Aviso: Esta página é uma tradução automática da página original em inglês. Por favor note uma vez que as traduções são geradas por máquinas, não tradução tudo será perfeita. Este site e suas páginas da Web destinam-se a ler em inglês. Qualquer tradução deste site e suas páginas da Web pode ser imprecisas e imprecisos no todo ou em parte. Esta tradução é fornecida como uma conveniência.

A urina que prova para não ser restringido às crianças com febre inexplicado, diz pesquisadores

Em uma revisão sistemática, os pesquisadores avaliaram o valor diagnóstico de determinados sintomas físicos que as crianças podem indicar que poderiam indicar uma infecção de aparelho urinário. A equipe executou revisões de literatura das bases de dados as mais proeminentes da investigação médica do início até o 20 de janeiro de 2020 para os estudos que relatam dados diagnósticos específicos da precisão para sinais clínicos e sintomas comparados ao uso de culturas da urina nas crianças 18 e mais novo. Para cada característica clínica, a equipe calculou as razão de verosimilhança e os valores com carácter de previsão para UTI.

Os pesquisadores conduziram diversas análises para fazer este. Dos quase 11.000 estudos alcançaram, 35 estudos da qualidade média a elevada eram incluídos e desde que informação em 58 sintomas clínicos e em seis regras da previsão. Encontraram que somente a circuncisão, o prurido de tecido e o stridor (uma vibração estridente, respirando o som na garganta, causada por uma obstrução de via aérea possível) são úteis para ordenar para fora UTI e que a duração da temperatura corporal ou da febre limitou o valor diagnóstico.

Presença de urina nebulosa, de urina fedorento, de hematúria, de nenhuma entrada fluida, de ternura suprapubic, e de aumento da ternura do lombo a probabilidade de UTI. Os autores recomendam que os médicos não devem restringir a urina que prova às crianças com a febre inexplicado ou as características específicas sugestivo de uma infecção de aparelho urinário.

Source:
Journal reference:

Boon, H. A., et al. (2021) Clinical Features for the Diagnosis of Pediatric Urinary Tract Infections: Systematic Review and Meta-Analysis. The Annals of Family Medicine. doi.org/10.1370/afm.2684.