis nações, os pesquisadores encontraram que tal movimento cortaria a despesa dos E.U. em insulinas e em 50 drogas superiores da marca comercial por 52% durante 2020 - economias de $83,5 bilhões. Estas economias são sobre uns já-mais baixos preços da “rede” dos E.U. após os descontos negociados entre empresas farmacêuticas e seguradores.

Os resultados são publicados em linha pelo jornal de American Medical Association.

A fixação do preço internacional da referência podia render economias consideráveis nos E.U. Quando nossa análise não considerar todas as edições que puderam ser envolvidas em adotar a fixação do preço da referência, demonstra o valor das economias que puderam ser conseguidas.”

Andrew Mulcahy, autor principal do estudo e pesquisador superior da política sanitária na MARGEM

Os preços altos do medicamento de venta com receita têm implicações importantes para o sistema de saúde americano, conduzindo acima dos custos totais, carregar alguns pacientes com a elevação co-pagam e fazer com que muitos povos abandonem medicamentações necessários.

O Elijah E. Cummings Baixo que custos da droga actua agora (H.R. 3) permitiria que o secretário dos E.U. de saúde e serviços humanos negociasse preços com os fabricantes da droga em nome de Medicare e os seguradores privados, até um tampão de 120% dos preços em seis países de elevado rendimento (Austrália, Canadá, França, Alemanha, Japão e o Reino Unido). A conta foi introduzida primeiramente no congresso em 2019.

Tais negociações aplicar-se-iam inicialmente a todas as insulinas e pelo menos a 25 único-Source, drogas da marca comercial selecionadas pelo secretário.

Os preços para drogas da marca comercial são mais altos nos E.U. comparados a outros países de elevado rendimento, a maioria de que regule preços da droga. Contudo, a disponibilidade incompatível dos dados nos preços líquidos dos E.U. (os seguradores dos preços pagam após descontos e outros discontos) complica comparações internacionais de preços da droga da marca comercial.

Os pesquisadores da MARGEM compararam o que a despesa 2020 seria se os E.U. compraram insulinas e 50 único-Source superiores, marca comercial se droga a preços da fábrica dos E.U., preços líquidos dos E.U. após descontos, e a preços internacionais do tecto de H.R. 3. Os autores combinaram dados do MIDAS de IQVIA em volumes da droga e preços em outros países com os dados da saúde de SSR nas vendas líquidas dos E.U.

As economias da fixação do preço internacional da referência variaram através dos grupos diferentes de drogas.

A despesa no international um pouco do que os preços líquidos dos E.U. reduziria o gasto por 53,7% para as drogas da oncologia, onde os discontos dos descontos nos E.U. são relativamente pequenos. Para as insulinas, onde os descontos dos E.U. são substanciais, gastar a preços internacionais ainda abaixaria a despesa por 44,4%.

Os pesquisadores dizem que quando a fixação do preço de referência internacional renderia economias consideráveis para consumidores dos E.U., outras considerações importantes em torno do projecto e a aplicação do regulamento de preço da droga deve ser considerada como uma parte de um programa. Aquelas edições incluem incentivos para a investigação e desenvolvimento, as estratégias do lançamento da indústria e de fixação do preço, e as respostas da procura a uns mais baixos preços.

Source:
Journal reference:

Mulcahy, A.W., et al. (2021) Estimated Savings From International Reference Pricing for Prescription Drugs. JAMA. doi.org/10.1001/jama.2021.13338.